Aécio rebate Lula e ataca PT, no caso do mensalão

Guilherme Reis

Um ato de campanha do PSB, realizado na avenida do Contorno, serviu para o ex-governador e atual senador Aécio Neves (PSDB) rebater as críticas feitas ao candidato Marcio Lacerda (PSB) e ao PSDB pelo ex-presidente Lula (PT).

As declarações do líder petista foram feitas durante o comício realizado, em Belo Horizonte, em favor da campanha de Patrus Ananias (PT).

Aécio faz campanha em BH

Aécio Neves (PSDB) criticou duramente a tentativa de Lula associar as principais obras de Belo Horizonte a iniciativas do governo federal. “O PT tem um viés equivocado ao analisar a questão de investimentos porque ele trata os recursos públicos como se fossem seus. Dinheiro federal, dinheiro estadual, isso é o menos importante, é dinheiro do povo. São impostos que todos nós pagamos. É papel do governo federal fazer parceria com o Estado, como o governo estadual vem fazendo. Mas o PT se apropria das empresas públicas como fez e, agora, foi comprovado pelo Supremo Tribunal Federal, em relação ao Banco do Brasil”, finalizou Aécio se referindo ao mensalão.

Marcio Lacerda também seguiu a mesma linha de argumentação para justificar os investimentos feitos com recursos federais na capital mineira. “Nós temos em Belo Horizonte recursos repassados pelo governo do Estado, temos empréstimos da Caixa Econômica Federal, temos empréstimos do BNDES, que são instituições do povo brasileiro. Temos repasses do governo federal, o que é uma obrigação”, explicou.

Aécio Neves também rebateu as afirmações de Lula sobre a cisão entre o PSB e o PT em Belo Horizonte. “Se tem alguém que tem que justificar e explicar o rompimento da aliança, obviamente não somos nós. Estamos onde sempre estivemos, ao lado do Marcio”, analisou.

Lacerda preferiu não responder as declarações de Lula. Ele usou, de forma irônica, um conselho de Lula dado a Patrus. “Eu vou seguir o conselho que ele deu ao meu adversário e não vou responder as acusações”.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *