A fila anda e já está preso o primeiro ex-deputado pelo esquema das “rachadinhas” no Rio

RJ: Ex-deputado Silas Bento e filho são presos por 'rachadinha' na Alerj - ISTOÉ Independente

Silas e o filho ficavam com 88% do salário da assessora dele

Deu na Agência Brasil

O Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) prendeu hoje (23/10) o ex-deputado estadual Silas Bento e o filho dele, Vanderson Bento, acusados de participar de um esquema de rachadinha no gabinete de Silas, na Assembleia Legislativa do Rio (Alerj). Os mandados de prisão preventiva foram expedidos pela 2ª Vara Criminal de Cabo Frio.

Segundo a denúncia do MPRJ, uma das assessoras de Silas Bento foi nomeada em janeiro de 2017 para seu gabinete, com a condição de repassar R$ 10 mil de seu salário de R$ 11 mil para Vanderson. A assessora não precisaria comparecer ao gabinete.

PREJUÍZO ALTO – O prejuízo causado pelo suposto esquema aos cofres públicos pode ter chegado a R$ 250 mil.

A assessora terá que comparecer mensalmente à Justiça e não poderá manter contato com Silas ou com o filho dele. Os três foram denunciados por organização criminosa e peculato.

Já o ex-deputado Silas foi denunciado também por lavagem de dinheiro e extorsão.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG
A fila começou a andar. Para quem reclamava que as investigações eram dirigidas a Flávio Bolsonaro para atingir o pai dele, a prisão de Silas Bento e de seus filho Vanderson Bento mostra que pai e filho podem ser presos juntos, como já aconteceu com Paulo Maluf. (C.N.)

3 thoughts on “A fila anda e já está preso o primeiro ex-deputado pelo esquema das “rachadinhas” no Rio

    • O contribuinte paga um dinheirão para financiar essas falcatruas chamadas de rachadinhas.
      Esse crime é tão grande e pode e deve ser tipicado como formaçao de quadrilha porque sempre envoçve pelo menos três, o que se deixa levar por ter um emprego, um outro que pega o dinheiro e o parlamentar que nomeou o sem vergonha e fica com a amior parte.
      Deve ser enquadrado também em peculato, sem nenhuma dúvida, e falsidade ideológica.
      E para finalizar, em lavagem de dinheiro e lesa pátria.
      Se assim fosse interpretado pelas autoridades jurídicas que ganham muito bem em um apis de miseráveis que pagam as contas da corrupção e pela falta do efetivo combate.
      O importante agora e2 acreditar que iremos ter uma nova postura da jistiça e condenar toda essa gente por este crime odiendo porque leva milhoes de brasileiros a perderem seus direiros à saúde, a educação, à segurança, etc.

  1. Informação completa.
    CN se possível publicar na Home Page
    André Ceciliano (PT)
    R$ 49,3

    Paulo Ramos (PDT)
    R$ 30,3

    Márcio Pacheco (PSC)
    R$ 25,3

    Luiz Martins (PDT)
    (preso) R$ 18,5

    Dr. Deodalto (DEM)
    R$ 16,3

    Carlos Minc (PSB)
    R$ 16,0

    Coronel Jairo (SD)
    (preso) R$ 10,2

    Marcos Müller (PHS)
    R$ 7,8

    Luiz Paulo (PSDB)
    R$ 7,1

    Tio Carlos (SD)
    R$ 4,3

    Pedro Augusto (MDB)
    R$ 4,1

    Átila Nunes (MDB)
    R$ 2,2

    Iranildo Campos (SD)
    R$ 2,2

    Márcia Jeovani (DEM)
    R$ 2,1

    Jorge Picciani (MDB)
    (preso) R$ 1,8

    Eliomar Coelho (PSOL)
    R$ 1,7

    Flávio Bolsonaro (ainda no PSL)
    R$ 1,3

    Waldeck Carneiro (PT)
    R$ 0,7

    Benedito Alves (PRB)
    R$ 0,5

    Marcos Abrahão (Avante)
    (preso) R$ 0,3

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *