A comprovação dos crimes de lesa-pátria: doada por 3 BILHÕES, a Vale compra uma subsidiária por 90 BILHÕES. Inacreditável mas rigorosamente verdadeiro.

Vilé Magalhães

Caro Newton, dando prosseguimento às matérias do mestre Helio Fernandes, que sempre serão atuais, temos este artigo sobre a Vale, uma das mais importantes empresas da América Latina. Aí está uma realidade da traição de FHC e LULA, que não é mais o mesmo que o povo ainda pensa dele.

Helio Fernandes

A Vale foi DOADA por 3 BILHÕES, não entraram com dinheiro algum, nem era preciso. Uma parte do necessário foi bancada pelo BNDES, que desde que foi criado, financiou, patrocinou ou privilegiou tudo que era contra o interesse nacional, da comunidade e do cidadão-contribuinte-eleitor.

Só para o Bradesco-Bradespar, um dos que ganharam fortunas com essa B-A-N-D-A-L-H-E-I-R-A (e que o então presidente Lula considerou I-R-R-E-V-E-R-S-Í-V-E-L) o BNDES emprestou 243 milhões de dólares, na época mais de 800 milhões de reais. Até hoje, ainda não pagou apesar dos lucros de 8 BILHÕES por ano, vergonha nacional. No caso não só o Bradesco.

Não importa o valor da empresa. Transita na Justiça (já em tribunal superior) uma ação contra esse preço miserável pelo qual o povo perdeu uma de suas maiores empresas. Um juiz de primeira instância, sentenciou, “determinar o preço de uma empresa como a Vale, só fazendo perícia”. Elementar, meu caro Watson.

No momento estou mais interessado na compra pela Vale, da mineradora Xstrata. Compraram a Vale, como está dito, por 3 BILHÕES. Agora, compram a Xstrata, por 90 BILHÕES. Quer dizer: em poucos anos, oferecem por uma firma que será apenas subsidiária, 30 vezes o que “pagaram” pela empresa mãe. É evidente que não deram esse salto por causa de uma possível e apregoada administração privada ou uma possível e apregoada administração estatal.

O Poder que a Vale concentrava era tão grande, que pôde chegar onde chegou em tempo tão curto. Sem precisar de capital. Sem ter que amortizar passivo que não existia. Sem ter que disputar ou conquistar mercado, pois a procura por minério no mundo é muito maior do que a produção. Todos esses fatores, reunidos, geraram esses lucros astronômicos. Que deliberadamente são jogados na mídia do mundo para desmoralizar o gerenciamento ESTATAL, aumentar a administração PRIVADA, mostrar que o mundo se desenvolve com a GLOBALIZAÇÃO.

Enquanto o País sangra com essas DOAÇÕES-PRIVATIZAÇÕES de FHC que o presidente Lula não anulou, lembremos rapidamente desse ato vergonhoso de entregar uma das maiores empresas do Brasil. E FHC, que pretendia DOAR outras, DOOU muitas, recuou em algumas, como no caso da Petrobras. Mas implantou as LICITAÇÕES multinacionais.

A DOAÇÃO da Vale foi escabrosa. Mas devíamos pelo menos fazer uma CPI para devassar tudo. Um governo DEVASSO, com o de FHC, tem que ser DEVASSADO. Nunca será. O Brasil está literal e textualmente VENDIDO, arranjaram a justificativa da globalização. E FHC, criativo, dizia: “Temos que PRIVATIZAR para pagar as dívidas”. Mas o nosso patrimônio foi consideravelmente reduzido, a DÍVIDA cresceu de forma gigantesca. De 62 bilhões quando assumiu, para mais de 800 bilhões quando DESASSUMIU, oito anos depois.

Agora, todos perguntam: “A saída, onde está a saída?” Estaria na oposição atuante e esclarecedora e também em membros do governo, atentos e fiscalizadores. Os dois lados falharam pela impunidade decorrente da omissão. Agora, teríamos que movimentar ou mobilizar órgãos de passado respeitável, como a OAB, ABI, Clube de Engenharia, e outros que realmente se preocupassem com o destino e o futuro do Brasil.

***

PS – Só uma ação conjunta de órgãos e pessoas, seria capaz de destruir esses grupos que enriquecem com o nosso empobrecimento. E já estão tentando privatizar novos órgãos importantes. Que República.

 

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *