Agiotagem oficializada: Juros sobem sem parar h 12 meses e chegam a 100,76%

Deu em O Globo
Os juros cobrados de consumidores e empresas sobem sem parar h 12 meses, mostrou nesta segunda-feira levantamento da Associao Nacional dos Executivos de Finanas (Anefac). Segundo o estudo, a taxa mdia para pessoa fsica subiu de 5,96% ao ms em abril para 5,98% em maio, a maior desde agosto de 2012. Ao ano, os juros mdios para os consumidores j atingem 100,76%.

Das seis linhas de crdito para pessoa fsica pesquisadas, a que registrou maior aumento nas taxas foi a do financiamento de automveis. Os juros anuais do crdito direto ao consumidor (CDC) para compra de veculos subiu de 23,58% em abril para 23,87% em maio. Em segundo lugar ficaram as taxas cobradas no comrcio, que avanaram de 71,15% para 71,94% ao ano no ms passado.

J o cheque especial, conhecido por seus juros salgados, cresceu sua taxa anual de 156,90% para 158,04%, enquanto os juros do emprstimo pessoal oferecido pelos bancos aumentou de 49,36% para 49,54%. A mesma modalidade disponibilizada pelas financeiras teve avano menor, embora seu patamar seja muito maior: de 132,39% ao ano em abril para 132,65% em maio.

O carto de crdito, cujos juros j so os maiores de todos, foi o nico segmento que manteve estveis suas taxas em maio, a 232,12% ao ano.

Quanto aos juros cobrados das pessoas jurdicas, eles aumentaram nas trs linhas pesquisadas pela Anefac. A taxa anual mdia cresceu de 49,19% em abril para 49,54% no ms passado.

SOBE MAIS QUE A SELIC

Miguel de Oliveira, economistas responsvel pelo estudo, disse em comunicado que as elevaes aconteceram por causa da piora no cenrio econmico e pela expectativa de que o Banco Central pudesse elevar novamente a taxa bsica de juros, a Selic, na reunio da semana passada o que no aconteceu.

Ele observou que bancos e financeiras tm elevado suas taxas em ritmo mais acelerado que o do crescimento da Selic. Enquanto o BC subiu os juros bsicos em 3,75 pontos percentuais entre maro de 2013 e maio deste ano, para 11%, a taxa mdia para pessoa fsica cresceu 12,79 pontos percentuais no perodo, de 87,97% para 100,76% ao ano.

###
NOTA DA REDAO DO BLOGA escalada dos juros demonstra quem realmente manda no pas. O governo dos trabalhadores no teve peito para exigir dos banqueiros um comportamento mais humano, digamos assim. O economista francs Thomas Piketty, que faz sucesso com o novo “Capital” deveria analisar esse fenmeno brasileiro – os juros tipo jaboticaba, que s existem aqui. (C.N.)

8 thoughts on “Agiotagem oficializada: Juros sobem sem parar h 12 meses e chegam a 100,76%

  1. nis financiando tudo, contas nos parasos, super salrios, conversas fiadas,…

    J esto recuperando o dinheiro para as doaes para partidos.
    Desses aumentos dos juros, 20% so doados e os 80% so para baterem os constantes recordes trimestrais!

  2. Newton, a Presienta fez a sua parte, fez o Banco do Brasil e a Caixa diminuirem seus juros, mas a midia gritou geral, que isso era artificial e bla bla bla etc e tal. E adivinha se o Financial Times nao ganhou a guerra, ele quase chegou a demitir o Mantega, mas ai dependia exclusivamente da Presidente.

  3. A presidenta fez tudo que deixaram fazer!
    Lulla fez tudo que deixaram fazer!
    Fernando Henrique fez tudo que quis!
    Os bancos continuam mandando e mamando.
    A Caixa e Banco do Brasil baixaram os juros. Olhem os dos cartes de crdito. neste caso, no texto os juros chegariam a 2232%. Entretanto, nas faturas dos cartes, os juros/encargos chegam a 493%. Ser que algum pode explicar isto? A poupana paga 6% ao ano. Cartes cobram at 18% ao mes! So os juros mais caros do mundo. Pelo menos, este ttulo j ganhamos. Somos campees do mundo em juros.
    E Dillma fez tudo que deixaram fazer. Mais que govenico!!!
    O PT cobrava e dizia falar a verdade nos perodos dos outros governos? Quando far o que cobrava dos outros? Cad a prometida interveno no sistema financeiro? Viraram scios dos bancos ou dividiram os lucros com eles?
    E o valor da aposentadoria, de quem recebe acima de e um salrio mnimo, continua sendo corrigido pelo limite da inflao – maquiada, mascara e mentirosa.
    Quando ser que poderemos realizar uma auditoria tambm neste caso? Por onde andam os pedidos de encaminhamentos de CPI dos cartes de crdito que se encontra em alguma gaveta do senado?
    Talvez no dia em que nosso Pas tenha um governo e presidente brasileiro. At l, ouviremos conversa fiada e assistiremos o crescimento da nova classe social: a dos saqueadores dos cofres pblicos.
    O capital internacional, tal qual diziam dos governos neo-liberais, continua mandando, agora tambm nos pseudos-governantes da esquerda festiva.
    Na verdade, Lulla e Dilma fizeram tudo que lhes mandaram fazer!

  4. Juros no se baixa por decreto.
    Se as condies de produo, crescimento da dvida pblica, gastos do governo com custeio e outros fatores macroeconmicos no forem controlados e PLANEJADOS sem interesses eleitoreiros, os juros no obedecem.
    Argentina e Venezuela esto tentando inventar nmeros por decreto h anos, e est a a situao falimentar deles.

  5. Palavras do Lula antes de ser eleito:
    Obviamente que, tendo em vista os lucros que tiveram o Ita, o Bradesco e os outros bancos, o Fernando Henrique Cardoso no nem pai: ele pai, me, av, av, tio, tia do sistema financeiro, que nunca ganhou tanto dinheiro como est ganhando agora.
    (Candidato Lula, 2001, Entrevista a Ziraldo)

    Palavras do agiota legalizado depois que Lula foi eleito:
    “Quando ele foi eleito, eu tive uma preocupao de que levasse o governo para uma linha de esquerda, mas ele foi mais conservador do que eu esperava.
    Olavo Egydio Setbal, presidente do conselho de administrao da holding que controla o banco Ita.
    (12/08/2006)

    Palavras da Dilma jogando para a plateia:
    Os bancos no podem continuar cobrando os mesmos juros para empresas e para o consumidor enquanto a taxa bsica Selic cai, a economia se mantm estvel e a maioria esmagadora dos brasileiros honra com presteza e honestidade seus compromissos”
    Dilma Rousseff, presidente, fala do Dia do Trabalhador,
    G1 30abr2012

    E os agiotas legalizados continuam mantendo os juros nos mesmos patamares.

  6. A verdade que nenhum governante tem coragem de enfrentar os banqueiros, eles tem um enorme cacife na manga, ou seja, o envidamento dos governos, federal, estadual e municipal, todos esto nas mos dos donos de bancos, os juros praticados no Brasil descomunal, esta sim a verdadeira agiotagem concedida e o pior de tudo que os trs poderes no enfrentam isto, principalmente o poder judicirios, crime de usura est na constituio.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.