Anistia a crime de Caixa 2 beneficia justamente Temer, Dilma, Lula e muitos outros

Em nome do governo, Geddel tenta defender o indefensável

Simone Iglesias e Carolina Brígido
O Globo

Ministro-chefe da Secretaria de Governo e responsável pela articulação política, Geddel Vieira Lima afirmou nesta terça-feira ao Globo que caixa dois não é crime e que quem se beneficiou deste mecanismo no passado não pode ser penalizado. O peemedebista disse que esta discussão tem que ser feita pelo Congresso sem preconceito e sem histeria. Geddel explicou partir da premissa que o projeto enviado pelo Ministério Público Federal (MPF) à Câmara pede, entre outros pontos, a criminalização do caixa dois.

“ Se pede isso, é lícito supor que caixa 2 não é crime. Se não é crime, é importante estabelecer penalidades aos que infringirem a lei. Agora, quem foi beneficiado no passado, quando não era crime, não pode ser penalizado” — disse Geddel. ”Esse debate tem que ser feito sem medo, sem preconceito, sem patrulha e sem histeria”.

O ministro deixou claro que esta é sua opinião pessoal e não do governo, nem do presidente Michel Temer. “Não sou jurista e posso estar falando uma blasfêmia do ponto de vista jurídico. Estou analisando a situação pela lógica. Não trataria como anistia porque anistia serve a quem cometeu um crime. No caso do caixa dois, se não tem crime, não tem anistia” — argumentou.

TENTATIVA FRUSTRADA – Apesar da defesa de que não haja punição, Geddel negou que o governo Temer tenha participado das negociações com líderes dos partidos na Câmara que levaram à manobra para votar a anistia ao caixa dois na noite de segunda-feira. A operação acabou frustrada pela forte reação de deputados contrários à iniciativa. O peemedebista considerou que o tema não foi pautado de modo “apropriado”.

“Não vi o texto, não fui consultado. Sei que este é um assunto que vem sendo tratado no Congresso “— afirmou Geddel, que conversou nas últimas semanas com parlamentares sobre o assunto.

PROPOSTA IMORAL – Na avaliação do ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Carlos Velloso, a proposta que tramita na Câmara com o objetivo de anistiar políticos que praticaram caixa dois é imoral. Ele explica que uma lei nova não poderia perdoar crimes cometidos no passado, porque o caixa dois já está previsto na legislação eleitoral e na legislação penal. Para Velloso, o caixa dois pode ser interpretado como falsidade ideológica, já que é uma declaração falsa à Justiça Eleitoral.

“Esse crime já está definido no Código Eleitoral e também no Código Penal, como falsidade ideológica. A anistia não passa de algo imoral. Pretendendo estabelecer um tipo penal específico, quer-se, na verdade, anistiar delitos praticados perante o Código Penal e o Código Eleitoral. Isto não passa de uma farsa. E caixa dois é coisa de bandido, sempre foi coisa de bandido” — analisa Velloso.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG
Em tradução simultânea, a entrevista de Geddel, por si só, já é uma confissão de crime. Diz que não conhece o texto, mas conversou com parlamentares a respeito. Simplesmente alega que caixa 2 não é crime, mostrando ser um político que sequer conhece as leis eleitorais e penais. Diz que o governo nada tem a ver com isso, mas essa misteriosa proposta (sem autor conhecido) é justamente o que falta para Temer ser anistiado e se livrar da cassação da chapa com Dilma por crime eleitoral e ser candidato em 2018, com ficha limpa. Com ministros trapalhões como Geddel e Eliseu Padilha, que está por trás de todos os malfeitos do governo atual, o presidente Temer nem precisa de inimigos. (C.N.)

13 thoughts on “Anistia a crime de Caixa 2 beneficia justamente Temer, Dilma, Lula e muitos outros

  1. NR perfeita, Tamberline, lembrou a Drª Carmem Lucia sobre sua indignação, agora é Presidente de um stf (mínusculo), pode dar um soco na mesa, para o stf ser STF, o Ricardo leveiumuisque, o Gilmar, o taxou o que é: “estuprador e vilipendiador” da Srª Justiça, como dar FÉ na justiça!?!??
    Temer, agora efetivo, continua interino, como dizia Rui Barbosa: A fome é má conselheira; aí é que mora o perigo.
    Que Deus nos ajude, a sairmos desse túnel, sem luz.

    • Bom dia Théo, é o nível do nosso ‘ pralamento’ ( sic). Na CPI da Lei Rouanet convocaram a Tomie Ohtake, que morreu em 2015… Como dizia o Paulo Francis, ” no Congresso a grande maioria não sabe escrever uma simples carta comercial”..

    • ” Segundo a magistrada, que também ocupa a presidência do Tribunal Superior Eleitoral, disse que é “grave” a confissão do caixa 2 para campanha. “Acho estranho e muito, muito grave, que alguém diga, ‘houve caixa 2’. Caixa 2 é crime, é agressão contra sociedade brasileira. Mesmo que tivesse sido isso, não é pouco. Me parece grave, porque parece que ilícito no Brasil pode ser realizado e tudo bem”, disse.

  2. Temer, se ta enrolado se não der um basta nestes, ladrão, entenda vc não precisa ser honesto, com sabemos, mas arruma o troço sem estes caras, nem que for preciso, chamar os milicos para te ajudar.

  3. Este deputado é safar o próprio rabo, já houve denúncias de suas safadezas, este congresso está totalmente desmoralizado, salvo alguns que ainda mantém reputação, este carcamano do Geddel Vieira Lima é suspeito, queria livrar a cara dele e da maioria envolvida em caixa 2, o Brasil precisa urgente ser passado a limpo, o povo não aguenta mais, eu não voto mais em ninguém, perdi as esperanças, basta ver os candidatos na tv, até Tiririca conseguiu esta mamata, não tem nenhum projeto para o país, o congresso virou chacota e o povo já está percebendo, vejam quantos votos brancos e nulos será divulgado este ano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *