Afinal, quem está vencendo os debates eleitorais?

Antonio Fallavena

Opinião é opinião. Alguns conseguem opinar com conhecimento. Outros, com opinião e paixão. Há também aqueles que usam opinião por necessidade. E mais alguns que emitem opinião por ser “democrático”, mesmo dizendo bobagens.

Acho os dois candidatos com deficiências para o embate. Contudo, não porque não goste dela, constata-se que Dilma é sofrível. Se tivesse um adversário melhor preparado e um público interessado, seria destroçada.

Infelizmente, uma parcela enorme de pessoas tem um nível de entendimento abaixo da média desejada. Ouvem e entendem mais ou menos. Ouvem e entendem do jeito que desejam.

Dilma possui todos os dados de seu governo (ou deveria tê-los). Mas interpretá-los é outra coisa. Ela tem dificuldades de se expressar, de organizar frases com temas que não domina. É atrapalhada e despreparada para embates assim.

Estou dizendo o óbvio, mas para pessoas que queiram e desejem coisas melhores. Para quem deseja que ela permaneça no governo, não precisa muito mais coisa.

Repito: se Aécio fosse melhor preparado, acabaria com ela. Mesmo não sendo, tem se apresentado muito melhor nos debates.

Mas quem desejar continuar dizendo ou argumentando que Dilma foi melhor, bem, é apenas uma opinião. E tenho de respeitar, embora discordando.

30 thoughts on “Afinal, quem está vencendo os debates eleitorais?

  1. Boa noite, Antonio. A situação está cada vez mais estranha. O Uol, fez uma enquete sobre o debate. Mais de 380.000 pessoas votaram e deu o Aécio com 81%. Sei que não é científico, mas é um número difícil de ser adulterado. Sou a última pessoa a defender instituto de pesquisa, porém há determinados fatores que não podem ser captados, como a abstenção em regiões onde o candidato A ou B é o mais votado. Na semana passada fiquei 8 dias no Nordeste e percebi um fato extremamente imensurável que é o medo de declarar o voto. Nas regiões mais afastadas, que historicamente foram submetidas ao coronelismo, o pessoal, principalmente do Bolsa Família ficam com a pulga atras da orelha se você fizer essa pergunta, pois temem que seja alguém do governo que possa suspender a sua Bolsa. Como tornar essa situação ‘científica’ ????

    • Verdade Virgilio.
      Viajo muito, por vários estados e também encontro pessoas não querendo opinar, com medo de mencionar nomes de políticos de sua região, etc.
      Em pleno século XXI, com toda a parafernália tecnológica e internet, melhões de pessoas continuam vivendo na escuridão. Pouco conhecimento, pequena ou sem cultura e com um medo danado de perder o que não tem.
      Enquanto a sociedade esperar que os governos escolham seu destino a coisa será assim.
      Abraço amigo.

  2. Em qual Nordeste você esteve, cara-pálida? Pois no NE em que eu estou a maioria dos eleitores declara o voto em Dilma. Alguns até omitem a sua inetnção de voto com medo de sofrerem agressões por parte dos eleitores de Aécio, assim como aconteceu no episódio do cadeirante. O que é compreensível.

    • zzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz

    • Giuseppe
      Permita-me perguntar-lhe: em que classe social e cultural estás?
      Nos estados ditos mais desenvolvidos, o nível de conhecimento político das pessoas já é baixo. Moro no estado que sempre disse, e dele disseram, tratar-se de um dos mais politizados. Até pode ser, mas deixamos, hoje, muito a desejar.
      Temos de aprender a comparar nossas coisas com coisas maiores e melhores. Comparar com menores e piores, a vitória nos enganará.
      Abraço.

  3. Mais uma vez reitero o meu sincero desejo de que Aécio vença todos os debates e todas as pesquisas dora em diante e perca e eleição nas urnas no próximo dia 26.

      • Alma sebosa se abrevia AS. AS se pronuncia Aéci. Aéci é parecido com Aécio. Então doravante chamarei os eleitores de Aécio de AS (apenas aos que me chamam de MAV). Entendeu, AS sátiro?

          • Bobagem você me insultar de tão longe, não tem a menor graça. Engraçado seria você me insultar perante a minha pessoa.

          • Tradução:” Você deve ter tido uma infância conturbada. Você é um idiota com seu cérebro bloqueado”. Seria isso um “insulto”? Fala sério! Insulto é o tipo de campanha sórdida que os “petralhas” estão fazendo em nome da “Democracia”.

            Ps.: idiota
            i.di.o.ta
            adj+s m+f (lat idiota) 1 Falto de inteligência. 2 Estúpido, parvo, pateta. 3 Ignorante. 4 Med Doente de idiotia. 5 Psicol Pessoa com nível mental a um quinto, ou menos, do nível normal do grupo de idade cronológica a que pertence.

          • Não precisa traduzir, pois eu falo e escrevo italiano de verdade, aprendi em Milano, Italia. Repito, não tem graça estes teus insultos feitos de tanta distância, seria muito mais engraçado você, fazê-los defronte a mim, cara a cara, olho no olho. Você iria achar maravilhoso.

      • Sem nunca ter tido formação policial, o senador e candidato à Presidência da República, Aécio Neves (PSDB), já teve e utilizou carteira da polícia mineira para dar a famosa “carteirada”.
        Aécio aproveitou da influencia do clã familiar para obter a carteira de polícia de número 8.248, emitida em 19 de abril de 1983 pela Secretaria de Segurança Pública de Minas Gerais (SSP-MG), que assegurava ao seu portador poderes de polícia.
        A carteira foi obtida por Aécio quando ele tinha 23 anos, na mesma época em que seu avô, Tancredo Neves, governava o Estado de Minas Gerais.

        • Bem, não sou nenhum vovô, acredite. Também não sou agressivo (hoje, graças a Deus, consigo “controlar os meus instintos”). Sabe, meu tempo de “colegial” já passou, infelizmente… Adoro “cachorros” e aprendi uma coisa curiosa com eles: “Cão que ladra não morde”. Ah!, não vou mais perder meu tempo com você, “Pazzo”…

    • Acabei de ler sobre mais um ato dos comediantes da ideologia, os ‘defensores do proletariado’ deram empréstimo subsidiados e sem garantias, para a socialite dos ‘Mulheres Ricas’ ! CIRCO!

      ( Folha de São Paulo ).

      O Banco do Brasil concedeu empréstimo de R$ 2,7
      milhões à apresentadora de TV Val Marchiori, a
      partir de uma linha subsidiada pelo BNDES,
      contrariando normas internas das duas instituições.
      Marchiori tinha restrição de crédito por não ter pago
      empréstimo anterior ao BB e também não
      apresentava capacidade financeira para obter o
      financiamento, segundo documentos internos do BB
      obtidos pela Folha.
      A empresa pela qual Marchiori tomou o crédito, a Torke Empreendimentos,
      apresentou como comprovação de receita a pensão alimentícia de seus dois
      filhos menores de idade. O financiamento, repassado pelo BB a partir de uma
      linha do BNDES com juros de 4% ao ano –mais baixos que a inflação–, foi
      usado na compra de caminhões.
      A Torke não tinha experiência na área de transportes e a atuação da empresa
      até então estava relacionada à carreira de Marchiori na TV.
      Na condição de administradora com poderes plenos na empresa, Marchiori
      tinha dívidas antigas com o BB que representavam impedimento para o novo
      empréstimo. Por isso, foi feita uma “operação customizada”, ou seja, sob
      medida para Marchiori, para liberar os recursos.
      Val Marchiori é amiga do presidente do BB, Aldemir Bendine. A
      apresentadora esteve com ele em duas missões oficiais do banco, uma na
      Argentina e outra no Rio. Em entrevista à Folha, o ex-motorista do BB
      Sebastião Ferreira da Silva disse que a buscava em diversos locais de São
      Paulo a pedido de Bendine. “Fui buscar muitas vezes a Val Marchiori”, disse
      Bendine nega qualquer participação na concessão do empréstimo. Ele
      reconhece que ficou hospedado no mesmo hotel que Marchiori nas duas
      ocasiões, mas diz que a estadia dela não tinha relação com as missões do
      banco, que foram coincidências.
      Oito dias antes de o BB começar a analisar a operação para a Torke, Marchiori
      enviou e-mail a Bendine, ao qual a Folha teve acesso, com perguntas sobre
      outro financiamento do banco, para empresa do marido da apresentadora,
      Evaldo Ulinski.
      O papel dos bancos públicos virou tema de debate entre os candidatos a
      presidente Aécio Neves (PSDB) e Dilma Rousseff (PT). Aécio acusa o governo
      do PT de usar o BNDES para financiar empresas aliadas. Dilma defende o
      banco, dizendo que 84% dos investimentos da indústria passam pelo BNDES.
      A Torke tomou o empréstimo para, imediatamente, sublocar os caminhões
      para a Veloz Empreendimentos, que é do irmão da apresentadora, Adelino
      Marchiori.
      Uma cláusula da linha Finame/BNDES, de onde saíram os recursos, impede
      cessão ou transferência dos direitos e obrigações do crédito sem a autorização
      do BNDES. A praxe do banco é financiar a atividade-fim do tomador do
      crédito.
      Na análise de risco, o BB apontou que Marchiori não tinha como comprovarreceita compatível com o empréstimo, que tem prazo de pagamento de cincoanos. No item “garantias mínimas” para o financiamento, o banco diz:
      “Coobrigação obrigatória da administradora Valdirene Aparecida Marchiori,
      ainda que sem recursos computáveis compatíveis”.
      Segundo a análise de crédito, os fiadores da operação, o irmão e a cunhada de
      Marchiori, donos da Veloz, também não apresentavam recursos para garantir
      a operação. Assim, o BB dispensou a comprovação de capacidade de
      pagamento da tomadora do crédito e dos fiadores.
      ———————————————————————————————————-
      http://www1.folha.uol.com.br/poder/2014/10/1535588-bb-dribla-regra-ao-emprestar-para-amiga-de-chefe-do-banco.shtml

      • O que o Sr. não diz é que Val Marchiori é uma tucana fanática, cabo eleitoral de Aécio Neves, com várias postagens de apoio à Aécio em sua rede social. “A melhor notícia do dia: o meu candidadto, Aécio Neves, foi para o segundo turno e muito bem votado!” (Val Marchiori. 07/10/2014) e que Aldemir Bendini é funcionário de carreira e amigo de Val. É a quinta coluna infiltrada também no Banco do Brasil.

  4. Outra dificuldade nas pesquisas eleitorais é que o pessoal que faz as entrevistas sai às ruas no horário comercial e só encontram petistas, pois as pessoas de outros partidos estão trabalhando.

  5. Vejam onde chega o cicismo desses usurpadores dos cofres públicos, junto com a farsComo os comediantes da ideologia petistas tratam os seus empregados! É uma farsa só! ….kkkkkk…..(…)…. A 1ª Vara do Trabalho de Brasília julgou ontem uma ação em que a TVT, ligada à Central Única dos Trabalhadores (CUT), era acusada de… irregularidades trabalhistas.
    Um dos cinegrafistas de uma empresa terceirizada pediu o reconhecimento do vínculo de emprego com a TVT e o juiz decidiu que a terceirização, feita na atividade-fim da TVT, é ilegal. Em outras palavras, a empresa foi contratada para atuar na área jornalística, a mesma área de atuação da TVT, o que é proibido.
    Condenada, a TVT terá de assinar a carteira de trabalho do cinegrafista e pagar os direitos trabalhistas referentes ao ano e meio em que ele trabalhou por lá.
    Por Lauro Jardim
    a ideológica. ,,,

      • Sem entrar no mérito dessa contenda eleitoral, essa expressão nada tem a ver com política e corrupção. Ademais, ROUBO difere de FURTO. Finalmente, no tempo de nossos avôs o adultério e as mentiras masculinas familiares eram tidas como NORMAIS E ACEITAS PELA SOCIEDADE HIPÓCRITA CRISTÃ BRASILEIRA. Para não pôr fogo nessa contenda eleitoral que não me interessa, lembro que o avô de um desses figurões do momento desfilava publicamente com uma amante e ainda a privilegiava com verbas públicas. Seu enterro foi uma tremenda hipocrisia religiosa.

  6. Claro que o tal empréstimo do BB à Val Marchiori é indecente, não tenho a menor dúvida, assim como não tenho a menor dúvida que ela é fanzoca do Aécio:

    “Quem prestou atenção no debate percebeu como o Aécio Neves é mais preparado: o jeito que ele fala, como ele se porta, com firmeza, clareza e com a certeza de que fará um governo muito melhor do que o da presidente Dilma Rousseff. Hello! Aécio é o nosso presidente, o homem que vai fazer o Brasil crescer, que vai tirar o país da recessão e combater a corrupção. Não adianta falar que vai acabar com a roubalheira, que os culpados serão punidos, somente quando o escândalo já estourou. É preciso impedir a corrupção antes que ela aconteça.”
    Val Marchiori

  7. Amigos
    Quando escrevi o texto acima, ainda não havia ocorrido o episódio “Maria do Rosário – bolsa família”.
    As mentiras, as promessas sem fundamento e as ameaças nas eleições, quase sempre estão presentes.
    São os candidatos aproveitando a falta de conhecimento,de discernimento de uma parcela considerável de eleitores. Enfim, aproveitando-se da miséria humana!
    Se a política fosse algo levado mais a sério por todos, mais limpo, transparente e buscando o bem comum, certamente teríamos melhores candidatos e eleitores.
    Sementes ruins produzem frutos fracos e de pouca qualidade.
    Caminhamos, a passos largos, para resultados piores ainda.
    O que poderemos esperar de um país onde o estado divide seu espaço com a marginalidade?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *