A reforma dos estádios de futebol faz muito sucesso na internet

O comentarista Celso Serra nos envia uma mensagem que faz sucesso na internet, sobre a grandiosidade da reforma dos principais estádios de futebol do país.

###
O BRASIL DEPOIS DA COPA DE 2014

Estádio Vivaldo Lima, Manaus, com projeto: Gerkan Marg und Partner (GMP). Será a Nova Arena do Vivaldão. A cobertura imita cesto de palha com escamas de répteis da fauna amazônica. Valor: R$ 500 milhões.

Estádio Cícero Pompeu de Toledo, em São Paulo, com projeto do arquiteto Ruy Ohtake. Será reformado e construída cobertura nas cores branco e vermelho. Valor estimado: R$ 180 milhões.

Este será o novo Morumbi

Estádio Governador Plácido Castelo, Fortaleza, cujo projeto prevê uma nova área com shopping, cinemas, restaurantes e hotel. Valor: R$ 300 milhões.

Este será o novo estádio de Fortaleza

Estádio José Pinheiro Borda, Porto Alegre, com projeto de Fernando Balvedi, Gabriel Garcia e Maurício Santos, da Hype Studio. Reforma da arquibancada inferior, aumento de 56 mil para 60 mil lugares. Valor estimado da obra: R$ 150 milhões

Estádio Mané Garrincha, Brasília, com projeto de Castro Mello Arquitetos. Prevê uma cobertura de tensoestrutura. A capacidade: 60 mil lugares. Valor: R$ 522 milhões.

Este será o novo Maracanã

Estádio Jornalista Mário Filho (Maracanã), no Rio, com projeto de Castro Mello Arquitetos. Será construída uma nova cobertura no estádio, e o projeto inclui a requalificação da Quinta da Boa Vista, do Museu de São Cristóvão e dos bairros Maracanã e Tijuca. Valor: R$ 460 milhões

Estádio Governador José Fragelli, Cuiabá (MT), com projeto também da Castro Mello Arquitetos. Criação de um grande parque ao redor do estádio, capacidade para 48 mil torcedores. Valor: R$ 350 milhões

Estádio Governador Magalhães Pinto (Mineirão), Belo Horizonte, com projeto de Gerkan Marg & Partner (GMP). O estádio será transformado em um complexo cultural, esportivo e de lazer, prevê espaço para shoppings, eventos, hotéis e estacionamentos. Valor: não divulgado

Estádio: Arena das Dunas, Natal, com projeto de Coutinho, Diegues e Cordeiro, Prevê reurbanização, novo estádio e arena multiuso, hotéis, teatro, prédios comerciais e shopping, além do Centro Administrativo do Estado. Valor: R$ 300 milhões.

Estádio Otávio Mangabeira (Fonte Nova), Salvador, com projeto de Marc Duwe e Claas Schulitz. Mantém a forma de ferradura, com abertura para o lado sul, Tororó. Tudo reformado: arquibancadas, cobertura e espaços de áreas vip. Valor: R$ 231 milhões

Estádio Arena da Baixada, Curitiba, com projeto de Vigliecca Associados. Considerado o estádio mais moderno do Brasil. Modificações Copa de 2014: aumenta a capacidade de 21 mil para 41 mil torcedores, melhoria da iluminação, e abertura de novas saídas. Valor: R$ 140 milhões

Estádio Cidade da Copa, Recife, com construção de estádio para 46.154 lugares, conjunto habitacional, centro comercial e hotel. Valor: R$ 1,6 bilhão

E como ficarão as escolas??? E como ficarão os hospitais??? Mas lembre-se: seu voto só lhe deu direito a uma entrada no Estádio de Futebol E não à um ingresso em uma boa Escola e atendimento num bom Hospital.

###
NOTA DE REDAÇÃO DO BLOG

Detalhe final: os preços estimados não valeram. Estavam em impedimento e foram anulados pelos árbitros. Seus valores foram multiplicados – alguns, várias vezes. E la nave va, ninguém é preso, não acontece nada, nada.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *