“A cruz é pesada” reclama Bolsonaro após “cascas de banana, ingratidões e decepções”

Bolsonaro sinalizou que pode tentar a reeleição em 2022

Gustavo Uribe
Folha

Em uma semana em que enfrentou dois escândalos na gestão federal, o presidente Jair Bolsonaro fez um desabafo público neste sábado, dia 18, e disse não saber como pessoas de bem ficam felizes com um cargo no Poder Executivo.

No evento de mobilização do Aliança pelo Brasil promovido no Distrito Federal, partido que pretende viabilizar neste ano, ele se queixou de “decepções” e “ingratidões” e acrescentou que “cascas de banana” têm feito “vítimas fatais” em seu governo.

CHEFE DA SECOM – Na quarta-feira, dia 15, a Folha revelou que o chefe da Secom (Secretaria de Comunicação Social), Fabio Wajngarten, recebe, por meio de uma empresa da qual é sócio, dinheiro de emissoras de televisão e de agências de publicidade contratadas pelo governo federal.

Dois dias depois, o secretário especial de Cultura, Roberto Alvim, foi demitido após ter parafraseado, em um vídeo institucional, Joseph Goebbels, ministro da propaganda da Alemanha nazista. Antes de ser exonerado, o então auxiliar presidencial se referiu ao episódio como uma “casca de banana”.

“VÍTIMAS” – “Não podemos esquecer que as cascas de banana não aparecem na tua frente do nada. Alguém coloca ali. E é comum acontecer em meu governo. A grande maioria a gente consegue desviar delas. Mas de vez em quando algumas fazem com que vítimas fatais apareçam”, disse.

No início do evento, ao qual havia decidido em um primeiro momento não comparecer, ele chegou a chorar durante a execução do Hino Nacional. No discurso, disse que sabia que a rotina de presidente “não seria fácil” e que o exercício do mandato é “coisa pesada”.

“COISA PESADA”– “Eu sabia que não seria fácil. Sabia do peso sobre as minhas costas eu vencendo a eleição. A cruz é pesada. Eu não sei como pessoas de bem possam ficar felizes com cargo no Poder Executivo. Não sei”, afirmou. “A coisa é pesada. Decepções, ingratidões e gente que se revela depois que assume o poder”, ressaltou.

Ele voltou a dizer que “nenhum denúncia de corrupção” se abateu sobre a sua equipe de ministros, apesar de dois auxiliares presidenciais, Marcelo Álvaro Antônio (Turismo) e Ricardo Salles (Meio Ambiente), serem investigados pelo Ministério Público.

ALHEIO À VONTADE – “Graças a Deus nenhuma denúncia de corrupção se abateu sobre os nossos ministros, presidentes de estatais e cargos oficiais. Pode acontecer alguma coisa? Pode. Mas será alheio à nossa vontade. E buscaremos uma solução o mais rápido possível”, afirmou.

Bolsonaro criticou a imprensa, dizendo que ela quer o mal do governo, disse que pode tentar a reeleição em 2022 e sinalizou que pode disputar novamente o cargo de presidente no futuro, após encerrado o período de oito anos previsto na Constituição Federal.

PELA BEM-ESTAR – “Não é uma lua de mel. É um casamento de quatro ou oito anos. Ou, quem sabe, por mais tempo lá na frente. É um casamento que os frutos serão o bem-estar desse povo”, indicou.

Ao longo deste mês, o Aliança pelo Brasil tem feito uma série de eventos para conseguir apoio suficiente para viabilizar o registro da legenda na Justiça Eleitoral. Para participar das eleições municipais, são necessárias 492 mil assinaturas até abril, o que o próprio presidente considera quase impossível.

MUDANÇA DE PLANO – Para não melindrar outras unidades federativas, ele havia informado a auxiliares presidenciais que não compareceria ao evento no Distrito Federal. Neste sábado, dia 18, no entanto, ele mudou de ideia e foi ao encontro, mesmo com o risco de criar insatisfação com a base da nova sigla.

Segundo aliados do presidente, ele decidiu ir de última hora para dar uma satisfação a eleitores bolsonaristas sobre o motivo de ter sancionado um fundo eleitoral de R$ 2 bilhões no Orçamento de 2020, decisão criticada por simpatizantes do governo.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG – Os aliados de Bolsonaro são, em parte, os responsáveis pelas “cascas de banana” que têm contribuído para os deslizes da sua gestão. São molecagens mal intencionadas que não correspondem às responsabilidades dos cargos. E, pior, depois tentam justificar que as escorregadas são “coincidências” mal interpretadas, como tentou inicialmente dizer o ex-secretário de Cultura, que aliás não caiu por se aproximar do pensamento nazista. Caiu por não ser discreto. E não fica por aí. Entram no rol de trapalhões o ministro Abraham Weintraub com suas tiradas polêmicas, os filhos 01,02 e 03 (temporariamente em silêncio), além de alguns mais chegados, entre tantos outros. Com uma turma dessas, o presidente não precisa de inimigos. Em tempo, se Bolsonaro reclama que a sua “cruz é pesada”, por que disse que pode tentar a reeleição em 2022 e sinalizou que pode disputar novamente o cargo de presidente no futuro ? Masoquismo ou amor ao bem maior ? (Marcelo Copelli)

34 thoughts on ““A cruz é pesada” reclama Bolsonaro após “cascas de banana, ingratidões e decepções”

  1. “Não farás para ti imagem de escultura, nem semelhança alguma do que há em cima no céu(Cruzeiro do Sul), nem em baixo na terra, nem nas águas debaixo da terra;
    Não te encurvarás a elas, nem as servirás; porque eu, o Senhor teu Deus, sou Deus zeloso, que visito a iniqüidade dos pais nos filhos, até a terceira e quarta geração daqueles que me odeiam.

    Deuteronômio 5:8,9

  2. FOLHA DE SÃO PAULO – 19/01/2020

    EDIÇÃO IMPRESSA

    PARTIDOS DEVEM FAVORECER CACIQUES E REPETIR MODELO DO LARANJAL NO RATEIO DO FUNDÃO

    Com verba de R$ 2 bi , só 4 de 24 legendas falam em aperfeiçoar processos de escolha e condução das candidaturas femininas

    https://www1.folha.uol.com.br/poder/2020/01/partidos-devem-favorecer-caciques-e-repetir-modelo-do-laranjal-no-rateio-do-fundao.shtml?utm_source=newsletter&utm_medium=email&utm_campaign=newsfolha

  3. Os aliados de Bolsonaro são os militares, evangélicos, agricultores, empresários, monarquistas e empresários em geral. Enquanto estiver com o povo, não tem com o que se preocupar. A impren$a não elege mais ninguém, foi se o tempo…

  4. GOVERNO LIMPO – Sim, sabemos que você não iria — e nem irá — prestar sua autoridade a um governo corrupto e servil. São pavorosos defeitos que até agora, já passados perto de 13 meses, ninguém pode acusar o presidente Jair Bolsonaro, seus ministros e demais membros de sua equipe de governo, destas pragas que infestaram o nosso Brasil nos últimos anos. Quiçá, desde o descobrimento.Será que o presidente Bolsonaro leu o artigo de ontem aqui na Tribuna da Internet. Bolsonaro fez questão de dizer o que o artigo de ontem afirmou. A conferir:

  5. ” Cascas de banana”, ou cascas do banana ? A cruz é realmente pesada, para o povo, que já não a aguenta mais tanta enganação, como cantado na Avenida Sapucaí, porque para os reis e rainhas da comilança e da mamação no erário, o Brasil é só alegria, mas quando sair o fulano, entrar o sicrano, depois o beltrano e voltar o fulano vai ficar tudo melhor, mas entra golpe e sai golpe, entra eleição e sai eleição, e tudo fica cada vez pior, sob o comando dos sistema podre, protagonizado pela direita, esquerda e centro, enquanto filhotão de ouro do golpismo ditatorial, do partidarismo eleitoral e dos seus tentáculos, velhaco$.

  6. “Jamais o sistema podia sonhar que uma pessoa, com o nosso perfil, poderia chegar à Presidência da República”, afirmou Bolsonaro em discurso no evento, em Brasília. “A facada só aconteceu quando este sistema teve a certeza de que a única maneira de nos deter seria a eliminação física. E não é a toa que o assassino é protegido até hoje. O sistema protege esta pessoa”, acrescentou Bolsonaro

    • Bô, chega de choro. Faça alguma coisa que preste – finja que é macho e mantenha a sua palavra. Foi vergonhoso voltar atrás no veto ao Fundão e alegar que poderia ser impeached. Assim não dá. Não dá para falar grosso, depois desmunhecar, e esperar que acreditemos na sua testostesterona.

  7. A unica certeza é a de que daqui pra frente a situação do Brasil vai ficar cada vez pior.
    Esta tudo errado , e vai ficar tudo mais errado ainda.
    O pior ainda esta por vir.
    O caos e a desordem já estão implantados.
    Uma guera civil poderá mudar o estado atual das coisas.

  8. presidente, se a cruz está pesada pro Sr. que usufrui das benesses do poder e, a sua família inteira tem um futuro garantido pra lá de razoável, porque nunca mais serão povo, imagine o POVO de verdade que carrega uma outra cruz, A DE PAGAR POR TODA ESTA DOENÇA, sem ter absolutamente nada em troca. O único privilégio do esfoliado contribuinte é viver nesta terra arrasada e ver ABSOLUTAMENTE TODOS OS POLÍTICOS ENRIQUECEREM AS NOSSAS CUSTAS.

    Os políticos são profissionais de um negócio, que jorra dinheiro aos borbotões nos seus enormes bolsos (cuecas e etc…)
    A cruz é tão pesada, que não exitam em colocar os filhos, esposas, ex-esposas, primos, enteados e todos aqueles que gozam da confiança em família. Enfim, como se diz por aí, pros mais chegados. Que cruz, credo!
    Tem pra todo mundo, porque o dinheiro é garantido, O POVO BANCA!

    E, se algo der errado no percurso destes que “trabalham pro povo” É for pego em alguma falcatrua, não tem problema, já contam com uma equipe jurídica regiamente paga com o bolso de quem?
    Ora, ora… do próprio povo! Assim o fruto do assalto fica livre se despesas desagradáveis.
    Parece piada mas não é.
    Se mesmo assim não funcionar, tipo complicar a situação e alguém for em cana, é só ficar um bocadinho na jaula que terão juízes (stf) competentíssimos na arte de soltar meliantes, tratarão do assunto com todo carinho pra livrar um igual, dirão que não há provas suficientes pra colocar o digníssimo ladrão no xilindró por muitos anos. Tudo foi delatado mas nada comprovado, porque o delator é um mentiroso, um verdadeiro artista da dramaturgia, muito criativo, mas, um MENTIROSO!
    E aí, Bingo! A rua espera o “dedicado trabalhador” pra usufruir da mamata, com uma vida nababesca.

    Uma verdadeira fórmula de sucesso!!

    Nada como “trabalhar honestamente” na empresa do POVO.
    É só lucro, sem riscos ou prejuízos, a fórmula perfeita.
    O Nirvana!

    Então presidente, não sacrifique mais sua prole, tire imediatamente a pesada cruz das costas dos meninos e principalmente da sua.
    Que ideia é essa de já ter ventilado a hipótese da sua pequena entrar na política lá na frente? Que coisa mais esdrúxula, presidente!! Como pode desejar que a sua filhota também carregue a cruz? O sr. já não aprendeu na própria pele? Seja um bom pai e deixe-a ir trabalhar na vida privada, já que a vida pública é uma cruz muito pesada. Talvez o sr. a convença de ser uma empreendedora como milhões no brasil, aí sim. não tem cruz, é só bonança e maré mansa. SQN! rsrs

    Não se sacrifique mais por nós, deixe pra outro sofrer no seu lugar, pois só um maluco pensaria em tentar a reeleição em 2022, e disputar novamente o cargo de presidente no futuro.
    Juro pro sr, que não entendi.

    Xá pra lá, presidente, não vale nada esse sacrifício que ninguém reconhece, afinal, todos conspiram contra a sua família e o seu governo, como disse, é uma falta de paz TERRÍVEL!!

    presidente, não queremos é não desejamos este mal pro Sr.

    Em tempo, não me comovem mais as lágrimas dos políticos, porque atrás de cada lágrima tem uma sacanagem sendo engendrada. Além do mais, NENHUM político se comove com as lágrimas de sangue do povo, nem com as dores físicas e muito menos com a própria morte.

    Vá curtir a vida, aproveite bastante e seja feliz. Afinal o sr. não é mais um garoto.
    São os sinceros votos daqueles que o colocaram lá, e não querem o seu mal.
    Atenciosamente,
    O Povo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *