A novela vai continuar, pois Dilma recorrerá ao Supremo contra o impeachment

Dilma insiste no “golpe”, agora presidido por Lewandowski

Cristiane Jungblut e Eduardo Bresciani
O Globo

A presidente afastada Dilma Rousseff disse ao senador Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP) – antigo colega de luta contra a ditadura – que o Senado estará cometendo um “rotundo golpe” ao condenar uma “inocente”, sem crime de responsabilidade. Dilma indicou que vai recorrer ao Supremo Tribunal Federal caso seja aprovado o impeachment.

“Se me julgarem sem crime de responsabilidade, é golpe, é um rotundo golpe, um golpe integral. Não recorro ao STF agora porque não esgotei essa instância. Vim aqui porque respeito a essa instituição. Essa instituição não está compactuando com o golpe hoje, mas, no momento em que proferir a sentença. Não cometam o crime de condenar uma inocente” — disse Dilma, acrescentando que se deve respeitar as regras: “Ou, do contrário, instaura-se o Deus nos acuda!”

Dilma fez a resposta mais política e comentou a questão da ditadura militar, lembrada por Aloysio em sua pergunta.

GOLPE PARLAMENTAR – Mais cedo, durante seu discurso de defesa, Dilma afirmou em seu discurso ao Senado que o processo contra ela é um golpe de estado. A petista falou durante 45 minutos para um plenário cheio e que ficou em silêncio por quase todo o tempo. Ao final, foi aplaudida por aliados que gritaram “Dilma guerreira, do povo brasileiro”.

A senadora Ana Amélia (PP-RS), ao interrogar a presidente afastada Dilma Rousseff, enfatizou: “Sua presença aqui é a prova de que não há um golpe”.

Aloysio lembrou a Dilma que também lutou contra o regime militar de 1964.

— A senhora se diz vítima de um golpe. E vivemos o golpe de 64. A senhora falseia a história sobre o processo que estamos vivendo. Esse processo visa ao cumprimento da soberania da lei e não o contrário. O país vive hoje um clima de paz e tranquilidade. Ninguém prega a violência — disse o tucano.

17 thoughts on “A novela vai continuar, pois Dilma recorrerá ao Supremo contra o impeachment

  1. Como escrevi abaixo , só reservas morais….

    MOTEL EM GIOÂNIA ???

    Alvo da Lava Jato do Cerrado encontrado morto em Goiânia
    Claudionor Francisco Guimarães Filho, supervisor de qualidade da empresa de Saneamento do governo Marconi Perillo (PSDB), foi alvo de condução coercitiva na deflagração da Operação Decantação.

    http://politica.estadao.com.br/blogs/fausto-macedo/alvo-da-lava-jato-do-cerrado-encontrado-morto-em-goiania/

  2. Como tem suicidas ……..

    O supervisor de qualidade da empresa de Saneamento de Goiás (Saneago), Claudionor Francisco Guimarães Filho, foi encontrado morto nesta segunda-feira, 29, em Goiânia. Claudionor foi alvo de condução coercitiva e busca e apreensão na Operação Decantação, a Lava Jato do Cerrado, na quarta-feira, 24.

    Claudionor foi encontrado no Jardim Botânico de Goiânia, segundo o jornal ‘O Popular’, enforcado em uma árvore. A Polícia Civil trabalha com a hipótese de suicídio.

    Segundo a investigação, Claudionor era um dos funcionários da empresa que tinha conhecimento do esquema Saneago. A Saneago teria bancado partidos com recursos do PAC, do BNDES e da Caixa, além da quitação de dívidas de campanha da reeleição do governador Marconi Perillo (PSDB), em 2014.

  3. O povo continua na expectativa e o país também, parece que estamos paralisados, até quando teremos que esperar, enquanto isto, o desemprego, inflação, juros altos, não há a menor preocupação, qual seria a solução…

  4. -UÉ???
    -Mas o Supremo não faz parte dos golpistas???
    -Quer dizer que se o Supremo decidir a favor dela, será uma instituição séria, mas se decidir contra, confirmará a tese do GOLPE???

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *