A tentativa de manter um blog realmente livre, para acolher todas as correntes de pensamento, mostra que tem viabilidade

Carlos Newton

Embora estejamos desfalcados de Helio Fernandes, essa tentativa de manter viva a chama da Tribuna da Imprensa está demonstrando ter perspectivas, Os números de acessos, comentários e seguidores vêm aumentando de forma segura e contínua.

Dezembro, janeiro e fevereiro são os meses de menor volume de leitores, seja em jornais, revistas, sites ou blogs. Mesmo assim, nossos índices permaneceram em alta. Na quinta-feira antes do Carnaval, por exemplo, chegamos a 5.280 acessos, na medição do site norte-americano de controle Histats.com, ao qual somos filiados.

Detalhe: todas as pessoas que acessam este blog são formadoras de opinião, uma verdadeira elite intelectual, que se interessa por política, economia e direitos sociais. Esta é a grande diferença, que muito nos orgulha.

Outro dia, passei os números do blog ao comentarista Roberto Nascimento e ele ficou surpreso. Além desses milhares de acessos diários, temos mais de 1.140 seguidores, e muitos deles retransmitem os artigos por e-mail para grande número de pessoas. E há, ainda, um número expressivo de reproduções em outros sites e blogs, alguns citando nomes dos autores e da Tribuna, outros apenas republicando e até “assumindo” a autoria, conforme o José Carlos Werneck já constatou vários vezes, em relação aos artigos dele.

Outro dia, Werneck reclamou de um blog e eles apenas passaram a colocar (TI) no final da matéria, como se alguém fosse identificar com Tribuna da Imprensa. E continuaram sem citar os autores, vejam só quanta desfaçatez..

E nem somos a verdadeira Tribuna da Imprensa. Sem o Helio Fernandes, somos apenas um arremedo. Outro dia, o comentarista Solano perguntou como fazer para acessar as antológicas colunas do Nery na Tribuna. E respondi que não tem como fazê-lo. Motivo: os servidores que nos hospedam na internet são implacáveis. Quando deixamos de pagar, eles simplesmente bloqueiam todo o acervo. Foi o que aconteceu com a Tribuna da Imprensa.

Outro dia, Isabela Fernandes, filha do Helio, me perguntou se poderemos recuperar o acervo caso voltemos a pagar. E eu não soube responder. O que sei é que nem Helio, nem Nery, nem Chagas, nem Coutto, nenhum deles dispõe de seus próprios acervos.

Agora mesmo, recebi e-mail do servidor UOL, avisando que vai expirar o aluguel do domínio heliofernandes.com.br, que venho pagando há vários. Não vou renovar, porque quem procurar por Helio Fernandes nos sites de busca, vai cair na Tribuna. É menos uma despesa que faço.

Hoje, quem reúne mais colunas de Helio, Chagas, Nery e Coutto é este blog aqui. Entre esses quatro grandes jornalistas e estilistas, apenas Nery tem blog próprio, mas o acervo dele é muito pequeno.

Chagas, Nery e Coutto continuam firmes, ajudando a segurar a Tribuna. Tenho esperanças de que Helio volte a escrever, um belo dia. Já disse a ele e repeti à Dona Rosinha que não sei como Helio consegue ficar sem escrever, ainda estando cada vez mais lúcido e em plena forma. É um mistério. Mas vamos aguardar, já que não é proibido ter esperanças.

###
CONFIRA AS CONTRIBUIÇÕES

No mês de fevereiro, as contribuições foram de R$ 1.406,24, segundo o extrato da Caixa Econômica que segue abaixo. Como sempre, antes de publicar no Blog, enviamos o extrato bancário aos comentaristas Martim Berto Fuchs, Carlo Germani e Luiz Fernando Binder, que funcionam com uma espécie de curadores do Blog. Binder anda sumido, sentimos muito a falta dele. Germani se aborreceu comigo e parou de escrever. É uma pena. Ninguém ajudou tanto o blog quanto ele.

Germani foi o autor da ideia de receber contribuições financeiras, vive querendo melhorar o blog, fez com que passássemos a ter chargistas, indicou os três (Alpino, Duke e Sponholz) e se encarregou do contato com eles, que autorizaram as reproduções. E nos supria diariamente de pautas e artigos, sem parar, incansável. Mas parou de escrever, vamos aguardar que volte logo, porque aqui é a praia dele, um polemista de mão cheia. 

Outros comentaristas também fazem falta, como a Ofélia Alvarenga, mas o Paulo Sólon já voltou e, mesmo morando nos Estados Unidos, retomou o  envio de seus artigos, digitados sem acentos e cedilhas, dão um trabalhão para revisar.

Segue abaixo o extrato de janeiro, lembrando que a data corresponde ao dia em que a contribuição entrou na conta, e não ao dia do depósito. Assim, se você depositou dia 29 de fevereiro, por exemplo, pode ser que a entrada em conta só ocorra nos primeiros dias de março.

Agradecemos que ainda têm conseguido colaborar para manter o Blog. Muito obrigado e vamos em frente, enquanto tivermos condições de fazê-lo.

 

Saldo  
    000000   SALDO ANTERIOR  

0,00

 

 

           

 

 

 

01/02/2012   000003   DOC ELET  

50,00 C

 

 

03/02/2012   031213   DEP D LOT  

100,00 C

 

 

03/02/2012   031616   DEP D LOT  

50,00 C

 

 

03/02/2012   600001   DOC ELET  

50,00 C

 

 

06/02/2012   000091   DEP.DINH.  

50,00 C

 

 

06/02/2012   061336   DEP D LOT  

35,00 C

 

 

06/02/2012   957360   DOC ELET  

30,00 C

 

 

06/02/2012   061209   SAQUE ATM  

RETIRADA

 

 

07/02/2012   071243   DEP D LOT  

100,00 C

 

 

07/02/2012   071531   DEP D LOT  

20,00 C

 

 

10/02/2012   068186   TRX EL TEV  

63,00 C

 

 

10/02/2012   101108   DEP D LOT  

35,00 C

 

 

10/02/2012   000000   DEB CESTA  

18,00 D

 

 

13/02/2012   111040   DEP D LOT  

20,00 C

 

 

13/02/2012   131730   DEP D LOT  

100,00 C

 

 

13/02/2012   200002   DOC ELET  

50,00 C

 

 

15/02/2012   001769   DEP.DINH.  

50,00 C

 

 

15/02/2012   140404   TRX EL TEV  

40,00 C

 

 

15/02/2012   700001   DOC ELET  

50,00 C

 

 

17/02/2012   169373   TRX EL TEV  

20,00 C

 

 

17/02/2012   171552   DEP D LOT  

50,00 C

 

 

23/02/2012   000997   DEP.DINH.  

25,24 C

 

 

23/02/2012   231126   DEP D LOT  

30,00 C

 

 

23/02/2012   231457   DEP D LOT  

200,00 C

 

 

27/02/2012   271037   DEP D LOT  

50,00 C

 

 

27/02/2012   271132   SAQUE ATM  

RETIRADA

 

 

28/02/2012   961470   DOC ELET  

100,00 C

   

 

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *