A sistêmica, velha e conhecida corrupção

Welinton Naveira e Silva

Os nossos impostos são os mais altos do mundo, com poucos resultados positivos para o Brasil e para o nosso povo. Tudo por conta da velha conhecida e crescente corrupção. Enquanto isso, a gigantesca voracidade do Fisco corre solta, mas de pouco adianta. Só serve para asfixiar nossas empresas e nossa economia, além da crueldade mensal no contracheque do trabalhador que não tem como sonegar.

Por baixo, 50% de toda a sideral fortuna arrecadada pelo Fisco vai para o ralo da conhecida, muito antiga e impune corrupção. Quem sabe, mais. O mais revoltante ainda é saber que já existem fartos recursos tecnológicos de informática, capazes de dificultar bastante essa evasão de recursos do Estado via corrupção.

Bastaria o governo implantar um desses sistemas de informática em conjunto com a Polícia Federal, Receita e Justiça, objetivando obtenção de total transparência de todas as movimentações bancárias, financeiras e cartoriais, públicas e privadas, de pessoas jurídicas e pessoas físicas, sem exceção alguma. Claro que antes dessa implantação seria necessário fazer a devida limpeza moral, no Fisco e na Justiça, além da exigida capacitação geral de todo o pessoal envolvido nesse delicado serviço.

Seria o fim da gigantesca sonegação e corrupção. Traria para os cofres públicos, impensáveis somas de recurso até agora sonegados e extraviados. Em contrapartida, os empresários e assalariados teriam seus impostos reduzidos por conta do aumento da arrecadação, junto com a drástica redução dos siderais desvios de recursos. O governo passaria a contar com súbito e farto recursos para combate à miséria e a pobreza, desenvolvimento tecnológicos e científicos. Seria a felicidade geral de todos. Possível, sim.

Sem dúvida alguma que o nosso crescimento econômico seria potencializado e em tempo reduzido. Além disso, em poucos anos o comportamento de nossos políticos, funcionários públicos e de estatais, modificaria para melhor, inclusive, o comportamento de nosso povo.

A desonestidade é um câncer social, econômico e moral, capaz de inviabilizar uma nação inteira. Coisa bem inerente ao sistema capitalista. Por isso mesmo quase impossível de ser combatida. Solução perfeita não existe. Mas já existem recursos tecnológicos capazes de reduzir muito a sideral e conhecida roubalheira das elites. Só está faltando patriotismo e muita coragem. Haja coragem.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *