69% dos brasileiros são a favor da preservação da democracia, diz Datafolha

Resultado de imagem para voto util charges

Charge do Thiago (Arquivo Google)

Merval Pereira
O Globo

Na eleição mais radicalizada dos anos recentes, pontuada por declarações de ambos os líderes das pesquisas que remetem a ameaças à democracia, esse regime político, que, na frase famosa de Churchill, é o pior deles com exceção de todos os outros, aparece fortalecido pelos brasileiros em pesquisa Datafolha.

Em votação recorde, a maior desde 1989 quando se disputava a primeira eleição direta depois do regime militar, a democracia recebeu nada menos que 69% de aprovação, índice crescente na preferência dos eleitores, ao mesmo tempo em que os partidos políticos, canais da sociedade com o poder político, perderam momentaneamente a influência pelo descrédito de suas atitudes.

OBJETIVOS – Segundo Max Weber, citado no Dicionário de Política de Norberto Bobbio e outros, o partido político é “uma associação que visa a um fim deliberado, seja ele objetivo, como a realização de um plano com intuitos materiais ou ideais, seja pessoal, destinado a obter benefícios, poder e, consequentemente, glória para os chefes e sequazes, ou então voltado para todos esses objetivos conjuntamente”.

No Brasil de 35 partidos, a maioria se enquadra na associação que “objetiva obter benefícios, poder e, consequentemente, glória para os chefes e sequazes”, mas alguns trabalham sobre “ideais”. A eleição de hoje é uma boa oportunidade para que se recomece a atividade política conspurcada pela corrupção generalizada, e o papel do vencedor será fundamental para essa retomada desejada pelos eleitores, que prezam a democracia e a consideram o melhor caminho para resolver seus problemas.

Ao contrário do que muitos apregoavam, apenas 12% consideraram que a ditadura é um regime melhor, e outros 13% mostraram-se indiferentes. É, pois, sob o signo da democracia que os eleitores vão às urnas hoje, e é preciso que os candidatos tenham isso em mente quando assumirem seus cargos, pois hoje ainda podemos ter a definição da escolha de vários governadores no primeiro turno e, quem sabe, até mesmo o do presidente da República.

SEGUNDO TURNO – Na última eleição presidencial que tivemos, a vencedora Dilma Rousseff não se referiu a seu adversário derrotado no discurso da vitória. Nesta eleição, mais do que atitudes protocolares, normais em sociedades civilizadas, exige-se dos candidatos compromissos com a democracia e o reconhecimento da derrota dentro da legalidade do Estado de Direito.

Se, como é mais provável, a eleição para presidente não terminar hoje, os dois candidatos que restaram terão 20 dias para fazer uma campanha eleitoral de confrontação de idéias e propostas, tempo suficiente para recuperarem-se de eventuais arroubos retóricos e posicionarem-se como democratas, esquecendo projetos extemporâneos como a convocação de uma nova Constituinte ou a não aceitação de princípios democráticos implícitos em comentários que trivializam a possibilidade de um golpe.

FUTURO DO PAÍS – Ao eleitor cabe pesar nas urnas a conseqüência de seu voto para o seu futuro e o do país, sem colocar interesses pessoais acima daqueles. A democracia é o regime em que o povo está representado pelos eleitos pelo voto direto, e a escolha dos membros do Congresso, por exemplo, é fundamental para que o futuro presidente possa governar.

Ao presidente eleito caberá necessariamente negociar com o Congresso e com os governos estaduais e municipais, principalmente num período em que reformas fundamentais precisam de apoio da população e dos políticos para serem aprovadas a tempo de permitir a recuperação econômica e social do país.

TEMER RESPONDE – Recebi do presidente Michel Temer uma mensagem sobre referência feita na coluna de ontem ao diálogo, que classifiquei de “nada republicano”, entre ele e o empresário Joesley Batista. Ele garante que é indevida a interpretação dada ao diálogo.

Se apega a uma troca de palavras no documento do Ministério Público para reafirmar sua tese, mas, no entanto, ouvindo a íntegra do áudio fica evidente, para mim, o caráter nada republicano da conversa.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOGOs 31% que não se manifestaram integralmente a favor da democracia dividem-se entre aqueles que, em certas circunstâncias, acham melhor uma ditadura do que a democracia (12%), e quem acredita que tanto faz a forma de governo (13%), além de 5% que não opinaram. (C.N.)

23 thoughts on “69% dos brasileiros são a favor da preservação da democracia, diz Datafolha

  1. O povo quer democracia, mas o establishment quer continuar a escravizar o povo gado.

    Mas o Brasileiro cansou.

    Não vamos nos calar diante de tantas urnas fraudadas que não deixa o povo escolher quem ele quer !!!

    Um vergonha !!!

    • Vão continuar escravos…
      Não somos nação desenvolvida, mas buscamos o nosso desenvolvimento.
      Contudo, continuando os poderes políticos servindo as elites e organismos internacionais, o Capital privado internacional, não haverá desenvolvimento algum.
      Só o rompimento nos tira do atraso.

  2. Sou eleitor de Bolsonaro e jamais aceitaria outra ditadura militar. E esse é um valor inegociável.
    Acredito que a maioria dos brasileiros quer e vai querer democracia.
    Também acredito que a maioria dos petistas não iria querer o bolivarianismo que a cúpula do PT quer implantar.
    Ditadura não é solução nem à direita, nem à esquerda, nem ao centro.

    • Eu que eu de combinar isso com o candidato e o vice dele, bem como os generais da reserva que o apoia.
      Muitos daqueles que apoiaram Hitler também não acreditavam que ele colocasse em prática as ideias radicais que tinham.
      Como acreditar num candidato que desde a década de 90 já elogiou Hugo Chavez, defendeu o fechamento do Congresso, fuzilamento de de presidente, ações autoritárias, entreguistas e privilégios para os seus pares (militares alíquota da previdência 8%) em comparação com as pessoas comuns (civis 14%), mudança na composição do STF apenas para permitir nomear a maioria (acho que Chávez fez algo similar na Venezuela), fora destiladas de preconceito…

  3. Filósofo americano Jason Stanley, professor da Universidade de Yale, afirma que Bolsonaro e Trump usam táticas fascistas e que a única diferença entre os dois é que o brasileiro é mais adepto à violência.

    As táticas fascistas “todo fascista tem um discurso anticorrupção. Os nazistas tinham campanha anticorrupção, Benito Mussolini [1883-1945] tinha campanhas anticorrupção. Quando o país tem muita corrupção, fica muito suscetível a políticos fascistas. O político fascista diz que, se a corrupção é uma tradição, ele vai combater aquilo. Ele pode até acabar amealhando dinheiro, mas com ele não é corrupção. Um país que teve uma presidente acusada de corrupção pode abrir caminho para uma campanha efetiva: um político fascista poderia dizer que ter uma presidente mulher leva à corrupção. Mesmo sem qualquer evidência. Donald Trump não teve problema em se declarar como o candidato anticorrupção, foi sua tática.

    Tipicamente, o que eles fazem é dizer que a corrupção política se deve à corrupção da ordem, aos progressistas, ao ganho de poder das mulheres. Bolsonaro diz que você não é um policial se não matar ninguém, por exemplo. Mas a lei e a ordem não são justiça vigilante. E os apoiadores fazerem justiça com as próprias mãos e perseguirem adversários é o oposto a lei e ordem. As coisas significam o oposto na propaganda fascista. As notícias viram “notícias falsas”, [Adolf] Hitler [1889-1945] costumava dizer que a imprensa passava do limite”

    o Bolsonaro é assustador porque ele é abertamente antidemocrático. Fala abertamente em prender e matar os adversários. Políticos fascistas geram pânico ao falar sobre estrangeiros destruindo a força do país. Bolsonaro faz tudo isso. Por que pensar que alguém assim abriria mão do poder? Fascistas nunca abrem mão do poder. Eles veem a democracia como fraqueza. Se eles dizem que serão líderes duros e vitalícios, por que você vai votar nele? Por que ele não faria o que diz? Parece, para mim, que ele está dizendo isso. Ele está dizendo que se chegar ao poder, vai ficar no poder, mesmo usando a violência. Ele está sendo explicitamente antidemocrático.

    https://goo.gl/DpvWxQ

    • Que mané Zé Dirceu que nada, pare de usar esse infeliz, carta fora do baralho, como se vc fosse lombriga e ele intestino, fora do qual vc não sobrevive. O que vocês vão fazer com este país, caso voltem ao poder onde estiveram por 21 anos, é isso que queremos saber.

      • O Collor jurou que não confiscaria a poupança do povo, a exemplo de vocês que juram que não irão transformar o Brasil numa gigantesca Venezuela, e que é o outro que irá fazer isso, à moda Collor.

    • Que diferença!!!!
      Ditadura e intervenção…
      Afinal, depois da intervenção militar contra uma ordem constitucional instituída, vem o que mesmo?
      Num país cuja Educação é deficiente não causa espanto a população não entender de história, muito menos de constitucional e teoria do estado.

  4. E o que é fraudar , lotear todos os poderes com corruptos e criminosos de lesa-pátria, contumazes saqueadores da Pátria (é só o ver o caso Lewandovski e Renan que não Cassaram os Direitos Políticos da Corrupta Provada Dilma como manda a Lei Maior do País bem na frente da Nação inteira no ato mais Criminoso da História Jurídica e Republicana Brasileira), roubar o povo impunemente, mentir descaradamente, comprar mídias inteiras e marqueteiros com pesquisas mentirosas(com o dinheiro roubado do povo) e deixarem livres e soltos ladrões do Brasil que roubaram Bilhões de Reais e ainda são soltos dizendo que “não são perigosos para o país” , o que é isso tudo ??? Se não for a maior “Ditadura dos 3 Podresres Corruptos , Cleptômanos e Irmanados para Cometerem Crimes Contra a Nação e seu Povo(Sem Segurança, Sem Saúde, Sem Educação, Sem Emprego, Endividados e Empobrecidos Brasil afora), como poderemos chamar esse Caos Generalizado e Desmandos dos 3 Podresres ????? E vocês ainda vem falar de Democracia e Liberdade nesse Mar de Lama dos 3 Podresres levando o País para se tornar uma Venezuela Maior e Piorada sob o Comando de um “Facínora em seu Spa Curitibano Ordenando, Comandando e Ditando seus seguidos crimes e se Reunindo com todos para a desgraça dos país e seu Povo e a perpetuação dessa canalha de bandidos ” ???? Se fraudarem a resposta começa nesse domingo, ninguém tá dormindo, o nosso País não vai virar uma Venezuela, tenham a certeza absoluta !!!!!

    • Os outros são os boçais, os corruptos, os isso, os aquilo, mas as boneca$ são todas santinhas, né ? Essa tática não vai vingar mais no segundo turno não, vai ter muita titica no ventilador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *