Afastar o general que negociava com PMs grevistas foi um grave erro

Vicente Limongi Netto

Minha leitura é como cidadão que acompanha os acontecimentos dos grevistas de longe, pelo noticiário. Reitero que greve por melhores salários faz parte do contexto democrático, embora, geralmente, na maioria dos casos, com o passar do tempo, acabe prejudicando a população.

Nesta linha, não vejo em que ponto ou em qual situação o general que dialogou com grevistas errou. O militar ponderou, foi ouvido, aplaudido e, emocionado, recebeu bolo pelo aniversário. Qual o problema? Por que então o general foi punido e afastado das funções?

Militar também é gente. Militar também é povo. Creio que o general teve parcela importante, numa hora em que a tensão era grande entre autoridades e grevistas. A meu ver, a conversa franca e firme do general com os grevistas em nada diminiu ou feriu sua autoridade, muito menos pode ser taxado de indisciplinado.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *