Agências Reguladoras, um retrocesso de FHC que o PT confirmou.

Roberto Nascimento

A criação das Agências Reguladoras por FHC foi um retrocesso irreparável e, por incrível que pareça, mantido pelo governo dos “trabalhadores”, o que demonstra que houve continuidade de propósitos de poder entre PSDB e PT. Nada mais parecido e igual entre esses dois partidos políticos que só divergem na maneira populista de governar.

As denominadas Agências são consideradas como Sindicato dos Patrões e talvez tenham sido criadas com esse objetivo. Ainda bem que FHC jamais voltará a presidência, e ele ainda se acha o supra-sumo da inteligência e da intelectualidade. Devemos sua subida ao poder ao presidente Itamar Franco, que o indicou e depois se arrependeu amargamente.

SEM SORTE…

Infelizmente o povo brasileiro não tem tido sorte com seus governantes, e tome-lhe atraso. Nos últimos anos os empresários nunca ganharam tanto dinheiro de todas as formas e com financiamento dos bancos públicos. O povo é que sofre com a Saúde na UTI, com uma Educação de péssima qualidade e chorando a morte de seus parentes nos assaltos seguidos de violência nas ruas de todos os Estados.

Não falta dinheiro para os amigos do poder, mas para o povo só as migalhas do Bolsa Família, que mantém o pobre na marginalidade e preso na armadilha do eterno subdesenvolvimento.

Como é que essa gente dorme com a certeza de que está enganando o povo? Acho que perderam a consciência e a força revolucionária, rendendo-se ao poder do capital. Realmente o poder é afrodisíaco e também mortal como uma serpente, que toma a alma de quem se entrega aos seus delírios e devaneios.

Se os poderosos tivessem a consciência de que tudo passa e que num determinado dia partem desse mundo e depois ninguém se lembrará mais deles, pois cada um tocará sua vida para frente nessa corrente individualista e globalizada a moda dos republicanos americanos.

Nesse diapasão, o Brasil vai perdendo suas oportunidades no contexto internacional por falta de visão estratégica e espírito público.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *