Acredite se quiser: Odebrecht convoca Dilma a testemunhar em sua defesa

Marcelo Odebrecht bobeou e vai completar um ano na cadeia

Deu na Folha

A defesa do empresário Marcelo Odebrecht, preso há 11 meses em Curitiba (PR), arrolou Dilma Rousseff (PT), presidente afastada temporariamente até a conclusão do processo de impeachment, como sua testemunha na ação em que é acusado de liderar um departamento da empreiteira dedicado ao pagamento de propinas revelado na 26ª fase da Operação, batizada de Xepa. Ao todo, o advogado Nabor Bulhões, que conduz a defesa do empreiteiro, apresentou um rol de 15 testemunhas incluindo outros petistas, como Guido Mantega, ex-ministro da Fazenda dos governos Lula e Dilma, o ex-ministro da Secretaria de Comunicação do Governo Edinho Silva e o ex-ministro da Fazenda e Casa Civil Antonio Palocci.

Essa foi a primeira manifestação da defesa após a condenação de Marcelo Odebrecht a 19 anos e quatro meses em regime fechado em outra ação penal da Lava Jato.

OUVIR AS TESTEMUNHAS

Na peça, a defesa pede que o empreiteiro seja absolvido da ação e afirma que, caso a instrução criminal prossiga, é ” imprescindível a oitiva de todas elas (testemunhas)”.

Além de Marcelo Odebrecht, outros 11 réus são acusados de organização criminosa entre 2006 e 2015, lavagem de dinheiro e corrupção, entre eles o ex-marqueteiro do PT João Santana e sua mulher e sócia Mônica Moura, que também estão presos.

Há cerca de dois meses, o empreiteiro passou a negociar um acordo de delação premiada com o Ministério Público Federal. Ao menos três reuniões já foram feitas entre procuradores e representantes da Odebrecht.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG
Não se sabe o que pretende a defesa, com essa cinematográfica convocação de testemunhas, uma iniciativa que não adiantará nada, somente engorda ainda mais a conta bancária dos advogados. O fato é que a  força-tarefa da Lava Jato e o juiz Sergio Moro estão levando à loucura o empreiteiro Marcelo Odebrecht, já condenado a quase 20 anos de prisão e aguardando sentença em outros processos. Conforme a Tribuna da Internet anunciou, em absoluta primeira mão, Marcelo resistiu muito, enganado pelos advogados, e demorou a solicitar a delação premiada. Há dois meses, enfim decidiu solicitar a delação premiada, mas ainda não foi aceita. Os motivos? Depois a gente conta, como dizia Ibrahim Sued. (C.N.)

 

3 thoughts on “Acredite se quiser: Odebrecht convoca Dilma a testemunhar em sua defesa

  1. Na minha ignorância jurídica, imagino que ao fazer da “galera” do foro privilegiado, testemunha dos mal-feitos na primeira instância, força a “socialização” da culpa pelos crimes cometidos.
    Como a luz do final do túnel esta ficando cada vez mais longe, os advogados passaram a adotar a tática de tentar enrolar outros atores na fita.
    No fim, tudo isso ainda vai acabar nas mãos do juiz Moro e quem não fugir para Cuba, deverá ser condenado e preso.

  2. O PT, Marcelo Odebrecht e seus advogados subestimaram a Lava Jato, as manifestações do povo e a imprensa livre, que com muito esforço, não permitiram que o golpe final na nossa democracia fosse concretizado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *