Agora, são 41 ministros, contando com o marqueteiro João Santana e o conselheiro Franklin Martins, para tentar a reeleição

Carlos Newton

Com a posse de Afif Domingos como ministro-chefe da Secretaria da Micro e Pequena Empresa, o 39º ministério, o governo da presidente Dilma Rousseff havia consolidado a conquista do recorde mundial, que antes estava com o Gabão.

Agora, Dilma avança para 41 ministros, se contarmos o marqueteiro João Santana, uma espécie de Rasputin imberbe no palácio do Planalto, e o jornalista Franklin Martins, ex-ministro da Comunicação Social, que se tornou conselheiro presidencial. Os dois são ministros ad hoc, ou seja, com propósito específico de fortalecer a candidatura de Dilma à reeleição, para evitar que o prestígio político-eleitoral dela continue despencando nas pesquisas.

Na revista Veja, o jornalista Otávio Cabral fez um relato sobre a principal conclusão a que chegou Franklin Martins, que considera o ministro Joaquim Barbosa, presidente do Supremo Tribunal Federal, como a maior ameaça à reeleição de Dilma, se ele resolver ser candidato.  Isso, claro, se Lula desistir de ser candidato e permitir que a atual presidente busque a reeleição pelo PT, hipótese que está cada vez mais afastada, porque à medida que a crise aumenta, Dilma se enfraquece e Lula se fortalece dentro do partido.

BARBOSA E LULA

Franklin Martins acha que Joaquim Barbosa,  por haver comandado o julgamento do mensalão e não ter histórico partidário, tem potencial para conquistar os descontentes com o governo.Segundo o jornalista Otávio Cabral, para desgastar a imagem de Barbosa, Franklin agora quer mostrar que ele é “igual aos políticos”. Por isso, já escalou os sites e blogs financiados com recursos públicos (Caixa, Banco do Brasil, Petrobras etc), dando-lhes a missão de vasculhar a vida do presidente do Supremo, incluindo seus hábitos e suas despesas.  Mas vão quebrar a cara, porque Joaquim Barbosa é um homem de vida simples.

Quanto à candidatura de Lula, outro fantasma que assusta o governo Dilma, o ex-presidente decidiu ironizar os boatos de que estaria com câncer. A partir de agora, diz que passará a marcar reuniões no Hospital Sírio-Libanês, ao invés de frequentar o Instituto Lula, onde funciona o quartel-general de sua campanha de volta ao Planalto.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

4 thoughts on “Agora, são 41 ministros, contando com o marqueteiro João Santana e o conselheiro Franklin Martins, para tentar a reeleição

  1. Como é triste o fim de um “jornalistazinho”, o senhor Franklin Martins poderia ter-se poupado de virar uma maricota futriqueira, isso sim que eu chamo de “imprensa marron”.

  2. As pessoas que conhecem o Brasil a partir do Rio de Janeiro e Sunpaulo, o desconhecem, vejamos duas Cidades, Paraíba do Sul e Maceió, os investimentos em educação nos últimos anos dá bem uma visão do todo brasileiro. A minha neta morava em Paraíba do sul aos 2 anos de idade, tinha uma creche na quadra onde morava, mas sua mãe, optou por uma que fica a dois Km, existem nesta mesma avenida mais quatro creches. A mãe da minha neta, resolveu voltar para Maceió, em todo o Bairro do Feitosa não existe uma só creche, e ela e seu ex-marido, pagam 200 (duzentos reais mensais), esqueci, em Paraíba do Sul, tinha uniforme de seis em seis meses, e olha que os últimos prefeitos, saíram pela porta dos fundos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *