Andrade Gutierrez usou Lula para fazer negócios na Venezuela

Deu na Folha

E-mails apreendidos no âmbito da Operação Lava-Jato revelam que a empresa Andrade Gutierrez agendou um encontro com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para intermediar seus negócios na Venezuela. Na troca de mensagens, ocorrida em março de 2014, os executivos da Andrade Guitierrez citam uma reportagem para afirmar que o presidente da Venezuela, Nicolas Maduro, está “incomodado” com a postura de distanciamento político da presidente Dilma Rousseff. Um dos executivos recomenda, então, que seu “ponto focal de apoio” seja Lula.

Em março de 2014, Sérgio Lins Andrade, dono da Andrade Gutierrez, enviou ao presidente da empresa, Otávio Marques de Azevedo, a cópia de uma reportagem sobre a decisão de Dilma de se distanciar da Venezuela.

“Isto pode complicar a situação dos contratos lá. Abs”,escreveu ele, no e-mail endereçado aos executivos.

DISCUTIR COM LULA…

Em resposta, o executivo Flávio Gomes Machado Filho fala de um descontentamento de Maduro e cita Lula como canal na Venezuela. “Temos que tomar todos os cuidados. O Presidente Maduro já está incomodado com essa postura dela há algum tempo. O nosso ponto focal de apoio tem que ser o ex-Presidente Lula. O Pres Maduro reconhece como um grande amigo pessoal e um grande amigo da Venezuela.”

Flávio Gomes diz, então, que se encontraria com Lula na semana seguinte para buscar uma solução para traçar uma estratégia de apoio.

“Estou marcando um encontro com o Pres Lula na próxima semana em SP para discutir com ele a situação da Venezuela e uma estratégia de apoio. Abs, Flavio.”

OUTRO LADO

Procurado para confirmar o encontro, o Instituto Lula afirmou, por intermédio de sua assessoria, que não comentaria “documentos supostamente oficiais extraídos de seu contexto”. A Andrade Gutierrez informou que não comentará o assunto.

A seguir, a nota do Instituto Lula:

“O ex-presidente Lula sempre atuou legitimamente em defesa do Brasil e das empresas brasileiras nos mercados internacionais, e continuará exercendo esse papel, sempre que possível, como fazem ex-governantes responsáveis de diversos países. O ex-presidente não faz e nunca fez lobby ou consultoria. A lista das empresas que contrataram palestras do ex-presidente, por meio da empresa LILS, está publicada pelo Instituto Lula neste endereço Outras informações sobre as palestras foram prestadas espontaneamente ao Ministério Público, para esclarecer os fatos e desfazer ilações indevidas em Notícia de Fato protocolada na Procuradoria da República no Distrito Federal. O Instituto Lula não comenta vazamentos seletivos de procedimentos judiciais nem documentos supostamente oficiais extraídos de seu contexto.”

One thought on “Andrade Gutierrez usou Lula para fazer negócios na Venezuela

  1. Fui até o site do Instituto Lula, que divulga todas as palestras (sic) que Lula proferiu mundo afora. O Instituto Lula admite que Lula recebeu dinheiro pelas palestras, consentaneamente com seu prestígio internacional. Todavia, nem os sábios da Antiguidade tais como Platão, Tales de Mileto, Periandro de Corinto, Pítaco de Mitilene, Bias de Priene, Cleóbulo de Lindos, Sólon de Atenas e Quílon de Esparta, os mais destacados sábios gregos conseguiriam abarcar todos os assuntos que Lula domina e para os dirigentes dos quais proferiu palestras. Em sendo assim, Lulla é um gênio da Humanidade que, em vez de perder tempo com política, deveria estar ajudando os cientistas internacionais a achar a cura para o câncer. Dado seu vasto conhecimento sobre quase tudo, exposto em palestras remuneradas, seria fácil a ele apoderar-se também de tão intrincado problema, que é a cura do câncer.

    Pelo site do Instituto Lula ficamos sabendo que o ex-presidente proferiu palestra para comerciantes de venda por atacado, para as firmas que fazem distribuição de produtos industriais, proferiu palestra para donos de supermercados (provavelmente para ensiná-los a administrar melhor), para banqueiros (vários bancos – parece que ensinar banqueiros a administrar seus bancos é o assunto em que Lula é mais requisitado), também fez uma palestra para demonstrar aos angolanos uma estratégia para aquele país, proferiu palestras para grandes empresas de informática (microsoft), provavelmente para ensinar Bill Gates como melhorar o sistema Windows, proferiu palestra para fabricantes de pneus, entre muitas outras atividades de trabalho humanas. Eis a lista de empresas, que está na página do Instituto Lula, que contrataram a preço de ouro as palestras de Lula:

    As palestras de Lula foram contratadas por algumas das maiores e mais respeitadas empresas de vários setores econômicos, do Brasil e do mundo. Por exemplo: Microsoft, Itaú, Infoglobo, Santander, Ambev, Telefónica, Iberdrola e Telmex.

    Desta forma, o ex-presidente Lula e o Instituto Lula estão certos de contribuir para o esclarecimento da verdade, a defesa do estado de direito democrático e a garantia dos direitos constitucionais de todos os cidadãos brasileiros.

    LISTA DAS EMPRESAS QUE CONTRATARAM PALESTRAS DE LULA ENTRE 2011 E 2015:
    • ABAD – Associação Brasileira de Atacadistas e Distribuidores de Produtos Industriais
    • Associação de Bancos do México
    • Abras – Associação Brasileira de Supermercados
    • ALL América Latina Logística
    • Ambev
    • Andrade Gutierrez
    • Banco Santander
    • Bank of America
    • BBVA Bancomer
    • BTG Pactual
    • Camargo Corrêa
    • Centro de Estudos Estratégicos de Angola
    • CFELG – Centro de Formacion y Estudios en Liderazgo y Gestion (Colômbia)
    • Cumbre de Negócios (México)
    • Dufry do Brasil
    • Elektra
    • Endesa
    • Gás Natural Fenosa
    • Grupo Petrópolis
    • Helibrás
    • Iberdrola
    • IDEA (Argentina)
    • Infoglobo
    • Itaú BBA
    • LG
    • Lojas Americanas
    • Microsoft
    • Nestlé
    • OAS
    • GDF Suez Energy Latin America
    • Odebrecht
    • Pirelli
    • Queiroz Galvão
    • Quip
    • Revista Voto
    • Sinaval
    • Telmex
    • Telos Empreendimentos Culturais
    • Terra Networks
    • Tetra Pak
    • UTC

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *