A corrupção eleitoral e a mentira

O Brasil descobriu o quanto o seu sistema político-administrativo é corrupto no comportamento de seus dirigentes. Não percebeu ainda as outras formas de corrupção que esse sistema carrega.

Mesmo quando um político ou administrador não desvia dinheiro para sua conta pessoal, ele está sendo corrupto quando desperdiça recursos, beneficia apenas privilegiados, depreda o meio ambiente, aumenta a violência, provoca escassez ou inflação. Essa é uma forma discreta, às vezes mais grave, de corrupção, pelo seu tamanho e pela duração nos impactos negativos dos resultados. Por exemplo, num tempo em que a população não tem água potável nem tratamento de esgoto e as escolas estão degradadas, é corrupção construir prédios públicos suntuosos, mesmo sem apropriação privada do dinheiro público.

Outra corrupção política é a velha fraude eleitoral que foi praticada no Brasil ao longo da história. As urnas eletrônicas permitem imaginar que essa corrupção foi eliminada, pelo menos até quando algum hacker for capaz de manipular os dados eleitorais. Se essa corrupção parece superada no momento, a atual eleição tem sido exemplo de outra corrupção eleitoral pelo sistemático uso de marketing, com mentiras para desconstruir as imagens dos oponentes. É a corrupção do tipo Joseph Goebbels.

O debate e o enfrentamento de ideias são características fundamentais da democracia. Seria extremamente positivo um debate sério sobre o impacto da autonomia do Banco Central: se essa é uma forma de proteger a moeda ou, ao contrário, de entregá-la à voracidade do sistema financeiro. Mas uma forma de corrupção eleitoral é repetir, até virar verdade na opinião do eleitor, que a autonomia do Banco Central seria a forma encontrada por uma candidata para tirar comida da mesa dos pobres e enriquecer os ricos banqueiros. Dizer que um candidato vai desfazer programas sociais que estão previstos no próprio projeto do candidato também é uma forma de corrupção.

FRAUDE PELA MENTIRA

A fraude pela mentira é grave porque perverte a própria democracia, graças aos truques de marketing que transformam mentiras em verdades. A fraude corrompe por meio do desconhecimento que o eleitor tem da realidade e pela dificuldade de analisar os discursos no curto período eleitoral. Nas últimas semanas, o candidato Aécio Neves acusou Marina Silva de ser o mesmo que o PT, a candidata Dilma Rousseff acusou Marina Silva de ser igual ao PSDB, e o eleitor acreditou nas duas afirmações, mesmo que uma anule a outra.

Ninguém pode criar regras para impedir a mentira nas campanhas. A única maneira de abortar a corrupção eleitoral da mentira é educar o eleitor. Eis a maior das corrupções da política no Brasil: o desprezo à educação de nossas crianças e, consequentemente, da população. A esperteza praticada pelo político é a mãe da corrupção, o pai é o desconhecimento do eleitor. Talvez, por isso, a esperteza não trabalhe para eliminar o desconhecimento.

14 thoughts on “A corrupção eleitoral e a mentira

  1. Desde o advento do mensalão ficou comprovado que a corrupção é um meio utilizado pelo PT na tentativa de derrubar as nossas instituições e, por fim, sucumbir a nossa democracia e subsmeter o país a um regime ditatoria fascista de esquerda nos moldes castristas e bolibarianos.

    A corrupção é um meio que o graei petista, submetida à organização suprapartidária (Foro de São Paulo) se utiliza para submeter o país às diretrizes marxistas-leninistas.

    Se o que o PT quer para o nosso país fosse bom, não haveria necessidade de utilizar a corrupção como meio para se atingir tal fim. Não é mesmo?!

    FORA DILMA, E LEVE O PT JUNTO!

  2. Mestre Cristovam Buarque,

    Só um adendo: colocar programas sociais num projeto de governo e NÃO CUMPRI-LOS também é CORRUPÇÃO, é FALSIDADE IDEOLÓGICA, não é verdade?
    Por exemplo: tem gente por aí que ESCREVEU que vai acabar com a reeleição…
    Não irá, efetivamente!
    Isso não é corrupção? Apoiar candidatos desse naipe TAMBÉM não seria ENDOSSAR a corrupção?

    Saudações,

    Carlos Cazé.

    PS: não esquecendo, claro, que tem gente, por aí, que NÃO colocou NADA de substancial, nos projetos, porque NÃO FEZ NADA, ATÉ HOJE, por que faria, agora? Rsrsrs

  3. À beira do caos econômico

    Desde início da grande crise do sistema capitalista, em 2009, fazendo milhares de falências e desempregados no primeiro mundo, que o governo Dilma/PT, tem conseguido a incrível proeza de manter nossa economia estável e de pleno emprego. Por conta disso, em setembro de 2013, segundo pesquisas divulgadas, ela desfrutava imbatível posição diante de seus adversários. Por esse tempo, Dilma/PT teria sido eleita já no primeiro turno e com folga.

    De setembro para cá, nada de consistente aconteceu com nossa economia que pudesse justificar sua queda eleitoral da confortável posição que ocupava. De consistente, foi a inacreditavelmente, irresponsáveis seguidas badernas e vandalismos por todo o Brasil, dirigidas pela turma de preto, integrantes de facções originadas dos antigos serviços de informação da ditadura militar, SNI, CENIMAR e outros mais, descontentes com a Comissão da Verdade.

    Não satisfeitos com as badernas e vandalismos objetivando estabelecer clima de insegurança e de medo tentando empurrar a economia do Brasil para caos, foram adiante, impedindo o governo Dilma/PT tirar qualquer tipo de proveito eleitoral da quase certa vitória do Brasil na Copa do Mundo. A turma de preto, foi capaz de montar o impensável bloqueio de nossa seleção, resultando na vergonhosa derrota contra a Alemanha de 7×1. Afinal, Alemanha não podia adivinhar, nem acreditar, que a porteira estava aberta. Dizem que a goleada só não foi ainda maior por conta de ordens vinda da Alemanha. Tiraram de nosso povo, principalmente das classes mais humilde, a grande alegria de ver o Brasil ser Hexa Campeão do Mundo.

    Essa turma, comprometidas com o pesado carma da ditadura militar, sem arrependimento algum, não percebem que escaparam da justiça dos homens, mas não escaparão da justiça de Deus. Não percebem que aqui estamos para evolução espiritual. Estão perdendo a grande oportunidade, única, de vir a público, em alto e bom tom, corajosamente, admitir seus erros, mostrando incontestável arrependimento passando para a Comissão da Verdade, o paradeiro dos desaparecidos junto com demais esclarecimentos. Errar faz parte da nossa atrasada alma.

    Está em mãos dos dirigentes da turma de preto por fim ao perturbador estado de coisas da ditadura militar, trazendo a paz e desarmando espíritos, entregando aos cuidados da história, as trágicas ocorrências dos anos de chumbo. Basta ter a coragem de ficar diante de Deus, de coração aberto, esclarecendo fatos não revelados para que nunca mais semelhantes barbáries venham ocorrer outra vez, em qualquer época, tipo de regime e de governo.

    Também, está em mãos da turma de preto, liberar seus comandados para votar em Dilma/PT. Sem isso, estão expondo o Brasil ao possível desmonte econômico e industrial por devastadoras privatizações, que por certo virão num eventual governo Aécio/PSDB, com FHC/PSDB e Armínio Fraga, com privatizações da Petrobras, Eletrobras, Banco do Brasil, Caixa Econômica, CEDAE, SABESP e outras joias do povo, fazendo milhares e milhares de desempregados e de falidos por todo o Brasil, como nos tempos das privatizações FHC/PSDB. Com a continuada grande crise mundial, a violência no Brasil, poderá chegar a níveis das do Iraque, Líbia e Síria. Ainda é possível evitar tamanha desgraça. Que Deus nos ilumine.

    • Este MAV continua postando sistematicamente a mesma mentira. Talvez ele entenda de economia tanto quanto o Lulla entende de honestidade. O Brasil desde o ano passado vem rejeitando a corrupção generalizada do governo do PT e o MAV fica perguntando qual é o problema na economia? Vir dizer este tipo de bobagem aqui na Tribuna é perda de tempo. Ele deveria frequentar os sites destinados ao bolsa-miséria, pois lá ele poderia ter uma boa audiência para este tipo de postagem cretina.

  4. Um povo que assiste e aplaude Xuxa, Faustao, Galvão, Luciano Hulk, Big Brother, novelas, zorra total, Regina Case ,etc. Um povo que não lê, não lê nem jornal… Democracia?????????

  5. Cristóvão Buarque está certo quanto ao desvio ou desperdício do dinheiro público nestes 12 anos de governo corruPTo.
    Quantas escolas, hospitais, saneamento básico poderiam ser feitos com ele?

    E o dinheiro público que foi para as ditaduras africanas e dos castros em Cuba?
    Uma fortuna do nosso povo que precisava deste dinheiro para suas necessidades básicas.
    HEDIONDO.

  6. Os parlamentares eleitos refletem o que o país é… o que o povão gosta… programas de auditório… Bem disse o filósofo Platão (328-348 aC ) na antiga Grécia: “quem conta histórias (mídias) controla um povo”. Histórias não apenas no sentido de ficção, mas de realidade tb, pois o que acontece no cotidiano faz parte da História, logo… “tudo é História” como diria antiga coleção de livros da editora Brasiliense.

  7. Pura evidência

    Gostaria que alguém apontasse um único governo, em qualquer parte do mundo, que comprovadamente, ficou bem longe da maldita corrupção. Se na poderosa China, roubar é ato suficiente para ser despachado desse mundo para o outro, imaginem nos demais lugares do mundo, destituídos da penalidade máxima para corruptos e corruptores. Normalmente, a roubalheira só vem a tona quando aparece tiroteio entre as elites na hora da partilha do roubo. Aí, chamam a Globo.

  8. Mentiras…mentiras…

    Integrantes do alto escalão da campanha de Luiz Inácio Lula da Silva defendem a colaboração do presidente do Banco Central, Armínio Fraga, em um eventual governo do PT, no mínimo como um consultor informal.

    Petistas com voz ativa na campanha consultados pela Folha vêem o presidente do BC como peça importante para o período de transição e para a fase subsequente à hipotética posse de Lula.

    Há quem sugira até a criação de uma espécie de “conselho” para assessorar o governo, do qual Armínio poderia constar. Não há ainda posicionamento formal do partido quanto a isso, entretanto.

    Já a manutenção de Armínio no cargo pelo PT é definida por um líder partidário como “difícil”.

    O presidente do BC, cuja indicação, em 1999, foi recebida com críticas ácidas por lideranças petistas, hoje é respeitado dentro do núcleo moderado do partido.

    É tido, inclusive por Lula, como técnico competente, que se preocupa mais com a economia do que com posicionamentos partidários. Acima de tudo, é considerado bom negociador, mantendo relação estreita com um dos porta-vozes econômicos do PT, Aloizio Mercadante (SP).

    Tais características destoam radicalmente, segundo o PT, da personalidade de figuras como o ministro da Fazenda, Pedro Malan, e o ex-presidente do BC Gustavo Franco, vistos como arrogantes e com tendência a politizar demais suas ações.

    Segundo a Folha apurou junto ao alto escalão petista, existe pontualmente no partido o desejo de que Armínio permaneça à frente do BC pelo menos no início do governo Lula, para emprestar credibilidade ao governo e sinalizar ao mercado que mudanças de rota bruscas não serão feitas.

    http://www1.folha.uol.com.br/folha/brasil/ult96u35701.shtml

  9. Não concordo com a análise que culpa a falta de educação do povo brasileiro pelo nosso atraso político. Cheguei a esta conclusão quando vi na TV a formação dos EUA. Os formadores dos EUA eram empreendedores, homens das ciências, dos estudos, foram uma referência moral para o povo americano. Os empresários americanos do petróleo, do aço, e do transporte ferroviário se arriscaram, investiram, construíram pontes, estradas, usinas para desenvolver os EUA e gerar emprego e riqueza para o povo americano. Estes empresários foram referências de empreendedorismo, foram referências para outros empresários. A elite brasileira é que não constrói nada, não muda nada, não reforma nada, não dá nenhuma referência positiva para o povo. No Congresso, quase todos são diplomados, e aí, de que adianta ? Espreme, espreme e não sai nada. Só querem a boa vida do poder, enriquecer pendurado no orçamento público. Os intelectuais , juristas, brasileiros instruídos, mas o povo ri deles pela total falta de praticidade e bom senso . Os empresários brasileiros, quem são, se quase tudo no Brasil é produzido por multinacional, e os que se dizem empresários brasileiros, não se arriscam , O BNDES e o Banco do Brasil se arriscam por eles ? Nestas eleições, muitos filhos de políticos tradicionais se elegeram com muitos votos. Eles são estudados, diplomados, veremos o que farão com todo o preparo escolar adquirido nas melhores escolas do país.

  10. Caro Renato Lima, está certo, os “letrados” abusam dos “não letrados”, que sobrevivem no “pão e circo”, “me engana que eu gosto” e mulher de malandro, quanto mais porrada levo, mais gosto”. Os filhos, serão continuidade dos pais!??, pois, o exemplo recebido é de “imoralidade”, eles são culpados, NÃO, o eleitor semi analfabeto, que se contenta com as “bolsas esmolas e cotas”.
    Tinha a Esperança de renovação de 80% dos legislativos e NÃO reeleição, aplicação da recomendação de EÇA DE QUEIROZ, ” a Esperança saiu da UTI, para morrer”.
    O BRSIL investe em ESCOLA QUE ENSINE, ou vai continuar a ser republiqueta, a eleger e reeleger safados como se vestais fossem.
    A fala no horário gratuito enoja e da asco, NÃO REELEGER É PRECISO, para tirar o Brasil da LAMA DA CORRUPÇÃO DESENFREADA,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *