A internet no pode ser cerceada

Rubem Almeida

A jornalista Eliane Cantanhede comentava ontem noite na Globo News que dois ministros teriam conversado com ela, que se debruariam sobre uma legislao de controle das opinies na internet. Eliane estava furiosa tambm com a grosseria de internautas pela verborragia contra Lula, alegando, em comparao, que jornalistas quando escrevem so identificados e respondem pelas suas afirmaes, enquanto os internautas se escondem no anonimato.

Acho um absurdo controlar um instrumento to democrtico, cultural, um ativismo poltico social, e com acesso irrestrito de todas as classes de pessoas, em que elas podem contribuir, interagir, opinar, formar opinio em temas nacionais e de interesse da sociedade como um todo.

Quem banca e paga o sistema somos ns. Os polticos, com estruturas e custos nababescos ao contribuinte, no oferecem a devida reciprocidade pelas cargas escorchantes de impostos, pagos na fonte e em cascata, para se ter isso que est ai.

Sade, um caos, um genocdio em nvel nacional. Moradia, milhes de favelados. Segurana pblica, o crime impera, um verdadeiro estado milicioso, belicoso, em que o crime organizado aterroriza a populao, trfico de armas e drogas, incontrolvel, fronteiras secas com todo tipo de contrabando entrando e contaminando com todo tipo de males.

Se formos enumerar as vicissitudes, as desditas, desgostos, desesperana do povo no sistema poltico do Brasil,veremos a falncia desse modelo oligrquico, com feudos de partidos polticos corporativistas nos trs poderes, e ainda se tem a coragem de propagandear, alardear que vivemos no melhor dos mundos neste Brasil?

Ora, francamente isso acintoso. Os que exercitam essa poltica patriarcal, demaggica e populista brincam com a inteligncia e dignidade do povo desassistido. E ainda querem cercear as opinies nesse canal interativo das redes sociais, onde as pessoas podem comungar, trocar ideias, concordar, discordar em relao postura de lderes eleitos pelo povo brasileiro, para administrar e prestar contas dos seus mandatos, outorgados pelo povoe que supostamente andam sempre contrariamente aos direitos constitucionais e humanos.

Creio que ningum aqui sdico para aproveitar, como abutres, e execrar, achincalhar o ex-presidente. No nada disso. Se os polticos fizerem as coisas certas, com certeza sero parabenizados, elogiados. Prova disso que o Lula saiu com a maior aprovao e popularidade das ultimas dcadas, e ainda o povo lhe conferiu a eleio da presidente Dilma, uma desconhecida politicamente

Mas as retricas contradizem aquilo que fato, como no caso do Sistema Unificado de sade (SUS). Dizer que est perto da perfeio abusar dos doentes que esto ali nas filas, com enormes probabilidades de morrerem antes de serem atendidos. So fatos reais, incontestveis.

Os polticos eleitos tm o dever cvico, tico, constitucional e humano de resolver essas mazelas. s ver o impostmetro, justifica tudo que est ai. A internet a voz da sociedade, um novo canal miditico, e no pode ser cerceada, no vivemos em um Estado absolutista ditatorial. A democracia social precisa alcanar as massas, o povo o proletariado que move essa nao, com o labor e o suor do rosto.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.