Adiamento do reajuste dos servidores federais vai provocar reações e greves

Resultado de imagem para servidor sem reajuste charges

Charge do Cicero (cicero.art.br)

Vicente Nunes
Correio Braziliense

O governo já bateu o martelo e definiu as carreiras do serviço público que terão os aumentos de salário adiados de 2018 para 2019. Estão na lista os militares, os policiais federais, os policiais rodoviários federais, os diplomatas, os integrantes das carreiras jurídicas, como os advogados da AGU, os auditores federais, os gestores da União e os funcionários do Banco Central e da Comissão de Valores Mobiliários (CVM). No caso dos policiais civis e militares do Distrito Federal (que são pagos pela União), que não tiveram aumento, ficarão sem reajuste.

O adiamento dos reajustes de salários pegará todas as carreiras da elite do funcionalismo. A perspectiva do governo é de economizar, com a medida, cerca de R$ 10 bilhões em 2018. Não entram na lista os servidores que integram o carreirão, que fecharam acordo para correção dos contracheques por apenas dois anos, 2016 e 2017. Nesse período, o aumento foi de 10,8% e a última parcela, paga em janeiro deste ano.

MILITARES, TAMBÉM – No total, devem ser atingidos pelo adiamento dos reajustes 253 mil servidores ativos e inativos, além dos militares.

Estão na lista: médicos peritos do INSS, auditores-fiscais e analistas tributários da Receita Federal, auditores-fiscais do Trabalho, analistas e especialistas em Infraestrutura, analistas-técnicos de Políticas Sociais, peritos federais agrários, funcionários do Dnit, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, carreira jurídica, carreira de finanças e controle, CVM, Susep, analistas e técnicos do Banco Central, carreira do ciclo de gestão, carreira de diplomacia, Polícia Civil dos Ex-Territórios e Suframa.

PROJETO DE LEI – O adiamento dos reajustes deve ser proposto por meio de projeto de lei, até porque os aumentos foram aprovados pelo Congresso. Um técnico do governo diz que o congelamento dos salários pode ser feito por medida provisória, mas o Palácio do Planalto acredita que o tema deve ter o aval do Legislativo. A polêmica é grande e os servidores já se preparam para invadir a Esplanada dos Ministérios com manifestações e possível greve.

Técnicos da equipe econômica dizem que o adiamento dos aumentos de salários é vital para que o deficit nas contas de 2018 não seja ainda maior do que o que está sendo proposto. A meta atual é de rombo de R$ 129 bilhões no próximo ano. Está praticamente certo que o buraco será de R$ 159 bilhões. Mas poderia chegar a R$ 169 bilhões se os R$ 10 bilhões não fossem economizados.

“A situação das contas públicas é dramática, não há alternativa. Todos têm que dar sua cota de sacrifício”, diz um técnico. Ele ressalta que, neste ano, o rombo passará de R$ 139 bilhões para R$ 159 bilhões.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG
Reajustar salário para repor inflação é norma constitucional. Não cumprir essa regra significa penalizar quem ganha pouco e está na base da pirâmide salarial. Os marajás, com seus penduricalhos, não estão nem aí. (C.N.)

16 thoughts on “Adiamento do reajuste dos servidores federais vai provocar reações e greves

  1. A nossa mais nova geração de pesquisadores está indo embora
    . Estao oferecendo bolsas de estudo de 4 e até 6 mil dólares.
    A equipe de pesquisa em neurociencias da UFRJ. Já perdeu quase metade dos pesquisadores. …

  2. Parebens Leonidas pela sua opinião corroboro com ela . Deveriamos privatizar a administração pública . Se todo poder emana do povo temos autoridade para isso. Por que estes delinquentes não congelam os pagamentos desta divída faláciosa que apelidaram de pública , somente para tranferir o ônus para sociedade ? Esta negaça não foi contraida por nós e certamente , não servil para promover o bem social , mas sim , finânciar o inrequecimento ílicito dos bandidos no poder e seus senhores do sistema finânceiro.

  3. Não há comparação entre os vencimento dos servidores federais com os estaduais, pois os primeiros ganham muito mais!

    Os funcionários públicos do meu Estado, por exemplo, RS, estão sem qualquer reajuste – sequer a reposição da inflação! – há TRÊS ANOS!!!

    A grande injustiça proporcionada pelo COVARDE governador, Sartori, PMDB/RS, é usar a Folha de Pagamento do Executivo para subsidiar Legislativo e Judiciário, justamente quem ganha infinitamente menos, garantindo os proventos integrais e em dia desses dois poderes que ganham mais, resultando que os professores, policias civis e militares, agentes de saúde e penitenciários, recebam em parcelas e com atraso seus vencimentos!

    O artigo 168 da Constituição, que estabelece a entrega do tal duodécimo aos poderes Legislativo e Judiciário até o dia 20 de cada mês, NÃO DETERMINA QUE, uma vez não havendo dinheiro em caixa suficiente, que o poder Executivo NÃO PAGUE os seus funcionários, de modo a poder saldar os salários de deputados e magistrados, tanto em flagrante injustiça como segregação entre os poderes!

    E, ate hoje, não vi nenhum advogado defender esta tese junto à Justiça e obter, no mínimo, o governador RATEAR o arrecadado entre TODOS OS SERVIDORES, do mais simples ao presidente do Tribunal Regional de Justiça de cada Estado!!!

    UM FELIZ DIA DOS PAIS!

    Ah, antes que eu esqueça, informo o seguinte:

    Neymar foi para p PSG por dinheiro – grande coisa! -, pois eu fui para o SPC também por dinheiro!!!

      • Paulo Peres,

        Citei o RS porque sou gaúcho e resido no meu Estado.

        Sei dos graves problemas que os servidores do Rio estão vivendo, e agradeço que tu não os tenhas esquecido!

        Um forte abraço.
        Saúde e paz.
        Ah, que nos lembremos desta clamorosa injustiça e ILEGALIDADE, pois cobrir pelo menos a inflação é atribuição dos governantes, quando os parlamentares aumentarem seus vencimentos milionários em mais cinco, seis, dez mil reais AO MÊS!!!

  4. Cumprir a lei com o salário máximo de 30 mil para as elites não né? FDP’s !!!
    O povo já não aguenta mais, na hora que sairmos feito boiada pelas ruas aí veremos ..

  5. Neste pais , não somente uma ideia absurda mas atitudes absurdas , talvez colocaría esta nação nos eixos . Resta salientar que tal atitude emanaria da sociedade , pois , nos poderes só contamos com crápulas , oportunistas e delinquentes . Que esta utopía se torne realidade

  6. A sacanagem do momento, que os políticos tentam armar: Bernardinho, o supercampeão do vôlei, exemplo vivo de determinação e agregação, está sendo estimulado a se candidatar a presidente da Republica…
    Não entra nessa não, Bernardinho… é fria… gelada.

    O voleibol ainda precisa muito de você e de mais alegrias por mais títulos e campeonatos…

    A política brasileira, é o lodaçal profundo em que chafurdam cínicos, hipócritas e corruptos.
    Eles não merecem sua imagem de vencedor.

  7. No estado mais rico da federação, o estado de São Paulo, os funcionários estaduais e inclusive o governador Alckmin estão há três anos sem aumento, acaso sabiam disso.

    • Maria Rosa,

      Em compensação, observa os aumentos brutais nos salários dos vereadores e deputados estaduais nesses três anos, e vê se não existem sobradas razões para desalojá-los de suas confortáveis poltronas e em couro, a .. . pauladas!!!

      Um abraço.
      Saúde e paz.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *