A máscara do governador caiu! Veja por que o movimento grevista no Rio é um sucesso.

Ricardo Bernardes

É fácil perceber o papel da grande imprensa na greve da polícia e do bombeiro do Rio de Janeiro, filtrando informações e não deixando espaços em seus blogs e website para opiniões dos leitores. Os grandes canais de TVs e jornais falam do comportamento dos grevistas, mas não dão destaque a truculência do governo.

Aliás, foi estranho a Rede Globo obter com exclusividade as gravações de uma investigação e mostrar trechos e não todo o contexto. Vivemos numa ditadura onde os instrumentos de pressão-repressão são usados em nome do povo, mas na verdade, estão a serviço do capital.

O governador fala em fracasso do movimento grevista e anuncia decreto para punir os grevistas. Ah, governador, seria muito bom que essa eficiência e presteza do Sr. para punir trabalhadores fossem usadas para punir os corruptos que jogam o seu governo na lama. O movimento grevista é um SUCESSO, sim.

É um sucesso, pois, a cidade não foi impedida de funcionar. É um sucesso pelo grau de lucidez e esclarecimento com que estão conduzindo o movimento, pois são trabalhadores que estão somente querendo construir suas vidas, organizar sua família e contribuir para o bem estar da população, visto que, a maioria é vocacionada para segurança pública, gosta do que faz.

É um sucesso porque o povo apoia e manifesta sua solidariedade no cotidiano, mas sem que ninguém queira quebrar, queimar e matar para demonstrar a repugnância que tem ao governo e ao modo como trata os policiais e bombeiros.

Essas atitudes conscientes são sinais de amadurecimento desses trabalhadores e do povo da velha e sempre renovada cidade do Rio de Janeiro. Quem não está à altura desse povo é o seu governo, que não compreende que a cidade não pode pertencer a um pequeno grupo de maus empresários e maus políticos, que não têm compromisso com a maioria da população. Um grupo que não enxerga que desenvolvimento, progresso e futuro andam juntos com o diálogo, a transparência e o respeito ao outro.

Fica feio, governador, tentar atingir o caráter e dignidade de trabalhadores.
Os profissionais que estão em greve não estão pedindo nem a metade do que merecem. No Rio há uma guerra, como muito bem vossa excelência tem conhecimento. Comandou ocupação de território com um aparato militar invejável até para diversos pequenos países. Como colocar esses homens nessa guerra sem deixar suas famílias com a condição mínima para sobrevivência nessa cidade?

É preciso ficar bem claro: se o movimento de greve tomar rumos trágicos, não está partindo dos grevistas qualquer incitação a uma radicalização. As lideranças que foram presas caminharam espontaneamente para cumprir as determinações judiciais. E a união do movimento faz com que as prisões não impeçam a continuidade da luta. Para cada liderança presa, indubitavelmente, surgem mais dez tão preparadas como as aprisionadas.

Não podemos nos esquecer de que estamos às vésperas do carnaval e para não fugir ao tema, podemos dizer ao governador que a MÁSCARA CAIU!
Seu rosto não está mais escondido na bandeira dos idosos (como foi no início de sua carreira política), dos estudantes, da educação, da saúde e da segurança pública.

Governador, a MÁSCARA CAIU! Lembre-se que a segurança pública é o último pilar de sustentação política desse governo. E se continuar tratando esse pilar dessa maneira o seu governo não tem mais em que se apoiar. E nós poderemos dizer que ao invés da máscara… – SUA EXCELÊNCIA, A CASA CAIU!

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *