A hecatombe imaginada, se Dilma voltasse

Charge do Miguel, reproduzida do Jornal do Comércio/PE

Carlos Chagas

Entre mil pesquisas, cálculos e sondagens permanentes, a impressão no Senado é de que Dilma Rousseff será arcabuzada quando se realizar a sessão de votação de seu impeachment, em agosto. Admite-se que 60 senadores se pronunciarão pelo seu afastamento definitivo. Mas… Mas se não for assim? Caso Madame consiga os votos necessários para retornar ao palácio do Planalto? Nessa hipótese, mais do que um terremoto, o país enfrentará uma hecatombe. Não sobrará pedra sobre pedra, na Praça dos Três Poderes. Porque a lei terá de ser cumprida, ou seja, sem o número necessário de senadores, a presidente hoje afastada reassumirá na plenitude de seus poderes. Michel Temer voltará ao palácio do Jaburu e os ministros perderão o emprego e, no Congresso, assistiremos a uma implosão jamais encenada. Quais serão os governadores a primeiro bater na porta do gabinete presidencial?

Não se duvida da tentativa do aparecimento de uma new-Dilma, com novas mensagens, diferentes propósitos e até uma certa dose de  humildade para esconder a presunção e a empáfia. Tudo de mentirinha, é claro, porque no fundo ela estará mesmo disposta a desforrar-se das humilhações das últimas semanas. Aproveitará algumas iniciativas do substituto ou passará o apagador do quadro negro? Reconvocará os auxiliares despedidos quando o impeachment foi inicialmente aprovado?

DITO POR NÃO DITO – Que tipo de exortação fará ao país? Acertará contas com a legião de desafetos que surgiram logo depois de seu afastamento? E na condução da política econômica, dará o dito pelo não dito, enterrando Meirelles?

Pesadelos costumam acontecer em muitas noites. A pergunta que se faz é se outro está a caminho. Afinal, três ou quatro senadores que mudem de opinião provocarão uma das maiores surpresas da Republica. Ou será que existirão alternativas?

Melhor, por tudo isso, que as previsões de agora se confirmem. A presidente afastada, se voltar, despertará a hecatombe.

8 thoughts on “A hecatombe imaginada, se Dilma voltasse

  1. Na matéria, faltou mencionar a reação popular à tamanha sandice que seria a volta do maior exemplo de bisonhice e demência, por parte de alguém que já ocupou a cadeira presidencial nesse país.

  2. A Dilma ha menos de 2 anos atrás, foi eleita por votos da maioria dos brasileiros.
    55 milhões votaram nela, pelo menos foi isso que o TSE disse. Como pode agora ela ser quase uma unanimidade pela sua destituição? O que mudou?
    Ou nada mudou, as tais urnas eletrônicas e que se encarregaram de elege-la?
    Olha, da no que pensar.

  3. Não haverá nada disso. Na democracia quem perde perde e quem ganha ganha. Quem não podia precipitar-se é Temer que quis dar logo o caso como consumado. Depois da publicação da delação de Sergio Machado ninguém tem moral para contestar nada. A delação mostrando o golpe que ninguém tem mais dúvida para barrar a Lava Jato retirando Dilma é um caso tão grave que nos EEUU daria tranquilamente PENA DE MORTE. Como a turma do PT e burra até agora não usou as redes sociais para que a população brasileira soubesse a gravidade da delação. Ainda tem coisas gravissímas contra Temer. EU DISSE GRAVISSÍMAS. SÃO GRAVISSIMAS MESMO. Eu sei e já foi noticiado em algumas redes sociais. Você Chagas tem o dever de saber pois um dos Bolgs serissimos que frequentas publicou.

  4. A única coisa que pode impedir a volta de Dilma é a montanha de dinheiro que está sendo empregada para COMPRAR CONSCIÊNCIAS. Os trezentos e quarenta e dois votos da Câmara foram pelos lindos olhos de Cunha. Lógico que não. Fardos de dólares foram gastos. Só a FIESP gastou 400.000.000,00 (quatrocentos milhões de reais). Você sabe eu sei e muitas pessoas sabem que é verdade. Só não temos como provar. Mas é verdade

  5. O que a presidente Dilma faria se voltasse a governar? consertaria todo o estrago que fez durante os seus 6 anos de governo, ou iria levar o país ao caos total? Dilma não tem mais maioria no Congresso, está cercada de políticos ligados a ela denunciados em corrupção, o que pode respingar nela própria, seu mentor ( Lula) está lutando para se livrar do Sérgio Moro.
    O Temer não é o Presidente ideal que todos nós queríamos, mas no momento é o que temos, além do mais, em matéria de cultura política está muito a frente da Dilma, que é uma amadora.
    Entendo que só o fato de mentir e enganar 54 milhões de eleitores para se reeleger, seria o suficiente para impedi-la de governar. O Cunha vai ser cassado pela Comissão de ética, porque mentiu para uns poucos deputados.

  6. Jacob.você está certo. A bandidagem toda que está no governo já está colhendo os frutos de sua eficiência??????????. A economia já dá sinais de melhoras. A inflação já baixou. O dolar subiu. Os investidores internacionais estão chegando com montanhas de dinheiro. O Zica, Chicungunha e NINI já não existem mais. Milagre Jacob, eficiência, honestidade????????? Amor ao povo. Empregos estão brotando como cogumelos. O pobrezinho dos EUA estão com uma taxa de desemprego de 7,4 e é um império que explora todo o mundo; até a Russia. Coitado dos EEUU. Devia contratar a equipe econômica do Brasil que em 40 dias tirou o Brasil do Inferno e o trouxe para o Céu. Ninguém fez nada. Isso é competência elevada ao cubo. A única diferênça é que 90% de sua equipe é de corruptos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *