Acredite se quiser. Lupi pediu demissão e a presidente Dilma aceitou.

Carlos Newton

Terminou a novela. O ministro do Trabalho, Carlos Lupi, se reuniu na tarde deste domingo com a presidente Dilma Rousseff e entregou seu cargo. Ainda falta o comunicado à imprensa, que ele está redigindo com auxílio de seus assessores. Mas já se sabe que atribuirá a saída, entre outros motivos, à perseguição da imprensa e à divulgação do parecer da Comissão de Ética da presidência da República que pede seu afastamento.

Com isso, passa a ser o sexto ministro demitido por corrupção, antecedido por Antonio Palocci (Casa Civil), Alfredo Nascimento (Transportes), Wagner Rossi (Agricultura), Pedro Novais (Turismo) e Orlando Silva (Esportes).

O objetivo de Dilma era demiti-lo apenas na reforma ministerial, prevista para janeiro. Isso evitaria o constrangimento de ver seu sexto ministro cair por suspeita de irregularidades e a livraria de tratar antecipadamente da acomodação do PDT.

O cargo por enquanto fica com o secretário-executivo, Paulo Roberto Pinto, até o PDT escolher o substituto.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *