Carlos Newton

Durante dois mandatos seguidos de deputado federal, o atual ministro do Turismo, Pedro Novais (PMDB), usou irregularmente recursos da Câmara Federal para bancar o salário de sua empregada doméstica em Brasília, segundo reportagem de Andreza Matais e Dimmi, Amora publicada na “Folha DE s. Paulo”.

O pagamento é irregular: foi feito de 2003 a 2010, quando Novais era deputado federal pelo PMDB do Maranhão. A empregada Doralice Bento de Sousa, 49, recebia como secretária parlamentar na Câmara, nomeada por Novais.

Novais afirmou, por meio da assessoria de imprensa, que Doralice de Sousa trabalhou até dezembro no seu gabinete como secretária parlamentar. Segundo a assessoria, a função de Dora era dar “apoio administrativo ao deputado e outros funcionários”.

A notícia não traz nenhuma surpresa. Novais, antes de ser ministro, usou verba da Câmara para pagar uma festa realizada num motel no Maranhão. A única surpresa é que tenha sido nomeado ministro e continue no cargo até hoje, sob as benções de seu amigo e compadre José Sarney.

 

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *