Eleição presidencial mostra que Oswaldo Aranha tinha razão: Estamos num deserto de homens e ideias

Carlos Newton

A situação política do país é desalentadora. O ministro Joaquim Barbosa amarelou, desistiu de uma eleição em que tinha grande chance de vitória, e agora fica tirando uma onda, insinuando que pode ser candidato em 2018 e repetindo o estilo do ex-ministro Armando Falcão no regime militar: “Deus dirá…”

Os pré-candidatos que se apresentam são realmente de segundo time. Nenhum deles parece ser merecedor da confiança do povo. Como se dizia antigamente, “um pelo outro, eu não quero troca”.

A presidente Dilma Rousseff, por exemplo, jogou fora sua chance. Curvou-se às imposições de Lula, deixou que o temperamento horrível a levasse por caminhos tristonhos, como dizia Ary Barroso, e vai encerrando seus quatro anos melancolicamente, em ambiente de franco pessimismo, ninguém mais sabe se será ou não candidata. Até mesmo o presidente do PT, Rui Falcão, já expressou publicamente suas dúvidas quanto à candidatura dela (conforme este blog vinha anunciando, com absoluta exclusividade, há mais de dois anos).

LULA, TODO ARRUMADINHO…

O substituto eventual do PT, lógico, é o ex-presidente Lula, que perdeu a chance de deixar seu nome na História Universal. Ao invés de se comportar com a simplicidade de Nelson Mandela ou Pepe Mujica, travestiu-se em novo rico, usa caríssimos ternos, só anda todo arrumadinho, é irmão/amigo-de-fé/camarada dos grandes empresários e financistas, virou um pastiche de si próprio, um personagem que soa falso o tempo todo.

Mas seu reinado parece longe do fim, é um enganador profissional que tem uma qualidade impressionante: sabe injetar otimismo. Diz as maiores barbaridades, mente sem parar, chega a ponto de afirmar que “o SUS está quase perfeito”, e o povo bate palmas, ninguém ri, ele não é internado e segue dizendo essas bobagens positivas.

Além disso, consegue passar ao largo dos repetidos escândalos do PT, sua popularidade se mantém, tornou-se um triste fenômeno, a registrar a absurda despolitização do país.

E OS OPOSITORES???

Os opositores , do PT francamente… Aécio Neves não tem perfil, não tem carisma. Desde jovem, com a farda da Escola Naval, viveu à sombra do avô Tancredo Neves, não transmite credibilidade nem confiança. A recente propaganda do PSDB na TV mostra isso, mensagens de estúdio, sem maior impacto, apesar da situação deplorável em que o PT se encontra. Está faltando pimenta no tempero tucano, a inapetência política é flagrante.

Quanto a Eduardo Campos, também viveu à sombra do avô Miguel Arraes. Não tem maior expressão, circunstância que até o favorece. No meio dos outros pré-candidatos, quem é menos conhecido pode ser encarado como menos pior, e a carreira meteórica de Fernando Collor foi exemplo disso. Mas Eduardo Campos também não desperta confiança. Fez um lobby incansável no governo e no Congresso para colocar a própria mãe em cargo vitalício no Tribunal de Contas da União. Ou seja, manchou a biografia, desnecessariamente.

Marina Silva é uma caricatura. Seu ambientalismo xiita e ecoólatra evidencia um impressionante despreparo político-administrativo. Se fosse eleita presidente, o país iria mergulhar em retrocesso. Não construiria hidrelétricas nem usinas nucleares. Não permitiria termoelétricas, porque são poluentes. E o país ficaria sem energia, porque as alternativas solares e eólicas por enquanto não geram quase nada.

Outro eterno pretendente ao Planalto, o tucano José Serra, também é carente de carisma, não tem projeto nem merece confiança, por ser ligadíssimo ao grande empresariado e ao mercado financeiro. Foi traído por Aécio na eleição de 2010, agora está indo à forra, porque dois tucanos bicudos não se beijam.

GERAÇÃO FRACASSADA

Resumindo: essa geração de políticos realmente fracassou. Portanto, como diziam os comunistas nos tempos da clandestinidade, quando tinham de escolher algum candidato, “é preciso votar com o dedo tapando o nariz”.

Parodiando o genial Oswaldo Aranha, a política se tornou um deserto de homens e ideias. Mesmo assim, ainda podemos encontrar razões para sermos otimistas. Entre todos os países do mundo, o Brasil é um dos que têm maior potencial de desenvolvimento econômico, em termos de agricultura, mineração e indústria. Como dizia um antigo ditado que ninguém lembra mais, “o Brasil cresce à noite, enquanto os políticos estão dormindo e não atrapalham”.  Ainda bem.

74 thoughts on “Eleição presidencial mostra que Oswaldo Aranha tinha razão: Estamos num deserto de homens e ideias

  1. Prezado Carlos Newton, perfeito resumo do que são os atuais políticos
    brasileiros, começando pelo poderoso chefão, até os candidatos a
    Presidência. Sem dúvida, tudo isso é herança da ditadura, que nos deixou seus ranços.

  2. Dizem que era traficante de armas meses antes do golpe de 30. De qualquer maneira, chegou aqui no Rio logo após o golpe meio duro, foi morar na rua Senador Correia, Laranjeiras, onde hoje é um restaurante de massas chamado Luiggi com a família e os filhos Vavau e Quica bem jovens. Anos depois, foi ministro da Fazenda, se associou a usineiro famoso pernambucano, montou um poderosa coudelaria de cavalos de corridas, associou-se também a um amigão de Getúlio chamado Antonio Joaquim Peixoto de Castro Junior, que foi bookmaker nos anos 20 no Derby Club (atual Maracanã) antes de se casar com a filha do desembargador Gonzaga ( Dona Zelia), que ganhou de mão beijada de Vargas a Loteria Federal e a refinaria de Manguinhos no Rio e, no fim, o Aranha acabou com aquele negócio de carros da Willys Overland do Brasil que ficou com os filhos legítimos. Com suas idéias se arrumou bem.

    • Laco,
      Corrigindo a tua afirmação ao final do teu texto, que Oswaldo Aranha “com suas idéias se arrumou bem”, eu até levo em conta esta expressão com referência de fato aos seus pensamentos grandiosos com relação ao Brasil e à diplomacia que empreendeu em momentos críticos para o País e mundo, dando-se muito bem pela forma notável como se comportou na defesa de interesses brasileiros.
      Quanto à possível alusão pecuniária, o gaúcho veio de uma família riquíssima de Alegrete, cujo pai era dono de estâncias.
      Oswaldo cursou Direito, foi colega até mesmo de Getúlio Vargas nessa área, aumentandoo seu patrimônio particular.
      A verdade é que Osvaldo Aranha é uma prova cabal do pouco conhecimento que o nosso país tem com a sua história e que, infelizmente, diminui as nossas esperanças para com o futuro desse grandioso país.

      • Olha. Aqui no Rio na época da capital era moda burocratas de outros estados chegarem e se dizerem RIQUÍSSIMOS. Até de povoados miseráveis. Eram FAZENDEIROS ou homens de negócios RIQUÍSSIMOS. Mas, se agarravam nas tetas dos governos e nomeavam a parentada toda e eles mesmos é que acabavam RIQUÍSSIMOS. Esse RIQUÍSSIMO citado por você nomeou até um sergipano duro que se casou com sua sobrinha POBRE como advogado do BB , cujo filho foi presidente da CVM e cúmplice de mutretas do FHC. Por que não o empregou em suas FAZENDAS em 1945? A moda de aventureiros forasteiros RIQUÍSSIMOS para cima de otários pega aqui até hoje. Em Copacabana há décadas são manjadas garotas que vivem aos montões em conjugados e que se dizem filhas de FAZENDEIROS RIQUÍSSIMOS mineiros ou baianos para aplicarem golpes até de barriga. Os sulistas burocratas sempre vieram para aqui como o conto das ESTÂNCIAS. Esse aí passou a vida como ESTANCIEIRO DO ASFALTO. Dos 26 anos até os 60, quando aqui chegou e morreu, SÓ ANDOU MOTORIZADO E NAS MAIS ALTAS TETAS DA DITADURA VARGAS. Nem se preocupou com vacas, leite ou manteiga. Só com puros sangues em seu haras Vargem Alegre, aqui no estado, montado APÓS CHEGAR AO PODER. Com ternos bem talhados, sapatos de cromo alemão e nunca com bombachas e botas sujas de lama.

        • Retifico a data de sua morte. Oswaldo Aranha morreu aos 65 anos, e não aos 60. Tenho mais coisas sobre ele que não quero dizer. Aqui nunca teve ético, decente e menos ainda santo na política. Ainda mais figurão de uma ditadura de 15 anos que torturou presos políticos de várias facções. Até fascistas dançaram sob dores atrozes. Se os otários canonizam, problema deles.

  3. Respeitosamente só discordo do senhor, na afirmação de que Joaquim Barbosa, amarelou.

    Ele não amarelou, somente percebeu o óbvio.

    Só por que tentou aplicar a lei em cima de alguns poderosos, quase fora trucidado, imagine se candidato fosse.

  4. Caro Carlos Newton, em plena ditadura militar, infeliz, a dupla sertaneja de SP, Duduca e Dalvan, já denunciava a “Massa Falida”, e a “Espinheira” da população.
    “ Eu confesso já estou cansado de ser enganado com tanto cinismo Não sou parte integrante do crime e o próprio regime nos leva ao abismo. Se alcançamos as margens do incerto foram as decretos da incompetência Falam tanto sem nada de novo e levam o povo a grande falência! Não aborte os seus ideais No ventre da covardia Vá a luta empunhando a verdade
    Que a liberdade não é utopia! Os camuflados e samaritanos nos estão levando a fatalidade,
    Ignorando o holocausto da fome, tirando do homem a prioridade. O operário do lucro expoente e a parte excedente não lhe é revertida, Se aderirmos os jogos políticos seremos síndicos da Massa falida! Não aborte os seus ideais…” Massa Falida, Duduca e Dalvan
    “ Eta espinheira danada Que pobre atravessa pra sobreviver Vive com a carga nas costas
    E as dores que sente não pode dizer; Sonha com as belas promessas De gente importante que tem ao redor Quando entrar o fulano Sair o cicrano será bem melhor
    Mas entra ano e sai ano E o tal de fulano ainda é pior Esse é meu cotidiano Mais eu não me dano pois Deus é maior. O mundo não acaba aqui O mundo ainda está de pé Enquanto deus me der a vida Levarei comigo esperança e fé! Eta que gente danada
    Que esquece de vez a palavra cristã Ah, eu queria só ver Se Deus se zangasse e voltasse amanhã; Seria um ?Deus nos Acuda? Um monte de Judas querendo perdão Com tanta gente graúda Implorando ajuda com a bíblia na mão Mais a esperança é miúda E a coisa não muda não tem solução Nem tudo que a gente estuda, Se agarra e se gruda, rebenta no chão O mundo não acaba aqui O mundo ainda está de pé Enquanto deus me der a vida Levarei comigo esperança e fé!” Espinheira, Duduca e Dalvan

  5. Se não temos candidatos para a presidência e realmente não os temos, só nos resta mudar o legislativo. E esta é uma grande oportunidade para limpar as casas em todos os níveis. A mudança vai começar por aí.

  6. Carlos Newton,

    é…é…é.

    Nada a acrescentar em teu artigo. A análise dos personagens está correta.

    De fato, tardiamente, tenho que reconhecer que Roberto Campos tinha total razão quando disse que…

    “A burrice no Brasil tem um passado glorioso e um futuro promissor.”

  7. Ninguém aguenta mais tanto comércio da coisa pública em troca de apoio político. Essa é a forma de governar que os ditadores deixaram para seus pupilos praticar. O mote é: dando favores políticos que se recebe apoio. O Congresso não é a cara do povo porque quem governa o Brasil são sempre os mesmos,uma espécie de dinastia eleita pelo do voto,não há democracia porque o poder político e econômico influenciam demais.
    PS: Eduardo Campos consegue ser pior que o Aecio porque é antipático para um político, o sotaque imperativo do pernambucano lhe dá forte característica de coroné mandão,tipo personagem do Chico Anysio. Eu quero que pobre se exploda !

  8. Newton, meu caro,
    Artigo irrepreensível.
    Mostra o atual quadro politico brasileiro, onde estamos sem opções e à mercê de medíocres e mal intencionados, e tanto da situação quanto oposição.
    A respeito do “genial Oswaldo Aranha” que assim tu te referiste ao gaúcho notável gaúcho, digo o seguinte:
    Em outro momento talvez eu contestasse as afirmações ridículas sobre Oswaldo Aranha postadas acima, a respeito de um dos maiores vultos da História do Brasil em todos os tempos!
    Não vale a pena eu perder tempo e responder certos desaforos e provocações de quem menos ainda merece atenção em qualquer debate que se queira estabelecer, ainda mais que sobre esta figura nacional e internacional o conceito de grandeza é unânime!
    Enfim, não há escritores, historiadores e alguns americanos “brazilianistas”, que não conceituam este gaúcho como um dos nomes mais importantes e influentes até a metade do século XX, basta que tenham a decência de pesquisar e ler sobre esta majestosa figura da nossa diplomacia e política nacionais.
    Oswaldo Aranha não poderia ter sido mais atual que esta frase que tu a publicaste sobre o deserto de homens e idéias, que hoje constatamos no cenário brasileiro em qualquer área desse País.

  9. Meu Caro Newton,Sei que estou pregando no deserto,mas o LULA, “NÃO ÉÉÉ CANDIDATO”,pelas razões
    exposta por mim algum tempo,e hoje pela VSº. Faltou acrescentar, existe estoque ogivas nucleares de denúnci
    as contra o Príncipe Operário. Sabedor,não quer queimar sua imagem de vencedor.

    PS. Paulo Solon,tem razão,além de serviçal do sionismo,traía Getúlio Vargas,(diga-mos namorada).
    como diria Ibraim Sued, em sociedade tudo si SABE.

    • A irresponsabilidade de certas afirmações com referências a notáveis brasileiros que construíram a nossa História não mais me surpreendem!
      No entanto, me causam perplexidade porque seus autores sequer se preocupam consigo mesmos, demonstrando não só desconhecimento do Brasil quanto na razão direta do mau caráter que os caracteriza!
      Vai ler um pouco sobre Oswaldo Aranha, Luiz Fernando Souza, antes de escreveres besteiras, pelo menos isso!

        • Alto nível?! Ou conforme estipulaste como deve ser um debate mediante o teu balizamento?!
          Não aceitas ofensas – na verdade não te ofendi coisa alguma -, mas podes sair escrevendo o que queres sem quaquer compromisso com a verdade!?
          De onde tiraste que Oswaldo Aranha era “serviçal do sionismo”?!
          Pois foi este acinte à verdade, à História, que definiste a discussão em níveis rasteiros. Então, reclamas do quê?!
          Chê, existem inúmeros livros e biógrafos de Oswaldo Aranha que enaltecem a conduta desse homem, sua dignidade, inteligência, capacidade de articulação e negociação, de modo que tu, simples e agressivamente, acusa-o de “serviçal do sionismo”.
          Bah, mas é muito grotesca essa afirmação, conterrâneo, que me causa espécie que se trata de um gaúcho classificar um dos maiores vultos da nossa História também gaúcho, e dessa forma.
          Somos obrigados a respeitar aqueles que contribuíram positivamente à construção de registros históricos positivos à nação brasileira, sob pena de cometermos um crime contra o legado de pessoas que se entregaram às questões nacionais e fizeram não só o que estava ao alcance mas, também, se desimcumbiram de suas tarefas com louvor!
          Pô, gaúcho, Oswaldo ter sido na tua ótica um “serviçal do sionismo” tu ofendes aos judeus, e não ao notável conterrâneo, que iniciou se destacar muito antes de ser nomeado embaixador para a ONU, recém criada após o término da Segunda Guerra Mundial.
          Ninguém tem o direito de cuspir dessa maneira nas pessos e nos fatos que a História relata, comprova e enaltece.
          Olha, respeitosamente, quem deveria pedir desculpas és tu, Luiz, pois somente dessa forma é que haverá um debate em alto nível neste blog incomparável, que não é somente classificado assim em se tratando de pensamentos e conceitos debatidos, quanto igualmente às declarações estapafúrdias que lemos de uns e outros!
          Foge dessa receita que indica medicamentos ultrapassados e condenados à saúde mental, que são os rótulos gratuitos quando não se tem o que dizer ou comentar.

      • Meu caro Bendl: Como disse Pedro Malan, aqui no Brasil, “nem o passado é previsível”.

        Não adianta malhar em ferro frio porque o plano de poder desses “camaradas” inclui a completa desconstrução da nossa História de maneira a adequá-la às suas ideias muares, achincalhando a memória de todos os ilustres brasileiros que, por pensarem por si – e não para si -, tanto desagradam a quem precisa recorrer a cartilhas vermelhas ensebadas para poder se pronunciar sobre alguma coisa.

        “Os comunistas não se rebaixam a dissimular suas opiniões e seus fins. Declaram abertamente que seus objetivos só podem ser alcançados pela derrubada violenta de toda a ordem social existente”, disse Karl Marx no Manifesto Comunista. E isso inclui a História.

        • Tens razão, Ricardo.
          No entanto, não me custa contestar certas afirmações que depreciam a nossa história e não respeitam os cidadãos atuais.
          Afinal da contas, alguém que não leu, não existiu à época, não foi sequer testemunha, pode afirmar disparates e não ficar vermelha? Salvo se já se pintou dessa cor, conforme o pessoal que usa tatuagens pelo corpo inteiro.
          Penso que temos obrigações neste espaço democrático, que é buscar a verdade, pesquisar, analisar, confrontar, contestar, discutir, debater, no lugar de ofender, agredir, caluniar, desagregar.
          Nem que seja compromisso consigo mesmo, mas não apenas repetir o que alguns dizem também sem qualquer fundamento para obter apoio e fortalecer a sua declaração.
          No mínimo assistimos demonstrações inequívocas de falta de personalidade.
          Saudações, Ricardo.

        • Seu Froes,na parte que me toca. Esclareço,sou da linha Castilhista,teve como seguidores GRANDE Dr.
          Getúlio Dorneles Vargas,e Leonel De Moura Brizola.
          Nada impeça,em concordar e discordar dos comentarista(colaborador) de alguns itens,ou episódios relevantes da história. Desde que,seja no terreno das idéias,dos FATOS,do SUB-MUNDO da politica.
          Acima de tudo com EDUCAÇÃO,Equilíbrio Mental.Para mim,quem,ganhou2º guerra foi RUSSIA. EUA-Sionismo só administrou e conta história maquiada do seu jeito.
          Pra não dizer de flores,Senhor como Direita e seu amiguinho,não se manifestaram em 31 março em
          favor dos Militares das obras e dos avanços.( Ex:Projeto Rondon-onde médicos,estudantes foram des
          bravar e conhecer nossos irmãos. Deram enfase a Educação-Universidade,Mobral; Trans-Amazonica,
          Ponte Rio x Niterói, se não é esta ponte à região dos Lagos estariam orfão. Parque industrial,ciências,
          e tecnologia etc…).O seu amiguinho que telefonou,assim como Globo,cuspiro no prato,que tanto lebe
          ram. ÁRVORE É BOA..SIM SENHOR É BOA CEPA,Os Galhos: alguns podres,Mercenários,interesseiros,
          bandidos dos dois lados.Toda história tem coisa boa e ruim. Admiro e respeito os autênticos.
          Isto,não é adesão,apenas constatação.

  10. O artigo diz sobre o plano federal, se passar para o plano estadual ai que a porca torce o rabo.
    A falta de planejamento e a política nefasta dos (des)governadores é vísivel em todos os sistemas da administração estadual.
    O exemplo mais clássivo é a DINASTIA DOS TUCANORRUPTOS em São Paulo,
    Lá se vão 24 anos (4 montoro), sem um mínimo de competência para governar o maior Estado do Páis, o tratando como se fosse o quintal do Partidão Direitopata Francês, apenas “administra” para as eleições, podem verificar, em tempo de eleições ai eles mostram o verdadeiro nariz de pinóquio, são tantas mentiras e promessas vazias que o boneco de madeira ficaria vermelho de vergonha………
    Nas eleições dizem até que vão contruir um Metrô de São Paulo até Pequim, para facilitar a vida e vinda dos “chineses que lá moram e aqui”.
    Também “dizem” que vão contruir o maior duto deste planeta para captar ás aguas do rio Nilo, pois todos os reservátorios paulistas estão com os dias contados…..
    Desde 2001 o des-governador vem sendo avisado sobre os problemas dos reservatórios de água, mas como “buracos” não dá votos, preferia se esconder atrás do nariz de bronze. e o resultado começou aparecer, São Paulo, sem água…….
    O pior, nem Polícia Federal muito menos o Ministério Público enquadra o des-governador, ao que parece é um dos INTOCÀVEIS DA MIDIA ESGOTO DESTE PAIS….

  11. Tempos atrás percebi que a revista semanal que eu assinava não chegava. Liguei para revista. De lá me informaram que regularmente entregavam a revista no endereço do contrato. Fiquei de butuca. Não é que o vizinho pegava todo domingo minha revista. Pego com a boca na botija, o vizinho disse que o filho dele é que pegava a revista , eu dise, mas a revista vem com meu nome e endereço, e o vizinho ladrão disse que nunca tinho lido aquela tarja pequenininha como nome e o endereço do assinante. Ladrão, mentiroso e cínico. Igualzinho aos políticos brasileiros. Não é só no congresso que tem ladrão,no nosso cotidiano encontramos muitos homens como os que estão no congresso. Para mudar o Brasil só uma drástica mudança na mentalidade gersiliana brasileira.

    • Vem de cima para baixo.
      Tudo corrompido até pessoas de bem se tornam ‘”desonestas” devido ao jeitinho brasileiro.
      Passo por isso todos os dias, devido ao meu trabalho…..

  12. Fábula, o sol e a rã , de Esopo.

    Correu boato de que o sol ia casar-se; e logo as rãs se assustaram, multiplicaram orações para que tal não acontecesse. Um Sol já nos custa a suportar: com a sua presença os charcos e os paúes ficam secos; mal podemos achar um ou outro esconderijo que nos conserve algum fresco, alguma umidade: o que será se, casando, tiver filhos?

    MORALIDADE: É prudente evitar que se multipliquem os maus.

    ——————————————————————————–

  13. Prazado Carlos Newton,
    Artigo supimpa.
    Vou continuar com minha “sina”. Para o Brasil voltar a ser um pouco mais decente , só há um caminho: acabar politicamente com o Lula , que este sim, jogou o País na Lama.

    PS. Realmente os pleiteantes à presidente são muito fracos, mas ,reeleger Dilma é ruim, é péssimo e horripilante!

    • “Não obstante tudo, o partidarismo-elleitoral e midiático, velhacos, já estão ensaiando passos para o lado de Arraes Neto e Marina Lula da Silva de saia. Porém, não será nada fácil combinar novo 171 eleitoral com os russos que já tomaram até a Criméia,ou seja, com os 72% da população entrevistada pela pesquisa Datafolha que,ao que parece,já assimilou,sedimentou e radicalizou, como fato consumando,a necessidade inadiável de mudanças de verdade, sérias, estruturais e profundas, que, aliás, passam ao largo das candidaturas que aí estão impostas pelos próprios donos de partidos em causa própria,movidas apenas por oportunismo,ambições e vaidades pessoais.Aliás nesse sentido, excelente o Artigo de Carlos Newton, pela Tribuna da Internet, sob o título,”Eleição presidencial mostra que Oswaldo Aranha tinha razão: Estamos num deserto de homens e ideias”. Por outro lado, consta que tanto na ficção quanto na realidade, o encanto é dado à “Gata ou Gato Borralheiros” para apenas uma festa, e no caso de Marina a mesma já queimou a sua ficha e vez em 2010, seduzindo e seduzida pelo príncipe e princesa, Itau e Natura, de modo que agora bem que ela e os seus poderiam ligar os respectivos desconfiômetros.”

  14. Aceitam uma sugestão ? “Lula é o cara, FHC é fantástico, Dilma é sensacional, os meninos do PSOL, PSC, PSB e PSDB são maravilhosos, mas eles não têm pegada de Leão, e nem são o extraordinário HoMeM do Mapa da Mina do bem comum do povo brasileiro, o HoMeM do Borogodó (RPL-PNBC-ME), da Revolução Pacífica do Leão, do Novo Caminho para o Novo Brasil de Verdade, porque evoluir é preciso, em sintonia fina com os desejos das Ruas do Brasil, que rugem firme e forte pela Mega-Solução em contraponto ao velho continuísmo da mesmice dos velhos gollpismo-ditatorial e partidarismo-elleitoral, velhacos. Depois não digam que o HoMeM não deu ao PSOL a última chance de provar que tinha condições de ser o último biscoito saudável do pacote partidário deteriorado, com prazo de validade vencido há muito tempo, e já em visível estágio de decadência terminal. O problema do PSOL não é fato de ser nanico porque é nanico, mas, isto sim, o fato de ser nanico porque, politicamente falando, a sua caciquia pensa e age pequeno demais, com mesquinhez e pobreza de espírito extrema, à velha moda ptbebê denuncista-udenista, que hoje embala tb o PSDB, PSB e CIA, cuja ambição maior é continuar elegendo apenas meia dúzia de gatos pingados, entregando-se ao chapabranquismo fisiológico e dando as costas às Ruas do Brasil. O profético Cazuza tinha razão, só nos restam as Ruas e a LUTA ( Legião Unida de Trabalhadores Amigos ), porém pacificamente, sem dar sopa para o azar e sem colocar azeitonas nas empadas dos inimigos, com paz, amor, perdão, conciliação, união e mobilização pela Mega-Solução, o Novo TreMM da História que diz ao PSOL: bye bye. Hasta la vista, baby. HMM-RPL-PNBC-ME, saudações.” Sigam o Leãonardo : “ ao invés de vocês ficarem pensando e brigando por elles, pensem em MiM, liguem pra MiM…”.

    • Essa aí acima do HASTA LA VISTA, BABY, do Arnold Schwarzenegger, superou a do HoMeM do Borogodó e o último biscoito saudável do pacote partidário. Já me alegrou o dia.

  15. Quando o sionista David Ben-Gurion, seguidor do sionista Teodor Herzl, quis se aproveitar do grande prestígio de Albert Einsten convidando-o para primeiro presidente do Estado de Israel, recebeu de Einten uma recusa. O grande cientista não estava contente com os rumos do sionismo. Nem o sionismo queria Albert Einsten. “O que faremos se ele aceitar?”, indagou Bem Gurion.
    De sorte que combater o sionismo nada tem a ver com antissemitismo. Milhares de judeus se posicionam contra o sionismo.
    Osvaldo Aranha foi, de fato, um serviçal do sionismo.

  16. A falta de conhecimentos, em decorrência a desinformação que é prestada, denota falta de compromisso com a verdade, mera tentativa de prevalecer uma opinião sem qualquer fundamento.

    No comentário acima, há erros graves de datas e sobre os nomes mencionados.

    Em 1947, o Presidente Eurico Gaspar Dutra nomeia Osvaldo Aranha como Chefe da Delegação Brasileira junto a ONU. Ele acaba sendo nomeado Presidente da Assembléia Geral da ONU, que iria decidir a questão Palestina.

    Em 25 de novembro, houve uma votação a favor da partilha da Palestina e a liberação da migração de judeus para a região. O resultado dessa votação seria recomendado para a Assembléia Geral. Não era necessário dois terços para sua aprovação.

    O resultado foi de 25 votos a favor, 13 contra e 17 abstenções.
    Votaram a favor: Austrália, Bolívia, Brasil, Canadá, Costa Rica, Tchecoslováquia, Chile, Dinamarca, Equador, Estados Unidos da América, Guatemala, Islândia, Nicarágua, Noruega, Panamá, Peru, Polônia, República Dominicana, República Socialista Soviética da Bielorrússia, República Socialista Soviética da Ucrânia, Suécia, União das Repúblicas Socialistas Soviéticas, União Sul-Africana, Uruguai e Venezuela.

    Votaram contra: Afeganistão, Arábia Saudita, Cuba, Egito, Índia, Irã, Iraque, Líbano, Paquistão, Tailândia, Síria, Turquia e Iêmen.

    Abstenções: Argentina, Bélgica, Colômbia, China, El Salvador, Etiópia, França, Grécia, Haiti, Honduras, Libéria, Luxemburgo, México, Nova Zelândia, Países Baixos, Reino Unido e Iugoslávia.

    Ausentes: Filipinas e Paraguai. Apesar do resultado favorável à partilha, a votação na Assembléia Geral iria acontecer no dia seguinte, e para ser aprovada eram necessários dois terços dos votos, o que claramente não iria acontecer.

    No dia seguinte, 29 de novembro de 1947, Osvaldo Aranha abre a sessão e após alguns discursos começa a votação. Os países foram chamados por ordem alfabética e os votos iam se alternando entre sim e não. Mas a vitória já estava evidente.
    No final Aranha declara: 33 votos a favor, 13 contra, 10 abstenções e 1 ausência.

    Votaram a favor: África do Sul, Austrália, Bélgica, Bolívia, Brasil, Bielorússia, Canadá, Checoslováquia, Costa Rica, Dinamarca, Equador, Estados Unidos, Filipinas, França, Guatemala, Haiti, Holanda, Islândia, Libéria, Luxemburgo, Nicarágua, Noruega, Nova Zelândia, Panamá, Paraguai, Peru, Polônia, República Dominicana, Suécia, Ucrânia, União Soviética, Uruguai e Venezuela.

    Votaram contra: Afeganistão, Arábia Saudita, Cuba, Egito, Grécia, Iêmen, Índia, Irã, Iraque, Líbano, Paquistão, Síria e Turquia.

    Abstenções: Argentina, Chile, China, Colômbia, El Salvador, Etiópia, Honduras, Iugoslávia, México e Reino Unido.

    Ausência: Tailândia.

    Existe uma falsa informação de que houve empate na votação, e que Osvaldo Aranha deu o voto de minerva para decidir a questão, mas essa informação não é verdadeira.

    A Grã-Bretanha retirou-se da Palestina no dia 14 de maio de 1948.

    No dia 15 de maio de 1948 nascia o Estado de Israel.

    Durante o período pré-estado na Palestina, Ben-Gurion foi um dos principais representantes políticos judaicos e tornou-se conhecido como um moderado.

    Ben-Gurion era um forte oponente do movimento do Sionismo Revisionista liderado por Zeev Jabotinsky e o seu sucessor Menachem Begin.

    Ben-Gurion tornou-se primeiro-ministro de Israel em 25 de Janeiro de 1948, um cargo que ocuparia até 1963, com a interrupção de 1953 – 1955.

    De onde foi retirada a afirmação de que Oswaldo Aranha teria sido um “seviçal sionista”, a não ser de alguem conhecido como contrário aos judeus, ignorando por completo a verdade histórica dos fatos?!

  17. Repito: Tendo o grande cientista Albert Einstein sido convidado para o cargo de primeiro presidente de Israel, ele recusou por causa dos muitos receios sobre os rumos que o sionismo estava trilhando. Foi um grande alívio para o sionista socialista David ben-Gurion, que tinha perguntado nervoso ao seu gabinete: “O que faremos se ele disser ‘sim’?”
    Einstein, como se sabe, era um judeu que estava longe, bem longe do sionismo. E mal acreditava em Deus, referindo-se apenas ao Deus de Espinosa. Dizia que era uma mentira, quando falavam sobre suas convicções religiosas. “Eu não acredito em um Deus pessoal, e nunca neguei isso; ao contrário, o disse claramente. Assim, se há algo em mim que possa ser chamado de religioso é a ilimitada admiração pela estrutura do mundo na medida em que nossa ciência possa revela-la.”
    Ben-Gurion era um sionista. Einstein, apenas um cientista judeu.
    Osvaldo Aranha foi um descarado serviçal do sionismo.

  18. Paulo Solon, segundo o judeu Shlomo Sand, o povo judeu foi inventado para tomarem para si parte do crescente fértil, a terra prometida, Canãa.Como pode pertencer ao mesmo povo gente de etnias tão diferentes ? Um armênio, um português, um russo, argelino, um etíope ? No início, qualquer um poderia ir em Israel dizer que era judeu que prontamente era aceito como isralense. Muitos russos que fugiram de Stalin foram para israel se dizendo judeu. Primeiro criaram um povo depois tomaram a terra dos palestinos.

  19. “O povo judeu foi inventado”…

    Depois dessa, só me resta dizer que discutir com vermelhinhos é como jogar xadrez com pombos: eles defecam no tabuleiro, derrubam as peças e saem voando cantando vitória.

  20. Bobbio fala em o homem e suas circunstâncias. Dois homens em circunstâncias diferentes tiveram de decidir sobre o destino de judeus. Essses dois homens eram amigos desde jovens; professavam os mesmos ideais políticos e por eles lutarm nos campos de batalha do Rio Grande do Sul e na Revolução de 1930 que mudou o Brasil com avanços sociais e industriais que até hoje ainda permanecem. Quem foram esses homens: Getúlio Vargas e Oswaldo Aranha. Getúlio na Intentona Comunista de 1935, teve de manter presa Olga Benário, que dizia chamar-se Olga Prestes de nacionalidade portuguêsa, casada com Luis Carlos Prestes. Olga foi julgada e defendida por advogados de alta sabedoria, mesmo assim condenada a deportação para sua terra de orígem: Alemanha. Getúlio assinou a deportação. Muitos dos que leêm e estudam a história mas não a interpretam, culpam Getúlio por não ter mantido Olga no Brasil e a ter entregue aos nazista. Os maus estudandes de história, esquecem de dizer que em 1936 estava se realizando na Alemanha um olimpíada. Lá estavam Estados Unidos, Inglaterra, França e outros paises. Não havia guerra nem campos de concentração. Olga foi deportada em 1936 e só foi morta em 1942. É lógico que ela não foi entregue para ser morta. Ela só morreu pelos azares da guerra. O Exército Alemão começou a perder a guerra, o que fazer com os prisioneiros se não tinha mais comida nem para o exercíto? No meu entendimento poderiam serem soltos, não foram. Preferiram os alemães o extermínio. Mesmo assim podemos dizer que Getúlio “por circunstâncias” teve o destino de uma judia em suas mãos.

  21. Falo agora das circunstâncias que levaram Oswaldo Aranha a decidir com seu voto a criação do estado de Israel. Houve um rodizio e Oswaldo que representava o gover Dutra ficou como presidente nas Nações Unidas e teria que decidir sim ou não para criação de Israel. Como dizer que Oswaldo estava a serviço do sionismo? Tenho certeza que Oswaldo Aranha votou pensando em resolver pacificamente uma situação que atormentava toda a humanidade. As revistas e jornais da época retratavam aquele amontoado de esqueléticos mortos de fome e semi carbonizados, valas com fileiras de cadáveres. Oswaldo um homem bom, humano; sensível ao sofrimento, deve ter decidido seu voto pensando no quadro que era mostrado a toda humanidade. É lógico que não pensou que os judeus fossem se apossar das terras palestinas e continuar massacrado-os até hoje. Oswaldo e sua circunstância teve em suas mãos o destino do povo judeu. Infelizmente para o bem ou para o mal.

  22. Aquino,
    Leva em conta que Oswaldo Aranha presidia a ONU, e não houve voto de minerva seu para desempatar a sessão que votava a respeito do Estado de Israel.
    Aliás, os países que votaram a favor dos israelenses eu os mencionei acima.
    Oswaldo e sua habilidade permitiram que este acontecimento histórico se realizasse, diante das manobras de bastidores que queriam impedir a votação nesse sentido.

  23. Sr. Carlos Newton, perfeito artigo, Caro Sr. Bendl, suas ponderações, corretas, o Sr. Oswaldo Aranha, não tinha “bola de cristal” para ver o futuro, do fato aprovado , em transformar um “sonho de paz” em um pesadelo, até hoje, com muito sangue derramado, em nome de um “Deus de AMOR”, com o “deus”sanguinário até hoje, e que vai continuar, até quando!???
    Infelizmente, o Homem, deixa o “Caim” que traz dentro de “sí”, falar mais alto, e mata o “Abel”, transforma sonho em pesadelo, o Brasil vive hoje essa situação. Um filosofo do passado, procurava com sua lanterna o “HOMEM”, não encontrou até hoje!!!!
    Façamos o BEM sem olhar a quem!! tenhamos consciência de nossos atos, que constroem nossas obras, e por ela seremos julgados, além túmulo. Acreditemos ou não. Está escrito!!!

  24. Uma COUSA é certissima…Se este tal de Osvaldo TIVESSE sido digamos um presidente tb faria a mesma merda que “todos os brilhantes” fizeram ao longo de sua vidas.

    Tem gente que faz um blá..blá..blá… para dar uma apararência a uma cousa , mesmo sabendo que
    a “cousa” que defende tem suas “ligações ocultas”.

    Eu pelos fatos lógicos utilizados..nunca engoli que o “grande ” Osvaldo Aranha… APROVOU o Estado
    de Israel (NAÇÃO RACISTA DE MERDA…BÉLICA POR NATUREZA ..FARSANTE no DNA, MALIGNA
    no seu SANGUE… e MENTIROSA …como um todo…)

    Como pode “aprovar com seu voto” uma NAÇÃO..que tinha toda sua agenda calcada nos famosos
    protocolos s. de sião e em toda “liturgia sionista”? E sabendo que o tal “estado de Israel” seria
    alocado..justamente na palestina ? Hoje sabemos que TODA ..eu disse TODA a liturgia do “sionismo”
    está sendo posta em prática pelo “tal estado de israel” e estes tem até um dia “dedicado ao
    mentiroso holocausto” criado e manipulado por eles mesmos só para angariar a “admiração” pelos
    “sofrimentos que os judeus ” passaram nos “tais campos de concentração”…Uma balela que não
    resiste a uma centelha da lógica..tanto do ponto de vista militar como da logistica .

    Agora pergunto: O que esse tal de Osvaldo fez para a GRANDEZA DO NOSSO AMADO BRASIL ?
    podemos colocá-lo no mesmo nivél digamos de um SAMPAIO..SALDANHA DA GAMA… JOAQUIM JOSÉ..
    e de tantos GRANDES Brasileiros que dignificaram nossa pátria ?

    Qual foi a contribuição EFETIVA deste Sr. para a nossa grandeza histórica ?

    Muitos vão me dizer: Ele deu o voto final para concretizar o sonho sionista DE EXTERMINAR de vez
    os palestinos. Que BELA CONTRIBUIÇÃO. ha..ha..ha..ha..ha..
    (esse degenerado ..pela lógica servia a interesses escussos dos sionistas ..desde que foi guiado a “onu”)

    Portanto o Sr. Paulo Solon ..TEM INTEIRA razão… este Sr. foi um subserviente ao sistema sionista , e o
    precursor da DESTRUIÇÃO dos PALESTINOS e da paz no médio oriente.

    O resto é fato..o resto É HISTÓRIA .

    “Dizem que a IBM..ajudou a catologar os “judeus ” que deveriam ser “exterminados” para que o
    “mundo” tivessem pena dos pobrezinhos …e criassem o “estado da morte e da destruição”.

    YAWHE SEJA LOUVADO..SEMPRE…(esse não É MENTIROSO..)

    Carlos de Jesus -Salvador -Bahia

    • Estranho vc detestar tanto o estado de Israel, se a própria Bíblia, que você sempre faz remissão, entende que ali está o povo escolhido, contradição grande, ainda mais quando se pensa que Jesus era judeu.

      • Só que o Jesus do Novo Testamento, supostamente não era judeu puro-sangue, já que foi concebido “por obra do Espírito Santo”, o qual nem era judeu. E Jesus foi rejeitado pelos judeus, a quem chamou de “raça de víboras”.

    • Carlos,
      Que tu registres o teu ódio para várias direções como todos sabemos neste espaço democrático, mas não podes cometer propositadamente erros históricos.
      Oswaldo Aranha NÃO DEU O VOTO para oficializar o Estado de israel. Há um erro neste sentido que foi dele o voto de minerva.
      Basta pesquisar, antes de se escrever o que não corresponde à realidade dos fatos, só isso.
      Quanto à tua opinião sobre este GRANDE E NOTÁVEL BRASILEIRO, ela é tua, evidentemente compartilhada pelos que desconhecem a nossa história e trazem consigo certos preconceitos, que impedem a visão se ampliar quando se faz necessário.
      Respeitosamente não serão dois ou três pensamentos atuais que modificarão o que se sabe de Oswaldo Aranha quanto ao seu trabalho e desempenho como diplomata, inclusive essa asneira de que ele foi o responsável pela criação do estado judeu, ode ao absurdo e loas à ignorância!

  25. A legalização dessa entidade sionista foi decidida pelas grandes potências e começou a se desenvolver com Lord Balfour na 1a guerra mundial. O Aranha foi só um diplomata na época que formalizou. A questão a se discutir sobre ele é AQUI NO BRASIL, pois foi golpista de 30, figurão da ditadura durante 15 anos e se arrumou com a família AQUI NO RIO. Para mim não teve méritos, ao contrário de um de seus filhos, não me lembro agora se o Oswaldo Aranha Filho (Vavau) ou o Euclydes Aranha Neto (Quica), que se alistou como paisano e partiu para a Itália com os pracinhas. Se não me falha a memória, o que partiu para a Itália estudava Direito aqui no Rio na Faculdade Nacional em 1943. Morou depois na Ladeira do Ascurra, no Cosme Velho, RJ. Os golpista repressores generais Newton Cruz e Otávio Medeiros de 1964 FUGIRAM DA GUERRA E ERAM ENGAJADOS JÁ.

  26. Eu mostrei, com o exemplo do grande cientista Albert Einstein, o que é ser contrário ao sionismo. Declinou o convite para ser o primeiro presidente de Israel, exatamente por ser um judeu inteiramente hostil ao sionismo.
    O que fez o vaidosíssimo Aranha? Subiu no palco para apoiar o sionismo, mesmo sem ser judeu. Não iria perder uma oportunidade dessas de se exibir.

  27. Prezado Paulo Solon,boa noite,muito obrigado pela sua cultura,conhecimento,acima de tudo a elegância e educação. Já tivemos,e teremos divergências,mas,respeito admiração
    continuará inalterados,pois somos civilizados,e gostamos ler vários autores,documentários
    historiadores nacionais e internacionais. Concluímos,que estado Israel foi criado a peso de
    Ouro,e nosso Aranha trouxe na sua bagagens algumas barras,que nosso FONTOURA,aqui
    de Porto Alegre,militante do do antigo PTB sabe. Além disso,tem documentário da BBC ,
    relatórios da ONU,os protesto principalmente dos Argentinos,(PERÓN),na época apoiava
    os Alemães perseguidos. As verdadeiras Maracutais todas comandadas pelo Aranha.
    nesta mesma pré-assembléia era ser criado também o estado Palestino,mais uma vez
    Aranha manobrou a favor de quem??? Dos Brasileiros!!!!!! dos Palestinos!!!!!!.
    Srº Carlos De Jesus,nos brinda,com excelente comentário,botou à Maria Louca no seu
    devido lugar,só falta interna-la,com sintomas distúrbio Bi-Polar.

    • Esse seu comentário acima me parece bem furado. Primeiro, porque o estado de Israel foi DECIDIDO pelas grandes potências, incluindo a União Soviética. Stalin APROVOU. O Brasil nunca foi membro permanente (com direito a veto) do Conselho de Segurança. Segundo, porque um homem como o Aranha, chanceler e de confiança de Getúlio, não precisava trazer ALGUMAS barras de ouro na mala APÓS a criação de Israel, como um contrabandista. Muito mais fácil adquiri-las aqui nas casas de câmbios que vendiam e compravam moedas de ouro livremente do pós guerra até 1964, ao contrário dos EUA que proibiu sob pena de prisão de 1933 até 1976. Era americanófilo, muito bem relacionado com os poderosos lá desde o começo da 2a guerra e podia ter aberto uma baita conta lá. Se dava até com a família dos Carnegie Phipps, poderosos e influentes até hoje nos EUA. Admirava-os tanto, que adotou a mesma farda da coudelaria dos Phipps para o seu stud criado posteriormente aqui no hipódromo ( preto e boné vermelho). O ouro teve valor inalterado (35 dólares) de 1933 até a morte do Aranha em 1960. Muito mais fácil carregar na época notas de MIL DÓLARES que circulavam bem no período. Finalmente, era muito conceituado pelos poucos e riquíssimos judeus brasileiros. Um de seu filhos se casou com a filha do mais prestigiado joalheiro judeu do Rio na época. Mandou política, administrativamente e conseguiu tudo que quis AQUI NO BRASIL, graças ao seu amigo Getúlio Vargas. O único FONTOURA que podia adicionar algo substanciado sobre o Aranha nos EUA morreu em 31 de março de 1963. Chamava-se João Neves da Fontoura, chanceler subseqüente duas vezes, muito mais americanófilo e até servidor da CIA, como já foi revelado. Levou para o túmulo seus segredos. Meu ponto de vista é claro. Governantes ou autoridades brasileiras que nos atrelam a interesses de potências estrangeiras NÃO TÊM MÉRITOS POLÍTICOS para serem louvados, por mais finos, educados e simpáticos que sejam, como foi o Oswaldo Aranha que conheci pessoalmente.

    • Agradeço por seu cumprimento. Tal como alguns aqui, fui testemunho dessa história. Respeito o seu modo de ver, o seu ponto de vista. Aliás, Luiz Fernando, não gosto muito da palavra “interpretação”, preferindo a pura análise dos fatos. Fatos que são divulgados, porque existem os ocultos. Ocultos, mas que podem ser inferidos.

  28. Prezado Amigo..Chicão ..dos Pampas Sulinos…do nosso belissimo..RS…

    Meu nobre,

    Antes de mais nada ..reafirmo minha amizade por vc e por todos os amigos comentaristas
    deste SIGNO da LIBERDADE…cada um tem sua forma de ver os fatos históricos..alguns podem
    divergir..podem deixar os outros “invocados”..como muitos ficaram contra minha pessoa só por
    que protestei contra um Sr. de “notório saber” que coaduna que os nativos..do nosso amado
    Brasil ..TENHAM “AUTONOMIA POLITICA E TERRITORIAL” ..UMA AFRONTA CONTRA A NOSSA
    CARTA MAGNA ..QUE VEDA QUALQUER DIVISÃO TERRITORIAL DE NOSSA AMADA PÁTRIA..
    Fui escorraçado, chamado de louco, e demais vernáculos impróprios..TUDO por que DEFENDI
    A SUPREMACIA DE NOSSA CARTA MAGNA …que está mui acima de de “decisões de colegiado”
    de antigo trf ou apologistas de se dividir a nossa PÁTRIA..em favor dos nativos “.

    Mas…voltemos ao caso..atual..amigo ..Chicão..

    Em seu comentário ..meu nobre vc..de novo me direciona como uma pessoa ODIOSA ..E POUCO MAIS
    A FRENTE ..VC … ME CHAMA DE ASNO…puxa chicão..pegou mal essa sua comparação..tem
    palavras melhor adequadas do que chamar um amigo ( ainda que este tenha suas posições) de ASNO
    confesso que me senti ofendido por vc chicão..MAS eu lhe perdoo por sua deselegãncia no trato
    acima descrito de seu comentário…que tu defendas o “grande diplomata a serviço do sionismo ” tudo
    bem chicão, eu posso escrever ao contrário do que vc pensa assim como os demais..mas DAI sermos
    tachados de ASNO…não ficou legal.

    Agora, falar e escrever a VERDADE sobre os fatos lógicos descritos nos anais da HISTÓRIA..é uma
    FORMA ODIOSA ? Escrever que os IMIGRANTES europeus aportaram aqui a convite, com beneses,
    com agrados, com financiamentos, com terras doadas, com mordomias e mais mordomias sociais
    nunca antes e nem depois DADAS AOS NEGROS ESCRAVOS PÓS LIBERTOS .. é escrever de forma
    ODIOSA..FALAR A VERDADE AGORA É ÓDIO Chicão ?

    ESCREVER que a seita católica destrui..roubou..assassinou nas fogueiras, manipulou, mentiu , fomentou
    a ruina de muitos que dela discordavam, e fez pacto de poder , sangue e morte contra quem entrasse
    em seu caminho.. ESCREVER contra essa podridão desta seita ..é SER UMA PESSOA COM ÓDIO
    meu nobre amigo Chicão ?

    ESCREVER contra cidadãos BRASILIEROS..que fomentam a DIVISÃO TERRITORIAL DE NOSSA AMADA
    PÁTRIA ( Em favor dos nativos…que deviam RESPEITAR E HONRAR A PÁTRIA EM QUE VIVEM ) E isso em CONLUIO com NAÇÕES ESTRANGEIRAS E COM UMA ORGANIZAÇÃO que só
    serve aos interesses ocultos do sistema maligno imperando neste macabro mundo, ESCREVER e
    chamar tais “cidadãos” de TRAIDORES DA PÁTRIA ..É SER ODIOSO Chicão ?

    ESCREVER contra um cidadão que “aprovou de forma direta” a criação de uma nação que por força
    maligna que essa abraça só TROUXE A MORTE , A DESTRUIÇÃO E O SOFRIMENTO ao povo PALESTINO
    MESMO SABENDO que essa NAÇÃO tinha TODA sua cartilha BASEADA NO SIONISMO ? ESCREVER
    CONTRA ESSA TRAIÇÃO AO POVO PALESTINO ..é ser ODIOSO ?

    Puxa amigo Chicão ..então EU VOU CONTINUAR A SER UMA PESSOA ODIOSA, CHEIA DE RANCOR,
    CHEIA DE AMARGURA…Pois estas e demais situações PERVERSAS , CRIMINOSAS E CALCADAS
    NA MAIS PURA MENTIRA…SEMPRE serão motivos de meus comentários “odiosos”.

    E se vc ainda quizer ser meu amigo vai ter que me aceitar do jeito que sou… não vou jogar o
    confete em vc , ou em quem quer que seja apenas para fazer média, vou elogiar quando estiver certa
    essa pessoa e vou “bater” de frente quando ela estiver errada (dentro daquilo que não bate
    com a lógica dos fatos e dos anais da história ).

    Com relação ao que escreveu a Sra. Maria..reitero que YESHUA..não tem nada a ver com essa
    NAÇÃO MALIGNA E SEMEADORA da morte , destruição e sofrimento..que o “sistema maligno
    dominante ” chama de Israel, e que bem LEMBROU o Sr. PAULO SOLON ..QUANDO ESCREVEU QUE
    YESHUA OS CHAMOU DE RAÇA DE VIBORAS..E EU COMPLETO COM QUE FALOU O APÓSTOLO SAULO
    QUANDO CHAMOU OS “JUDEUS” DE : oliveira brava.

    Outra cousa Sra. Maria, o povo” HEBREU” ..foi o povo escolhido…mas com a chegada de YESHUA..
    foi rejeitado pois “TROPEÇOU” NA PEDRA ANGULAR…E OS GENTIOS (O ATUAL POVO HEBREU ESCOLHIDO), NADA TEM HAVER COM ESSA NAÇÃO QUE ORA FAZ ESSA MERDA CONTRA OS PALESTINOS. Os “hebreus” rejeitados por causa de suas incredulidades e desenfreado amor ao dinheiro dominam o mundo atual ..através da bolsa (sistema financeiro internacional).

    isso é fato´..isso é HISTÓRIA.

    YAWHE SEJA LOUVADO SEMPRE….EM YESHUA NOSSO SALVADOR…(ESSE NÃO É MENTIROSO).

    Carlos de Jesus Salvador -Bahia

    • Carlos,
      Não preciso refazer o meu comentário porque não te chamei de asno, por favor.
      Eu também volta e meia digo asneiras e não sou um muar, mas uma pessoa que escorrega quando escrevre algo sem a certeza do que registra.
      Penso que, em se tratando de mera opinião, a forma não precisa ser agressiva, ofensiva, radical, fundamentalista.
      Não tens razão quando abordas a questão dos imigrantes, como se todos os que para cá vieram foram tratados a pão de ló, como se não tivesse dificuldades e se tornaram pessoas ricas naturalmente.
      Os italianos, no Rio Grande do Sul, subiram os morros; suportaram temperaturas abaixo de zero; cultivaram as uvas nas encostas das montanhas; viviam pobremente; fundavam pequenas colônias, e trabalharam duro para transformarem seus vilarejos em cidades exponenciais, como Caxias do Sul, Bento Gonçalves, Flores da Cunha, Garibaldi, Farroupilha …tanto em grandes vinícolas quanto na indústria moveleira e pesada.
      Da mesma forma os alemães, que fugiram de seu país corroído pela inflação após Primeira Guerra, sem comida, emprego, trabalho, sem futuro.
      Vendiam o que lhes sobraram depois da guerra e viajaram para o Brasil, Estados Unidos, Argentina …
      No meu Estado, fixaram-se no vale dos Sinos, e trataram de industrializar aquela região fabricando calçados; curtindo o couro; contaminado-se com produtos químicos; formando igualmente pequenas colônias; desenvolvendo vilas em cidades extraordinárias, tais como Novo Hamburgo, São leopoldo, Gramado, Canela, Nova Petrópolis, incluindo o Vale do Panharana.
      Inegavelmente, a página mais triste e deplorável da nossa história foi a escravidão. No entanto – é difícil aceitar a realidade dos fatos, mas precisa-se se esforçar, sob pena de se viver permanentemente com a mente fixa em situações que foram alteradas com o tempo -, excluindo o período que durou a escravidão, atualmente brancos, negros, pardos, mulatos, mestiços, todos, indistintamente, PASSAM POR DIFICULDADES nesta terra!
      Tivemos há dois anos atrás um debate muito interssante quando houve a criação das cotas raciais, que me posicionei contra e continuo, haja vista a injustiça que se cometeria nem com aqueles que se prepararam para o vestibular e perderam as vagas por conta das cotas, mas contra os que NÃO TIVERAM CHANCES DE FAZER UMA BOA ESCOLA FUNDAMENTAL E MÉDIA, incluindo as cores da pele citadas acima.
      Tu queres compensações hoje em dia pelo sofrimento de nossos irmãos negros no passado, pois entendo que o povo precisaria de oportunidades iguais para crescer, se desenvolver, pois não podemos pagar pela culpa de nossos antepassados, caso contrário só pagaremos pesadas indenizações para os vivos que não sofreram um centésimo de seus bisavós.
      O Brasil é um todo, e não somente um povo ou uma etnia. Se é para um, tem que ser para todos igualitariamente ou estaremos contribuindo para a injustiça seja a medida e não ser abolida.
      A verdade é que alguns nascem bem e outros mal. Ninguém pode ser culpado pela vida alheia, com exceção, Carlos, quando um povo é subjugado como foi o negro, e quem se aproveitou desse trabalho escravo também não foi a população brasileira em geral, mas os donos de engenho, os fazendeiros, principalmente Rio, São Paulo e Minas Gerais pois, no Sul, eles não aguentavam o frio.
      O povo brasileiro era e sempre foi POBRE!
      Ou tem cabimento mais de cinquenta milhões de pessoas entre gente de várias etnias recebendo o bolsa família se não fossem POBRES!?
      Quanto aos judeus, usas de adjetivos que discordo veementemente.
      Não me interessam seus objetivos, alguns são mitos, inclusive, mas porque são seres humanos.
      SOFRERAM MUITO NO SÉCULO PASSADO!
      Desde os Pogroms, na Rússia; nos Estados Unidos; América do Sul; nas várias regiões desse mundo de Deus.
      ANTES DA SEGUNDA GUERRA, foram alvos de perseguições, de prisões em guetos, de perderem suas casas, negócios, propriedades porque foram acusados pelos alemães (nazismo) como culpados pela situação econômica germânica, e de uma raça impura.
      Foram mortos em campos de concentração, perderam familiares, parentes, amigos, seus bens.
      Quiseram volta para a Palestina e não puderam entrar. Lembra do episódio de Êxodus, o navio que levava judeus para a terra sagrada?
      Mais tarde, serviu como filme, com base no livro excepcional de Leon Uris e com o mesmo nome.
      Então discordo daqueles que veem os judeus como inimigos. Se se tornaram um povo à parte não importa, a verdade é que sofreram durante séculos as perseguições da maioria das sociedades mundiais, quase em nível dos escravos negros, que seu amo e senhor lhes tiravam a vida quando queria, além dos castigos e torturas físicas execráveis.
      Ou olhamos para todos os lados, Carlos, ou seremos tendenciosos, e nossas lutas perderão as suas essências.
      Tem gente que vem para o blog para tão somente opinar. Não se preocupa em pesquisar, em dizer a verdade. Não se detém em verificar até onde está sendo sério ou segregacionista, separatista, causador de celeumas desnecessárias, além de explicitamente preconceituoso.
      Ou respeitamos as demais crenças e povos ou de nada adianta reclamarmos de melhores tratamentos e atenções se não nos solidarizamos com o ser humano, menos nutrir ódio e revolta, indignação e diferença.
      Não se progride dessa forma, meu amigo; não se desenvolve a cidadania se queremos ser diferentes dos demais; não merecemos galgar os degraus da evolução se nossa mente está atrelada ao passado e à vingança, à cobrança, à compensação.
      O mérito está no trabalho para SE EVITAR QUE RETORNEM OS ACONTECIMENTOS TÃO INFAMES E VERGONHOSOS À RAÇA HUMANA diante de tantos exemplos que temos.
      Por que ainda nós colaborarmos para que perdurem?
      Então, sou favorável às oportunidades PARA TODOS, indistintamente, e tratemos de refundar esse País em alicerces mais profundos, mais seguros, mais consistentes, quais sejam no respeito e solidariedade a todo homem, mulher e criança e sem nos importarmos de onde vieram, pois são seres humanos que precisam de seres humanos, das qualidades humanas, e não dos defeitos dos humanos.
      Certamente o maior combate é o da pessoa contra ela mesma. Quem sabe não é este o segredo e a grande lição de Jesus?
      Um abraço, baiano.

  29. Gostaria de declarar que, embora nisto eu não acredite, havia na época a versão de que o sionismo cogitava em estabelecer o território de Israel na Amazônia. O então presidente Getúlio Vargas bolou um jeito de enxota-los, incentivando que ficassem por lá mesmo, pelo chamado Oriente Médio.
    Mas vocês sabem, pode haver um fundo de verdade. Getúlio, de coração, era próximo às forças do Eixo. E como se diz em qualquer tempo, “o povo aumenta, mas não inventa”.

  30. Isso é lenda. Os Rothschild entraram pesado no financiamento na Palestina logo após o acordo com o chanceler inglês Lord Balfour, isto é, depois da 1a guerra. E já em meados da década de 20 os chefões sionistas propagavam na Europa para que os judeus se dirigissem à Palestina. Muitos não queriam ir, as cidades européias eram mais cômodas, o Oriente Médio era o fim da picada, os judeus remediados e ricos alemães se recusavam, os sionistas tramaram muitas jogadas, sempre foram diabólicos, mas não vem ao caso agora.

    • Pode ser. Pode ser. Mas que o Oriente Médio é o fim da picada, concordo inteiramente. Sempre foi e sempre será.
      Fico imaginando se um Criador inteligente não sabia que existiam outras plagas na superfície da Terra que pudessem ser destinadas ao “povo eleito”, sem ser5 aquele espaço inóspito e apertado do Oriente Médio, inclusive se apossando de territórios alheios. O Deus de Abraão não sabia da existência do Colorado? De Minas Gerais? Da Austrália e da Nova Zelândia? Da Serra dos Órgãos?
      Já que, conforme a lenda, o Criador abriu o mar Vermelho para o povo eleito passar, não poderia ter aberto uma trilha no Atlântico para seu povo abençoado chegar ao chamado Novo Mundo? Gastaram, segundo a lenda, 40 anos vagueando no deserto! Com o caminho aberto no oceano pelo Deus de Moisés, em linha reta levariam menos de dois anos para chegar ao Novo Mundo, com a vantagem de terem fartura de alimentos frutos do mar, sem precisar do tal de maná. E sem precisar de matar e morrer, como fazem até hoje.
      Acho que estou viajando. Cruz credo, Ave Maria, duvidar do Deus de Moisés!!!
      Em nome do Padre, do Filho e do Espírito Santo, amém!
      Tenho que parar com essa mania de raciocinar.
      Mas que o Oriente Médio é um saco, isto eu não posso deixar de constatar.
      Houve um sultão na Idade Média, que chegou a conquistar Jerusalém, mas morreu de tédio. Não quis ficar por lá. Voltou correndo para sua terra, onde tinha seu harém com suas belíssimas odaliscas. Nada de ficar na chatíssima Judeia.
      Até a época em que os turcos tomaram Jerusalém, que estava de posse dos fatimidas, os peregrinos cristãos tinham acesso à Terra Santa. Peregrinos que tinham feito a longa jornada eram chamados de “palmeiros”, porque eles usavam folhas cruzadas de palmeiras da Palestina.
      Religião é superstição. Mas é muito engraçado. Me divirto. Na Primeira Cruzada, o papa excomungou o bispo de Constantinopla, e o bispo de Constantinopla excomungou o papa. Agosto de 1096.
      Foi nessa Cruzada que houve o primeiro holocausto judeu, dizem. Não acho graça, agora.

    • Que os sionistas jogaram pesado,e fizeram várias manobras,isso nós sabemos,ao ponto
      trazer os negros judeus da ETIÓPIA,para construir no território(na época),hj.Israel.
      De outra banda,sabemos como foi as manobras da assembléia da ONU. Sr.sabe que existe judeu Belga(Kal Max),Europeu,Russos principalmente.Senhor pensador estudioso esperava o que de STALIN ???? Qual a origem da família de STALIN ??? nada $,tudo pelo bem comum,todos anginhos,ha…..ha….ha….
      Eu não afirmei que o Brasil tem assento permanente na ONU.é sr.que fala.Pra mim ONU
      balcão de negócios. COMO SE VÊ,comentário não é FURADO,sr.mesmo está noticiando os fatos.

  31. Deus para testar a fidelidade de Abrão pediu que ele matasse seu próprio filho,Isaac. Abrahão pegou Isaac, puchou o punhal, e na hora que ia desferir o golpe fatal, uma voz gutural soou : Abrão solte o menino , quando abrão afrochou a mão o moleque saiu correndo, Abrahão então gritou ,volte aqui menino deus mandou te soltar. E Isaac disse: votar é o cacete, se eu não fosse ventríloquo eu estaria ferrado.

    • Grande senso de humor, Renato. Deve ter sido o que aconteceu.
      Quem gostaria de ter tido um pai como Abraão? E quem gosta de ter um deus, que para ter certeza das coisas precisa antes “testar”?
      Engraçadíssimo o que você narrou. Interpretação bem humorada de pessoas lúcidas, como você. Não a interpretação delirante dos paranoicos, ou a fraude dos malandros.
      “Voltar é o cacete. Se eu não fosse ventríloquo estaria ferrado!”
      Muito engraçado!
      Como eu iria me divertir, se não fosse as religiões?

  32. Iaco Silva, o filho de Oswaldo Aranha que esteve na campanha da FEB foi o Oswaldo Gudolle Aranha (Vavau). Outra coisa, Oswaldo Aranha esteve na ONU no governo de Eurico Dutra tinha rompido com Getúlio e se filiado a UDN. Quanto a sua coudelaria tinha o nome de Vargem Alegre, e suas cores eram verde e preto. O joquei que montava seus cavalos era José Portilho e a égua de sua coudelaria que ganhou diversas corrida no Joquei Club foi Clareira. Oswaldo Aranha também era aficionado por rinhas de galos de briga. Frequentava muito a Rua Chantecler aos domingos à tarde. Apanhava o lotação no Cosme Velho e ia até o Largo do Pedregulho onde ficava a rua Chantecler. Criava Galos de Briga, tinha até tratador. O ódio doentio que muitos vertem contra Oswaldo Aranha tem motivações ideológicas, inveja, desvio psicológico ou desconhecimento total da história. Até seu grande inimigo Carlos Lacerda que o chamou de mentiroso nunca o acusou de desonesto. A família de Oswaldo era originária de São Paulo. Oswaldo provou nos campos de batalha no Rio Grande do Sul desde 1923, tendo perdido um irmão e sido baleado, que foi um homem que nunca hesitou em ir ao campo raso da luta para defender suas convicções. No cerco de Alegrete repeliu o ataque desfechado pelo famoso tenente Siqueira Campos. Nasceu em família riquissíma e mais rico ficou advogando. Exerceu cargos de importância: Ministro da Justiça, Ministro da Fazenda, Embaixador e outros. Defeitos todo ser humano tem. Agora dizer que Oswaldo era desonesto só mesmo por ódio ideológico, ou desconhecer totalmente nossa história.

    • Vamos primeiro à farda. A do Stud Vargem Alegre, cujo titular foi o Oswaldo Aranha, era PRETO E BONÉ VERMELHO. Nunca as cores por você citada. POR 2 RAZÕES: VERDE E PRETO EM LISTRAS HORIZONTAIS pertenceu ao Srs. Eurico Solanês, cujo filho se casou com uma neta do A.J. Peixoto de Castro Junior, e Guerreiro (Stud Verde e Preto); e VERDE E PRETO EM LISTRAS VERTICAIS pertenceu aos Srs. Roberto e Nelson Seabra (Stud Seabra),filhos do Gervásio e da Assunta Seabra que adorava esmeraldas. É só constatar as cores da Tirolesa (G.P. Brasil de 1950) ou Escorial (tríplice coroado em 1959 e GP. Carlos Pelegrini no mesmo ano em Buenos Aires), pertencente aos irmãos Seabra e a do Espiche (G.P Brasil 1958) comprado pelo Stud do Solanês dos argentinos uma semana antes de vencer por cabeça do Kraus. Estive em todas essa ocasiões. A Clareira, que era filha de um garanhão chamado Cadir comprado pelo Aranha em 1951 não foi o melhor animal do Aranha. Seu melhor animal foi o QUASI, da mesma idade e letra do QUIPROQUÓ anos antes, presente dado pelo Peixoto de Castro. O José Portilho, genro do Armando Rosa, nunca foi contratado ou jóquei oficial do Aranha. O Rigoni montou muito seus cavalos. Ele nunca teve jóquei contratado, como a família Paula Machado (Salfati e O. Ulhoa), o Peixoto de Castro (juan Marchant) ou o Seabra (Francisco “Pancho” Irigoyen). Se duvida, pergunte ao Carlos Newton, consulte os registros do clube no centro ou o Milton Lodi, filho do deputado Euvaldo Lodi, cujo filho é genro do José Carlos Fragoso Pires. Quanto ao ROMPIMENTO do Aranha com o Getúlio, isso não bate com a história. Ele foi íntimo colaborador de Vargas durante 15 anos da ditadura, muito mais que o Dutra, que só apareceu publicamente após a repressão da Praia Vermelha em 1935. Serviu a AMBOS e VOLTOU MINISTRO DA FAZENDA DE VARGAS em 1953, 1 ano antes do suicídio. Rompimento, portanto, para inglês ver. Houve, sim, uma divergência entre ele Aranha e o Dutra na política externa brasileira em 1940, mas também serviu ao Dutra em 1947. Sempre foi americanófilo, servidor dos interesses norte americanos no Brasil, ao contrário do Dutra que “namorou” com o nazi fascismo em 1939 antes de se tornar um descarado lacaio dos interesses dos EUA no Brasil junto com seu chanceler João Neves da Fontoura, hoje provado por documentos desclassificados como agente da CIA. No mais, A POLÍTICA BRASILEIRA NUNCA FOI ÉTICA e HONESTA, principalmente naquela época que o Gregório afanava bicheiros aqui no Distrito Federal e o Beijo Vargas mamou associado em contrato de gaveta no cassino do testa de ferro Joaquim Rolla (Urca), em questões imobiliárias, entre outras tramóias e violências, pois todos se utilizaram da máquina pública para se autopromoverem, nomearem seus apadrinhados (Alzirão, Almirante das Alterosas) para ALTOS CARGOS PÚBLICOS SEM VOTOS OU CONCURSO E CONCEDERAM CARTÓRIOS ( Getúlio deu um cartório ao Benedito Valadares e outros mais) e até outro dia TODOS colocavam placas com seus nomes em obras custeadas pelos contribuintes. No tocante a cartório, o Dutra não me consta ter dado. Minha posição em relação ao Aranha é por ter servido aos interesses dos norte americanos no Brasil, pois minha família já era proprietária de imóveis no bairro onde o Aranha chegou como INQUILINO, além de associada ao Jockey antes dele. Conheci muito essa gente de perto e até o Costa e Silva quando penetrava como coronel na social do jockey Club Brasileiro bem antes do golpe, assim como o irmão da amante do Ademar de Barros. Se você quiser, disponibilize um endereço que lhe mando uma foto em preto e branco que eu mesmo tirei dele com minha velha Leica em 1964 ao lado do genro preferido do José Buarque de Macedo, de um procurador do estado nomeado pelo prefeito do DF Alaor Prata e outros velhos conhecidos na social do clube.

      • Por favor, comentarista. Dizer que Oswaldo Aranha tomava LOTAÇÃO quando morava naquela bela casa que conheci na Ladeira do Ascurra é uma brincadeira. O cara foi ministro da Fazenda 2 VEZES, elegantérrimo desde os anos 30, e lotação (transporte concedido a nível PRECÁRIO) surgiu bem depois da guerra e poucos anos antes de seu falecimento em 1960. Lá em cima, no Cosme Velho, lotação (de cor verde) surgiu em 1957 e circular na zona sul, ida Copacabana ou ida Jockey. Não dava nem para fazer baldeação para a rua Chantecler, em São Cristóvão. Logo depois da guerra surgiu uma linha de ônibus de número 110 (viação Nacional) que ia para o Grajaú, hoje no. 422, e a linha que de lá partia para a Penha depois que ele faleceu. O Carlos Newton é do bairro, sabe e pode comprovar o que estou a dizer. Imagina se no fim da vida o Oswaldo Aranha ia ingressar num lotação ou ônibus, pagar para a um motorista ou trocador e ainda ter que colocar a ficha, que a garotada surrupiava para jogar botão, na caixa antes de descer.

    • Aquino,
      A minha obrigação neste espaço democrático é escrever a verdade, ainda mais do alto da minha idade.
      Aquilo que não sei me informo, mas evito a todo custo apenas e tão somente opinar, mesmo que em alguns momentos eu faça isso.
      Ora, a História não admite versões sobre fatos que ela registra com tanta propriedade e variedade de material à disposição.
      Portanto, basta um pouco de boa vontade e procurar e, desta forma, informar adequadamente e com segurança, sem qualquer especulação.
      Saudações.

  33. “SÓ MENTIROSO”,o cara palída,mentiroso diz tudo. Quem traíu Getúlio política,e amorosa
    mente,digamos assim. Fui “EU” desconhecedor da história. Belo exemplo do grande vulto.
    era bêbado,um jogador. Vou parar por aí, PAULO SOLON,tem toda razão.

    Que par perfeito,puro romantismo,cabo anselmo de mãos dada com a Maria Louca…..

  34. Adorei o artigo. E mais, concordo em gênero, número e grau. Só gostaria de dar uma pincelada sobre Marina Silva. Acredito trata-se de uma candidata inexpressiva. O montante de votos que ela obteve outrora foi lido erroneamente. Isso porque, os votos não eram para ela. Se trata de votos-protesto diante da falta de boas opções. Só isso.

  35. Iaco, é possível que você tenha razão sobre a cor da farda da coudelaria, o joquei o filho, o sogro, de tal e qual cavalo. Não tenho condições de discutir esssas filigranas. Nunca fui aficcionado e nem viciado em corridas de cavalo. Esporadicamente ia ao Hipodromo, mesmo tendo morado na Bartolomeu Mitre alguns anos. Quanto ao Oswaldo apanhar lotação no Cosme Velho, também não vou discutir com você. Eu apanhei um lotação para ir assistir briga de galos na rinha da Chantecler em 1956, e vi Oswaldo Aranha com quem nunca falei, mas conhecia, de terno de linho branco, sentado no banco da frente com um cigarro entre os dedos. No final da linha no Largo do Pedregulho ele saltou eu saltei e fiquei surpreso quando ele entrou na rinha da Chantecler(naquele tempo não era pribido). Para me certificar perguntei a um amigo que me disse é o Oswaldo Aranha sim ele tem galos de briga tem até tratador, Quase sempre aos domingos ele vem aqui assistir as brigas. Pergunto a você que parece o Zé do Caixão e gosta de bater em mortos: Qual o interesse que eu tenho em mentir? Qual a vantagem que eu ganharia com isso? Quanto a acreditar, creia: Pouco se me dá, se acreditarem ou não no que escrevo. Mas eu tenho responsabilidade com o Blog e seus frequentadores. Posso divergir duramente, ironizar, mas não invento nada.

    • Bato POLITICAMENTE em vivo também. Bati e sempre baterei na Dilma por abandonar o Dinis Cabral Filho até morrer sem nada receber nas mãos os calhordas da comissão de Anistia do ministério da Justiça. Ao se comportar assim com as vítimas da ditadura, sacaneando-os e restringindo seus direitos, é até pior que os repressores. Bati também em vivos golpistas de 1964 e paguei caro ÀS MINHAS CUSTAS. Nunca fui indenizado por esses pulhas que jogaram duplo na ditadura e apareceram para encherem os bolsos como gerentes depois que a milicada se retirou com os anéis.

    • Então, comentarista, não cuide saber o que não sabe, porque quando entro é por saber por experiência própria, excelente memória e com muitas reservas para argumentar. Sei de patifarias governamentais no Brasil do arco-da-velha, até da amante do presidente Arthur Bernardes e do filho dela, AINDA VIVO, que se criou às custas do erário e comandou uma votação parlamentar vergonhosa na década passada no governo FHC.

  36. Perfeita sua descrição da atual realidade, eu pessoalmente credito este clima politico anêmico à natureza do atual sistema politico nacional. O sistema presidencialista, principalmente no Brasil, é na verdade uma ditadura por tempo determinado. Tem todos os requisitos para isto pois o executivo usa e abusa das prerrogativas do poder legislativo, leis que são de interesse do executivo são facilmente aprovadas, leis que contrariam a vontade do partido que ocupe o Palácio do Planalto são engavetadas e isto se faz por meio da farra na distribuição dos cargos públicos (que oneram, incham e tornam a máquina pública a cada dia mais ineficiente, isto sem falar na cooptação descarada através dos mensalões. Outro ponto coincidente entre o regime atual e as ditaduras são o personalismo do chefe do executivo, o culto à sua pessoa patrocinado com o dinheiro público além da luta feroz para que o mesmo se mantenha no poder ou ao menos faça seu sucessor (José Serra e sua sanha de alcançar a presidência, mesmo que precise passar por cima de companheiros partidários nos mostra a outra face desta moeda). Estes e outros fatos que os demais leitores poderão apontar, já que não são poucos, mostram o quanto a “democracia” na república presidencialista, tem na verdade uma face tirânica. Acredito que apenas a mudança do sistema e regime de governo mudem esta faxada bisonha de nosso cotidiano politico e seus efeitos nefastos sobre a “vida real”, o dia a dia do cidadão trabalhador, o empreendedor, o usuário dos serviços públicos enfim dos brasileiros como um todo, acredito ainda mais especificamente que a monarquia parlamentarista constitucional seria o meio mais eficaz e eficiente de ser alcançar esta mudança tão necessária ao país. Sim, a monarquia com um monarca vitalício e hereditário, portanto livre dos joguetes e negociatas politicas, livre dos compromissos financeiros com grupos econômicos advindos das campanhas eleitoreiras e que depois são pagos de maneira caríssima por todos nós através do loteamento do patrimônio estatal. Este Chefe de Estado vitalício e hereditário, portanto independente, teria a missão de representar a nação e não teria a necessidade de gastar oceanos de dinheiro público com campanhas publicitarias para “melhorar sua imagem” uma vez que na monarquia a identificação do monarca com seu povo se dá ao longo do tempo, através de suas ações. A este cidadão coroado, que como se pode notar em todas as monarquias constitucionais da atualidade não é mais do que isto, um cidadão com os mesmos deveres que os demais, caberia a atividade de chefiar e representar o Estado e também vigiar e cobrar pela moralidade e legalidade nos atos dos agentes estatais, sejam agentes políticos ou não. Ao lado da forma monárquica de Estado vem a forma parlamentar de governo. Simples, eficiente e democrática. O eleitor escolhe o deputado do partido que mais se identifica com seu perfil (trabalhista, socialista, conservador, liberal, etc) o partido que cativar mais eleitores, e votos, e obtiver maioria na câmara indica o Chefe de Governo (primeiro-ministro, chanceler, chefe de gabinete) e este se mantém na chefia do executivo enquanto seu governo for competente na administração da nação seja 2, 4, 10, 16 ou mais anos. O governo dura enquanto durar sua competência. Aí temos novamente a figura do monarca como regulador das instituições, se o governo for incompetente e mesmo havendo pressão popular para sua queda o parlamento resistir o monarca pode dissolver a câmara e convocar novas eleições de imediato, ele pode tomar esta atitude também em casos de corrupção endêmica como a que vem sendo não apenas tolerada, mas principalmente fomentada por nossos atuais chefes de estado que se dizem “republicanos”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *