Acredite se quiser! Rodrigo Maia é um dos favoritos para suceder Temer

Resultado de imagem para rodrigo maia

Maia já tem o apoio do DEM e do baixo clero

Carlos Newton

Como diria o grande cantor, músico, radialista e pesquisador Henrique Froes, mais conhecido como Almirante, “é incrível, fantástico e extraordinário”, mas o bisonho deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), não somente vai ocupar a presidência da República por 30 dias após a saída de Temer, como também é um dos mais fortes candidatos na eleição indireta. O fato concreto é que o atual Congresso confirma o diagnóstico de Oswaldo Aranha e mostra ser um deserto de homens e ideias. Não existe um grande líder, capaz de garantir apoio da maioria dos 594 parlamentares. É justamente esta circunstância que explica o favoritismo de Maia.

Há muitos outros que sonham com a Presidência, como Henrique Meirelles, Nelson Jobim, Geraldo Alckmin, Joaquim Barbosa, Cármen Lúcia, Ciro Gomes, Fernando Henrique Cardoso, Tasso Jereissati, Jair Bolsonaro, Álvaro Dias, Ronaldo Caiado e Cristovam Buarque, entre outros. No entanto, como diz a Bíblia, muitos são chamados, mas poucos, escolhidos (Matheus, 22:14).

UMA ELEIÇÃO ÚNICA – Não se pode raciocinar como se fosse uma eleição direta, com propostas de governo e campanha pela TV. Trata-se de uma escolha a ser feita pelos 594 parlamentares federais, espalhados por 26 partidos. Não tem nada a ver com uma eleição comum.

Nunca antes, na História deste país, houve uma sucessão presidencial desse tipo, e Lula estará de fora, porque o PT vai ficar nessa conversa fiada de pedir eleições diretas, nem ousa lançar candidato e no final apoiará qualquer um que se disponha a continuar combatendo a Lava Jato e lhe abra alguma participação no novo governo.

O PSDB, que pode lançar Fernando Henrique Cardoso ou Tasso Jereissati, sonha com o apoio do PT. O PMDB, que conta com a maior bancada e não tem candidato, terá de recorrer a Nelson Jobim, não há outro nome. Outros partidos de porte médio, como PR, PSD, PSB, PRB e PP não têm candidatos com chances. E o DEM, com toda certeza, está fechado com Rodrigo Maia, que já conta com apoio do chamado “baixo clero” da Câmara e tem boas possibilidades de ser eleito.

DEBAIXO DOS PANOS – Tudo depende das circunstâncias, do número de candidatos e dos acordos que serão feitos por baixo dos panos, como se dizia antigamente.

Os dois candidatos com maior chance são Nelson Jobim (PMDB) e Rodrigo Maia (DEM), não necessariamente nesta ordem, uma disputa reveladora de que a política brasileira conseguiu descer ao abismo mais profundo da História Republicana.

Se houver poucos candidatos, as chances de Jobim aumentam. Mas na hipótese de aparecerem muitos candidatos, o deputado Rodrigo Maia vai se tornar praticamente invencível, até porque estará à frente do governo nos 30 dias que antecedem a eleição e terá campo aberto para fechar todo tipo de acordo fisiológico.

###
PS
É claro que se trata de um quadro mutante, que pode ser alterado de uma hora para outra, até porque a política brasileira não tem similar no resto do mundo, como já declararam os roteiristas da série “House of Cards”, convencidos de que aqui na Tropicália a realidade política supera qualquer tentativa de ficção. E como o assunto é importante, instigante e até revoltante, voltaremos a abordá-lo amanhã.  (C.N.)

10 thoughts on “Acredite se quiser! Rodrigo Maia é um dos favoritos para suceder Temer

  1. Nelson Jobim? Mas não dizem que ele fraudou a constituição de 1988? Mesmo assim não foi punido,
    a constituição fraudada continua valendo e ainda querem que ele seja presidente?
    O melhor é acabar com a lava jato, anistiar todos os envolvidos e declarar o pais em “permanente estado de carnaval”. E seja o que Deus quiser.

    • Nelson Jobim? Mas não dizem que ele fraudou a constituição de 1988? Mesmo assim não foi punido,

      Quem disse que não foi punido.??
      Foi punido sim, entrou para a Série Todo$ o$ Homen$ do $upo$to Pre$idente Mafioso Don Fhcorleone entrou pobrinho de Marrake$hi e saiu pela portas dos fundos Trilhardário, como todos os seus abiguinhos que frenquetaram o PHODER da Rainha da CorruPissaum…..

      O resto é conversa de botequim de cinco esquinas.

  2. Sr. Newton, se o Presidente do Porto de Santos cair, eles vão “votar” em um ladrão da Casa.
    Não creio que vão escolher um ladrão de fora, como FHC, Johnbinn..
    Melhor um ladrão de dentro conhecido, do que um ladrão de fora desconhecido……

  3. Prezado Newton:

    Foram os roteiristas de HOUSE OF CARDS: ” Difícil de competir “, disseram.
    Aliás, a série é espetacular, com um casal de protagonistas dignos de todos os Emmys.
    Abs.

  4. Maia como presidente apressa minha ida para o Paraguai.

    Mas,eu não sei, não. O cara envolvido com a Lava Jato é um nocaute no povo brasileiro.Será que nós brasileiros de bem vamos aceitar?!

    Vamos começar uma campanha fora Maia.

  5. César – Fortaleza, meu irmão nordestino,

    Envolvidos ou não na Lava-Jato, o parlamentar eleito para substituir Temer, conforme reza a Constituição, trará consigo a corrupção e desonestidade do congresso, antro de ladrões e traidores do povo e país!

    Em consequência, a própria “plataforma” de Maia contempla os partidos que mais têm partidários acusados por Moro, certamente atendendo ao fisiologismo inerente dos parlamentares, interesses e conveniências pessoais.

    E sendo este corrupto ou qualquer outro, a verdade é que o destino do brasileiro está selado, que é ser governado por ladrões e incompetentes!

    Até mesmo o lema dos cretinos e desonestos, que era, “rouba, mas faz”, caiu por terra.

    Hoje, a nova diretriz é somente rouba, e segue roubando!!!

    Um abraço.
    Saúde e paz,

  6. E o Michel Temer? Não tem medo de ser preso, depois que sair do poder? Por que é que não se agarra a uma tábua de salvação sugerida por mim, a da implantação de um parlamentarismo de fato, uma saída politico/juridica negociada? Rodrigo Maia é o ” oh do borogodó”, me parece muito pior do que o Temer. Daquele Congresso como um todo poucos se salvam, no meu ponto de vista o nome mais razoável é o do Cristóvão Buarque, mas infelizmente as chances dele fazer maioria dentro do Congresso parecem ser simplesmente nulas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *