Alguém ainda acredita que Lula e Dilma são honestos e não sabiam de nada?

Charge do Sponholz (sponholz.arq.br)

Antonio Carlos Fallavena

Quem assiste às sessões da Comissão do Impeachment vê os “pestistas” falarem para as paredes. Dizem que a presidente Dilma não cometeu crime, porque é uma mulher honesta. Como os erros cometidos pelos governos do PT não têm justificativa, os oposicionistas de hoje alegam que não deveriam ter compartilhado a gestão com outros partidos. Afirmam também que Temer está governando pior que Dilma (o que é praticamente impossível), e por isso ela voltará. Os senadores da base aliada de Temer nem prestam atenção.

Como acreditar que “Dilma é uma mulher honesta” quando tal afirmação entra em confronto com os fatos. Um chefe que não sabe o que acontece em sua volta, em sua casa ou em seus domínios, deve ser chamado de quê? De idiota, de imbecil, de sonso ou de mentiroso?

GRANDES ROUBOS – Se fossem pequenos erros, pequenos desvios, vá lá! Mas os que aconteceram e continuam acontecendo no país são de monta e de volume incomensuráveis, indescritíveis. Jamais saberemos o tamanho real do rombo desses esquemas de corrupção.

Assim, quando os senadores Lindbergh Farias, Gleisi Hoffmann, Vanessa Graziotin, Roberto Requião e mais alguns repetem e repetem que “Dilma é uma mulher honesta”, deve ser um mantra” para acreditarem.

Aliás, diante dos fatos, dos feitos e dos depoimentos já acontecidos e dos que ainda virão, os petistas terão de repetir esse “mantra” até o final dos tempos.

NÃO SABIAM DE NADA – Você ainda acredita que Lula e Dilma não sabiam de nada? Que ambos não participaram de nada? Que nenhum dos dois se beneficiou do esquema?

Lull e Dilma mentem. Pararão de fazê-lo quando a PF engaiolá-los. E a hora está chegando, devagarzinho, mas chegando, chegando, chegando.

Nos governos de Dilma, seus ministros eram “prestigiados” e ela caiu abraçada a vários “paus podres”.

Que Temer, sempre que necessário e para não criar o risco de Dillma voltar, venha a degolar muitos de seus ministros. Mas na hora exata. Acho que ele está preparando o terreno para escolher os nomes certos, ao invés de receber indicações. Enquanto o povo não aprender a escolher, teremos de correr com cavalos mancos e ceguetas. Mas ainda será melhor do que correr carregando uma mala cheia de pedras!

33 thoughts on “Alguém ainda acredita que Lula e Dilma são honestos e não sabiam de nada?

    • Amigo Virgilio
      Ao longo dos últimos anos, parece que só mentirosos foram escolhidos. Nem todos são assim, mas, certamente, a maioria é.
      E temos de assistir a todo o barraco que transformaram o país.
      Abraço e saúde.
      Fallavena

  1. “Enquanto o povo não aprender a escolher”, ora o povo só fica, se ficarem sabendo, que 60% dos eleitos tem ficha corrida no fim dos mandatos e os outros 40% estão lá satisfeitos com os vencimentos, as mordomias e bastando parecer que estão ocupados nas quartas feiras, em Banania a escolha é difícil, é como procurar um banana bom, amarelo, num cacho preto vencido a mais de trinta dias.

    • Carlos
      Ao agradecer teu comentário, peço licença para enfatizar que, todos os que mencionastes são personagens bons,positivos, sérios.
      Que pena que não tenhamos mais deles.
      Um abraço e saúde.
      Fallavena

    • Obrigado Nélio
      Mentir tornou-se algo tão comum que, para reduzir sua importância e força, muitos preferem usar expressões como: faltar com a verdade.
      Dillma mentiu, descaradamente. E os que a defendem, sabem disso e continuam mentindo para protegê-la.
      Quando não existe caráter, a boa fé some.
      Abraço e saúde.

    • Carlos
      E vão morrer repetindo. Eles não tem mais nada. As bandeiras viraram trapos. O governo foi e é o mais corrupta da história do Brasil e concorre com a grande chance de ser o maior da história da humanidade. Para compararmos com outros de priscas eras, devemos ter em mente as épicas, o conhecimento, a sociedade e tudo que hoje temos a disposição e não usamos.
      Para quem assiste os trabalhos da câmara e do senado, é fácil perceber o “vale a pena ver de novo”. defensores – senadores e deputados, repetindo as cantilenas e manipulando informações.
      Foi o que restou de um sonho.
      Abraço.
      Fallavena

  2. Fallavena. Votar em quem?. Como acreditar nestas urnas?”Nas últimas eleições, a apuração final foi secreta. Dá para acreditar em honestidade? A solução e GREVE ELEITORAL. NINGÉM COMPARECER.

  3. Amigos eleitor e Carlos
    Quem anula ou não vota perde o direito de opinar e questionar. E pior: ajuda os candidatos ruins.
    É claro que um voto bom é anulado por um ruim.
    No mais, a legislação garante que nulos/brancos não fazem parte da totalização dos válidos. Só os válidos dão percentuais na eleição.
    Se todos, mas todos mesmos, anulassem os votos, os candidatos se elegeriam sozinhos!
    É preciso uma reforma séria, que exija qualidade do candidato e do eleitor e que dê condições de pessoas sérias, sem uso de máquinas financeiras, possam concorrer e se eleger.
    O buraco é muito mais embaixo do que podemos enxergar.
    Abraço e saúde a todos.
    Fallavena

    • Sr. Fallavena, estou há mais de 20 anos sem votar, ou mais de duas décadas, com várias eleições, Presidentes, Governadores, Prefeitos, vereadores, dep.estadual.dep.federais…….
      O sistema politico=eleitoral está totalmente falido.
      Me cite um HONESTO desses todos que estão ai que valem meu precioso VOTO…….

      • Prezado Armando
        Honestos? Sim existem. Poucos e sufocados. Alguns até optaram por jogar o jogo sujo.
        Eleger honestos? Por experiência vivida nas últimos 4 décadas, te asseguro que é uma loteria. São poucos os que ajudei eleger. Não me preocupo. Conheço pessoas próximas, que poderiam contribuir com trabalho e seriedade e que concorreram. Ajudei alguns e votei neles também. Tudo na suplência ou fora dos primeiros. Acabamos ajudando a eleger os mesmos e os piores. Defendo eleição proporcional também em dois turnos! Loucura? Pelo menos não usariam nosso voto para eleger outros. A eleição proporcional tem uma distorção insanável.
        Reforma política/eleitoral já! Enquanto temos país.
        Abraço e saúde.
        Fallavena

  4. Fallavena
    Não me me refiro á qualidade do voto (branco,nulo, no pedro ou no paulo) Estamos lidando com profissionais gramscinianos.Não se pode esquecer de Lenim: NÁO INTERESSA QUEM VOTA,INTERESSA QUEM APURA
    As urnas SMARTMATIC, estão prontinhas e sem que nada foi alterado.Comparecer ás eleiçoes é levar carimbo de tolo e otário.

    • Eleitor e Wilson
      As dúvidas são muitas. E continuarão dúvidas se não encontrarmos, como sociedade, respostas objetivas, claras e que nos levem ao bom caminho.
      Sem reforma política, sem soluções a vista!
      As eleições são jogos com regras soltas, fiscalização ineficientes, jogadores escolhidos a dedo pelos chefes e eleitores, na sua maioria, que participam forçados, conduzidos e despreparados.
      Mantido o quadro os resultados se repetem, se aprofundam, sempre na direção do pior. Como se vê isto? basta analisarmos a queda da qualidade dos legisladores e, em consequencia, das instâncias legislativas, nos tres níveis.
      Mudar é preciso e urgente.
      Como? faz muito defendo uma constituinte exclusiva, com regras claras e com a participação de brasileiros de valor, com conhecimento e bem intencionados.
      É impossível? Acredito que não. se for, bem, neste caso fechemos a boca e vamos jogar baralho.
      Com legislação que proporcione a participação de pessoas sérias, sem que tenham de comer na mão de vigaristas, encontraremos os caminhos para a construção do país.
      Um abraço aos dois e obrigado por trocarmos idéias.
      Fallavena

  5. Pingback: Alguém ainda acredita que Lula e Dilma são honestos e não sabiam de nada? – Debates Culturais

  6. Estimado Antonio Carlos Fallavena

    Desculpe-me por inserir algo fora do contexto de sua postagem original. Espero ser perdoado por isto.

    Enquanto isso na SALA DE JUSTIÇA, aquele jornalista que se julga o DONO DA VERDADE, escreve um novo post tentando escrachar o Procurador que age corretamente para meter os corruptos e ladrões na cadeia:

    O pior de tudo é a grande legião de puxa-sacos que dão seus comentários.

    Vejam:

    http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/geral/va-estudar-dallagnol-as-suas-intencoes-sao-boas-a-sua-bibliografia-pede-mais-dez-anos-de-leitura/

    • Prezado Mordedor
      Espaço liberado e comentário aceito. Bem interessante.
      Permita-me uma observação, com o devido respeito.
      Se me permite, bem que o amigo merce uma identificação na TI mais condizente com suas opiniões.
      Abraço e saúde.
      Falavena

  7. Confiar em quem? Ninguém.
    Reforma política a mais necessária, antes de qualquer uma.
    a) Fim do voto obrigatório, Muitos preferem ver o jogo do Flamengo e Corinthias.
    b) Quantidade máxima de partidos, podendo começar com cláusula de barreira mais enérgicas.
    c) Povo inculto para votar,pois há pouco passava na escola sem saber ler e escrever. O menor é menor para matar, mas não é menor para votar? Este é o PT e nossa oposição, pois sem ela essa barbaridade não teria passado. Passou para continuar o status quo da CORRUPÇÃO.
    d) Acabar com foro privilegiado e as proposições do MPF com 2 milhões de assinaturas. O que estão esperando?

    • O POVO SÁBIO
      Tuas sugestões vão no caminho certo. Tem de mudar tudo, mas tudinho mesmo. A partir dos estatutos partidários que deverão, não se assuste, ser “padrão”. O que deve/pode ser diferente, são os programas partidários. Partidos não são “ongs”. assim, necessitam de regramento diferenciado, em tudo.
      O governo temer precisa ser um a passagem para o futuro próximo. Se assim não for entendido e utilizado, estaremos ferrados em 2018.
      Precisamos do “POVO SÁBIO”. Do povinho, nada sairá e se sair será pior ainda.
      Abraço e saúde.
      Fallavena

    • Prezados paulo e Manuel
      Ninguém disse, AINDA, que Dillma é desonesta, que roubou, matou ou mandou matar e outras coisas mais. Esta é a forma de defender-se e defendê-la andando em círculos e não enfrentando as acusações.
      Ora, ela está sendo acusada de DESCUMPRIR LEIS. É difícil de entender? Claro que não.
      Crime de RESPONSABILIDADE não é crime de roubo, de furto, de morte.
      Eles estão se fazendo de burros para pastar deitados!
      Dillma é acusada de um tipo de crime e poderá ser acusada de outros. Quem sabe até de desonestidade, mas por enquanto não.
      O ruim é que parte do povinho, não entendendo nada, fica tonto e já não sabe o que pensar.
      Para muitos, pensar cansa.
      Abraço e saúde.
      Fallavena

    • Armando
      As leis são perseguidas e, por vezes, cumpridas.
      As prestações de contas eleitorais são piadas. Quem as conhecem por dentro, sabem do que falo. Valores por fora são muito maiores do que as prestações. mas não para por ai. as multas, tais quais as de trânsito, são epenas PINGOS.
      É muito engraçado ouvir-se as explicações.
      E pior: se tentarmos explicar, a imensa maioria não entende ou, simplesmente, pergunta: “fazer o que?”.
      Leis claras, fiscalizações e punições justas são as saídas.
      justas
      Obrigado pela contribuição.
      Abraço e saúde.
      Fallavena

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *