A notícia da Veja sobre o caso de Rosemary vai ter muitos desdobramentos e envolve a sucessão. E o suspense aumenta: ela vai falar ou não?

Carlos Newton

Conforme anunciamos, com a absoluta exclusividade, a revista Veja publicou mesmo uma notícia explosiva sobre o caso de Rosemary Nóvoa Noronha, a ex-chefe do Gabinete da Presidência da República em São Paulo, que durante cerca de 20 anos viveu um romance secreto com Lula, com quem visitou 32 países em viagens oficiais em menos de três anos, e sempre na ausência da primeira-dama Marisa Letícia, é claro.

Como ganhou exclusividade para o explosivo assunto, a direção da revista vai trabalhar em capítulos. O fato croncreto é que Rosemary se sente traída, abandonada por Lula e pelo PT. O mais importante é que os advogados de Rosemary em São Paulo (são três, cada um com uma especialidade) decidiram pedir reforço e substabeleceram a defesa dela para um dos melhores juristas do país, o gaúcho Fábio Medina Osório, que tem grande experiência em causas envolvendo políticos.

Foi Medina Osório quem defendeu a então governadora Yeda Crusius, alvejada por uma série de denúncias e ameaçada de impeachment, com implacáveis ataques do PT. Pouco a pouco, o jurista foi demolindo as acusações, mas os petistas acabaram se beneficiando com o escândalo e elegeram Tarso Genro.

Bem, vamos ver o que a Veja publicará em sequência, para então comentar com mais profundidade, porque a questão está apenas começando e envolve os bastidores da sucessão presidencial, vejam só como o amor pode ser lindo… e fatal. Aguardem que logo teremos novidades. Temos informações que a Veja ainda não conseguiu.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *