40% dos eleitores não sabem em quem votar para presidente, e tudo pode acontecer

Carlos Newton

As eleições para presidente da República serão em realizadas em 2014, mas se o pleito fosse hoje, 40% dos eleitores afirmam não saber em quem votariam. Os dados são da pesquisa do Ibope Inteligência, realizada de 11 a 14 de julho, com 2002 eleitores, em 140 municípios do país.

Entre os diversos cenários apresentados  a 2002 eleitores, em 140 municípios do país, entre os dias 11 e 14 de julho de 2013, os resultados indicam que o favorito, disparado, é o ex-presidente Lula (41 pontos). Se ele não for candidato, a preferência é por Dilma Rousseff (30 pontos).

Marina Silva é sempre bem cotada e chega a 22 pontos, deixando Aécio Neves em terceiro, com 13 pontos. Depois, vêm Joaquim Barbosa (6 pontos) e Eduardo Campos (5).

A análise da pesquisa fica prejudicada porque no PT todos sabem que o candidato será Lula. Sabem também que Dilma Rousseff nem disputará eleição, pois teria de se desincompatibilizar em 4 de abril de 2014 para disputar uma vaga no Senado ou na Câmara Federal, mas ela não largará o Planalto de forma alguma. Ficará na História como a primeira mulher a chegar à Presidência da República sem jamais ter disputado eleição nem para síndico de prédio.

De toda forma, os diferentes partidos de oposição estão animados. Como Lula e Dilma estão em queda, é até possível que Joaquim Barbosa se anime a concorrer e assim fica praticamente definido que haverá segundo turno. E aí, meus amigos, segundo turno é outra eleição e tudo pode acontecer. Até mesmo Lula ser derrotado, o que é possível, mas ainda bastante improvável.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

8 thoughts on “40% dos eleitores não sabem em quem votar para presidente, e tudo pode acontecer

  1. VOTO NULO É A MELHOR OPÇÃO!!!
    A eleição seria anulada e seria um tapa na cara desses políticos corruptos e vagabundos!!!
    Seriam cassados pelo nosso voto!!!
    Seria uma espécie de “recall” feito por meios transversos!!

  2. Chega dos mesmos. O povo quer mudanças radicais. Chega de bilhetes corridos e de bananeiras que já deram cachos. Vem aí a maior coalização de esquerda puro sangue já vista neste país, tendo como mote a RPL-PNBC-ME. O continuismo da mesmice está com os dias contados.

  3. As eleições serão no final do ano que vem. Os únicos que querem saber hoje em quem o povo vai votar são alguns jornalistas juntamente daqueles políticos pilantras que vivem de eleição. Para o povo existe coisas mais importantes a serem definidas antes da eleição.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *