Antes da perícia, já está comprovado que a gravação com Temer não sofreu edição

Charge do dia 19/05/2017

Charge do Ronaldo (Jornal do Commercio)

Deu em O Globo

A rádio CBN afirma, com base em seus registros, que é possível determinar que a gravação da conversa entre o empresário Joesley Batista e o presidente Michel Temer não sofreu edição. Isso porque, de acordo com a rádio, quando o dono da JBS chega ao encontro com o presidente no dia 7 de março, ouvia uma reportagem da emissora e, ao deixar a reunião, a rádio do carro de Joesley continuava sintonizada na CBN. O quadro ‘Nos Acréscimos’ estava no ar e, naquele dia, começou às 23h08 da noite.

“Com isso, é possível determinar que o tempo de gravação é de 38 minutos, o tempo da conversa entre Joesley chegar e sair da casa do presidente foi de 38 minutos, e esse tempo é a íntegra do áudio divulgado na quinta-feira e que comprova que o material não teve nenhuma edição. Portanto, a gente percebe que não teve edição na gravação que foi divulgada, colocada aí do início ao fim” — argumentou o locutor Milton Jung, da CBN.

“INFORMAÇÕES SEGURAS” – Escalado para a defesa de Temer no inquérito aberto pelo Supremo Tribunal Federal (STF), o advogado criminalista Antonio Cláudio Mariz de Oliveira afirmou nesta sexta-feira, em entrevista ao “Estado de S. Paulo”, que o governo tem “informações seguras” de que o áudio foi adulterado.

O advogado Francisco de Assis e Silva, que coordenou a delação dos donos da JBS, Joesley e Wesley Batista, negou ao Globo que tenha havido qualquer edição na gravação da conversa de Joesley com o presidente Michel Temer. Segundo o advogado, a gravação pode estar mal-feita, por ter sido realizada por um amador, mas não sofreu qualquer modificação.

— Nós entregamos para a Procuradoria-Geral da República o áudio original. Pega desde o momento que ele (Joesley) entra no Palácio do Jaburu ouvindo a CBN até o final da conversa. Reafirmo que o material é 100% integral — afirmou.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG – Antes mesmo da perícia a ser feita pela Polícia Federal, cai por terra o principal argumento da defesa de Temer.  Não houve cortes nem manipulação, ao contrário do que o presidente Temer alegou em pronunciamento à nação. E depois da perícia, o que irá alegar? Seu destino está traçado. Se não renunciar, será cassado pelo Tribunal Superior Eleitoral, daqui a duas semanas. (C.N.)

6 thoughts on “Antes da perícia, já está comprovado que a gravação com Temer não sofreu edição

  1. Até o dia 6 de junho, Dr. Pedro. Temer que trocar 5,99999… por meia dúzia: sairá na condenação dia 6, STE… por culpa da Dilma, dirá até para quem não quiser ouvir. Não recorrerá porque sabe que o barbante acabou. Então, não carregará o desdoiro de ter sido escorraçado de Palácio pelos crimes que cometeu. O processo, mais protelações, próximo dos 80, mulher nova para correr atrás, que Deus logo o receba em Sua glória. Reza agora para morrer sem condenação. Aguardem. A trama é boa.

  2. Nr OK, Já vai tarde, e como fica o Meirelles, com a divida da friboi à época, que presidia o Conselho, na casa de quase 2 bilhões, hoje já ultrapassado, ao S de seguro do INSS, descontado do trabalhador, e não recolhido, sem contar o do Patrão. Meirelles comete crime hediondo, como ministro, ou melhor sinistro, não cobrando. Esses quadrilheiros hediondos sediados em Brasília, com suas canetas, destroem à Nação, e o trabalhador sendo taxado de idiotas babacas, infelizmente, os autores da merda que ai está, em votar em canalhas. Que Deus nos ajude a sair pacificamente deste Pantanal, que sufoca a Cidadania.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *