O novo tempo, sonhado por Ivan Lins e Vitor Martins

Ivan Lins e Vitor Martins, parceiros desde sempre

O químico, instrumentista, cantor e compositor carioca Ivan Guimarães Lins, em parceria com o letrista Vitor Martins, fala em um novo tempo, que é o momento de se mostrar, de lutar pelo seu espaço, por um país livre, sem censura e repressão política. A música foi gravada por Ivan Lins no LP Novo Tempo, em 1980, pela EMI-Odeon.

O NOVO TEMPO
Vitor Martins e Ivan Lins

No novo tempo, apesar dos castigos
Estamos crescidos, estamos atentos, estamos mais vivos
Pra nos socorrer, pra nos socorrer, pra nos socorrer
No novo tempo, apesar dos perigos
Da força mais bruta, da noite que assusta, estamos na luta
Pra sobreviver, pra sobreviver, pra sobreviver
Pra que nossa esperança seja mais que a vingança
Seja sempre um caminho que se deixa de herança
No novo tempo, apesar dos castigos
De toda fadiga, de toda injustiça, estamos na briga
Pra nos socorrer, pra nos socorrer, pra nos socorrer
No novo tempo, apesar dos perigos
De todos os pecados, de todos enganos, estamos marcados
Pra sobreviver, pra sobreviver, pra sobreviver
No novo tempo, apesar dos castigos
Estamos em cena, estamos nas ruas, quebrando as algemas
Pra nos socorrer, pra nos socorrer, pra nos socorrer
No novo tempo, apesar dos perigos
A gente se encontra cantando na praça, fazendo pirraça                  

(Colaboração enviada por Paulo Peres – site Poemas & Canções)

5 thoughts on “O novo tempo, sonhado por Ivan Lins e Vitor Martins

  1. É como já disseram os sábios: ” Nada resiste a uma boa ideia cujo tempo chegou”. IRMÃOS, O BRASIL PADECE, ISTO SIM, DE PROJETO NOVO E ALTERNATIVO DE POLÍTICA E DE NAÇÃO. E O MELHOR DE TUDO, AO CONTRÁRIO DOS EUA, È QUE PODEMOS NOS DAR AO LUXO DE TÊ-LO. BASTA-NOS CORAGEM, PORQUE O PROJETO, NA VERDADE, JÁ O TEMOS. E O DANADO ATENDE PELO NOME DE RPL-PNBC-DD-ME. Dia chegou em que a Monarquia já não bastava mais para o Brasil então Colônia resolver a sua imensa problemática, oportunidade em que o Império acabou se impondo. Dia chegou em que o Império tb tornou-se pequeno demais para resolvermos a imensa problemática gerada até então, oportunidade em que a república federativa tb acabou se impondo, e a esses fenômenos podemos chamar de evolução. Dia chegou em que a república federativa tb tornou-se pequena demais para resolver a imensa problemática gerada, oportunidade em que a necessidade da transformação desta em Confederação tb está se impondo naturalmente, mansa e pacificamente. E não venham nos comparar com EUA porque a nossa história é outra, completamente diferente, não obstante a obsessão de muitos em ser cópia dos EUA, que copia bem tudo o que eles fazem de ruim e que copia mal tudo o que eles fazem de bom. ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA É LUGAR A SER OCUPADO PELA INTELIGÊNCIA NACIONAL, PELO QUE HÁ DE MAIS MERITÓRIO POSSÍVEL EM TERMOS DE RECURSOS HUMANOS, E TALVEZ SEJA ESTE O NOSSO GRANDE ERRO E A NOSSA GRANDE DEFICIÊNCIA, GOVERNADOS PELO PARTIDARISMO-ELEITORAL E O GOLPISMO-DITATORIAL, VELHACO$, HÁ 126 ANOS, EM REGIME DE REVEZAMENTO. Feliz é a nação que aprende com os erros do passado e continua caminhando para frente, evoluindo, com fé na vida, fé no HoMeM e fé no que virá, sem medo de descortinar novos horizontes, acreditando piamente que ” na natureza nada se cria, nada se perde, tudo se transforma”. Neste diapasão, já fomos Colônia, Capitanias, Monarquia, Império e, há 126 anos república e federação, uma evolução meio que às canhas, cheia de confusão, mas evolução. Já experimentamos de tudo o que a dupla peçonhenta, filhos do Demo, que são o partidarismo-eleitoral e o golpismo-ditatorial, velhaco$, e seus tentáculos inclusive midiáticos e financeiros, nos impuseram, e, agora, acredito que chegou a hora dizermos-lhes: BASTA, cansamos de ser tutelados pelos mesmos de sempre e, doravante, queremos ser senhores e senhoras dos nossos destinos, via Democracia Direta, com Meritocracia Eleitoral, Já, como nos propõe o HoMeM da RPL-PNBC-DD-ME, porque evoluir é preciso. VEM PRA LUTA ( Legião Unida de Trabalhadores Amigos ) VC TAMBÉM. VEM…

    • inteligencia brasileira! Evolucao! O sr. com o devido respeito, é merecedor de elogios pela fina ironia de seus comentários. O bom humor requintado merece aplausos, pois provoca o riso comedido, politicamente correto, ao gosto da nossa cidadania ulyssiana, contida e encomiasta. Abracos fraternos!

  2. Diz o texto, acertadamente, que o álbum (na época chamava-se LP) é do ano de 1980. As esquerdas enchiam os pulmões para cantar alegremente “O NOVO TEMPO”, de Ivan Lins e Vítor Martins. A letra da música, feita de encomenda para o momento político que o país vivia, soava para eles, os esquerdistas, como um hino.
    Os esquerdistas alegres de então, são os mesmos que hoje se calam e até defendem a Organização Criminosa que tomou conta do Brasil há mais de 13 anos, inclusive o cantor/compositor da canção em epígrafe, um embusteiro.
    Bando de velhacos e vigaristas.
    Nada como a passagem do tempo para desmascarar os canalhas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *