Afinal, por que a agência de Duda Mendonça continua faturando tanto com o governo federal?

Carlos Newton

O escândalo do mensalão tem o dom de trazer a público outros escândalos. Um dos mais curiosos é o extraordinário faturamento federal da agência do publicitário Duda Mendonça – um dos 38 réus do processo do mensalão. Segundo levantamento do site Contas Abertas, a empresa do marqueteiro recebeu, de 2004 até hoje, a nada desprezível quantia de R$ 195,2 milhões do governo federal.

Isso significa que, mesmo tendo sido acusado pela Procuradoria Geral da República por lavagem de dinheiro e evasão de divisas, ele continuou a trabalhar para o Executivo, comandado por Lula em oito anos, e Dilma em dois.

Mas esse número (R$ 195,2 milhões) não bate com os totais divulgados pela própria agência O Globo, que distribuiu a notícia sobre o levantamento. Apenas em 2004, um ano antes do mensalão, a Duda Mendonça & Associados Propaganda (DM&AP) recebeu R$ 63,5 milhões por contratos com a Presidência da República. Em 2005, a agência recebeu R$ 50 milhões da Presidência e R$ 9,4 milhões da Saúde.

Após o depoimento de Duda na CPI dos Correios, quando admitiu receber pagamento de dívida de campanha no exterior, a Presidência não mais o contratou, segundo a Agência Globo. Porém, já em 2006, ele recebeu R$ 10,6 milhões do governo federal e, em 2007, R$ 9,6 milhões. Em 2008, ele recebeu R$ 12 milhões, enquanto que em 2009 e 2010 recebeu, respectivamente, R$ 26 milhões e R$ 30 milhões. Em 2011, a empresa de publicidade recebeu R$ 3,9 milhões.

Bem, somente aí, chegamos a R$ 214,6 milhões, sem contar o faturamento deste ano, em que a agência continua prestando serviços ao governo de Dilma Rousseff. Sem contar também com os generosos pagamentos que são feitos ao publicitário, como pessoa física, pelo PT, que para tanto se utiliza de paraísos fiscais, conforme o próprio Duda Mendonça admitiu na CPI do mensalão.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *