Acredite se quiser: Ministério da Educação ainda vai discutir se poderá zerar redações do Enem com receita ou hino de clube

Carlos Newton

Como se sabe, na última edição do Enem, foram constatadas “oficialmente” cerca de 300 redações que continham algum tipo de inserção indevida, como receita de Miojo ou o hino do Palmeiras, certamente herança do ministro da “Educação” Fernando Haddad, o “primeiro e único” em matéria de idiotices educacionais.

Miojo…

Quando se esperavam demissões e medidas rigorosas, o que se vê é um jogo-de-empurra no Ministério da Educação, para que não aconteça nada. Reportagem de Mariana Tokarnia, da Agência Brasil, assinala que o presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Luiz Cláudio Costa, defende a punição de candidatos que apresentarem alguma forma de deboche nas redações do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). E para o próximo edital do exame ainda será discutida a possibilidade de zerar essas redações.

“Vou defender junto à comissão técnica [formada por especialistas e técnicos do Inep] que, em caso de inserções indevidas seja dada a nota zero”, disse o presidente.

O próximo edital deve ser lançado em maio deste ano, até lá a questão será discutida em reuniões semanais. O presidente diz que mesmo que as redações com inserções indevidas representem um universo pequeno próximo ao total de 4,1 milhões de redações corrigidas na última edição do exame, merecem medidas específicas por representarem um “desrespeito ao candidato sério”.

NÃO VAI ACONTECER NADA

Traduzindo: não vai acontece nada. E o país deve agradecer ao estudante universitário Fernando Maioto, que no mês passado publicou em sua página pessoal da rede social Facebook a versão digital da redação que escreveu no Enem. Ele incluiu, em meio aos argumentos sobre migração, o hino do Palmeiras.

Ele recebeu a nota 500, metade da nota máxima. Acima da publicação, debochou: “O melhor do Enem é fazer uma redação com o hino do Palmeiras, e ainda tirar nota… UFA que eu já passei por essa fase. E desejo toda a sorte para quem está passando por ela. O Enem só me faz rir…”

Outro estudante, que incluiu a receita de Miojo, ganhou nota máxima. A mesma nota que merece o Ministério da Educação, seja com Fernando Haddad ou Aloizio Mercadante.

###

PS – A operação do Blog melhorou, mas ainda tem problemas. De toda forma, vamos em frente. Não deixem de mandar comentários.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *