Antes de Regina Duarte assumir, Bolsonaro indica evangélicos para direção da Ancine

Resultado de imagem para bolsonaro e tutuca

Bolsonaro com o pastor Tutuca, indicado para a Ancine

Carol Prado
G1 Brasília

O presidente Jair Bolsonaro indicou o pastor Edilásio Barra, também conhecido como Tutuca, e a produtora Verônica Brendler para a diretoria da Ancine (Agência Nacional do Cinema). A indicação foi publicada nesta sexta-feira (21), em despacho da presidência da República no “Diário Oficial da União”. Eles serão sabatinados pelo Senado e, se aprovados, poderão preencher as duas vagas.

A Ancine tem quatro integrantes em sua diretoria colegiada, sendo que um deles é indicado como diretor-presidente. Atualmente, esse cargo é ocupado pelo advogado Alex Braga.

AGÊNCIA REGULADORA – Vinculada ao Ministério do Turismo, a Ancine é uma agência reguladora que tem como atribuições o fomento, a regulação e a fiscalização do mercado do cinema e do audiovisual no Brasil.

Edilásio e Verônica são ligados a movimentos religiosos. Questionado sobre as motivações da escolha, o Planalto disse que não irá comentar.

O Ministério do Turismo não respondeu ao contato da reportagem. Verônica disse que só falará após a sabatina no Senado.

PASTOR ECLÉTICO – Nascido em Belém, Tutuca é produtor e jornalista, além de pastor. Sua carreira ficou marcada por trabalhos na TV. Ele participou de novelas, programas de auditório e comandou atrações de coluna social, entrevistando celebridades, artistas e empresários – pela função, já foi chamado de “Amaury Jr. carioca”. Também gravou discos como cantor nos anos 1980.

Em 2012, se candidatou a vereador do Rio de Janeiro pelo PSD, mas não conseguiu se eleger. Desde outubro de 2019, ele ocupa o cargo de superintendente de Desenvolvimento Econômico na Ancine.

No mesmo ano, antes de ser nomeado, em uma entrevista à BBC Brasil, o pastor defendeu a adoção de uma cota para filmes brasileiros em serviços de streaming, como a Netflix, e o direito de obras evangélicas terem acesso a verbas públicas.

‘CINEMA CRISTÃO’ – A segunda indicada é a produtora Verônica Brendler, diretora do Festival Internacional de Cinema Cristão. A descrição do evento diz que ele “promove filmes que fomentam os valores da família, responsabilidade social, cidadania, acessibilidade, inclusão social e digital, sustentabilidade”.

Entre seus trabalhos no cinema, está o roteiro do curta-metragem “O reencontro do amor”. O enredo é sobre um casal em crise, que vê o amor renascer através da “busca em Deus”, segundo a sinopse.

Em seu currículo, Brendler também diz que já teve 80 projetos aprovados na Lei Rouanet. Ela dá palestras sobre o mecanismo de incentivo à cultura, criticado por Bolsonaro em sua campanha à presidência, em 2018.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG
Bolsonaro é intempestivo, não tem paciência. Antes de indicar os diretores da Ancine, deveria ter esperado a posse de Regina Duarte na Secretaria de Cultura. Nomeá-los à revelia, digamos assim, é uma descortesia à grande atriz, amada por todos os brasileiros. (C.N.)

12 thoughts on “Antes de Regina Duarte assumir, Bolsonaro indica evangélicos para direção da Ancine

  1. extra pauta:

    nhonhô botafogo torrando o dinheiro do Povo com seus 760 vôos em jatos da FAB:

    Desde que assumiu a Presidência da Câmara, em julho de 2016, o deputado Rodrigo Maia se transformou no político que mais se utiliza de jatinhos da Força Aérea Brasileira (FAB). Ele fez das aeronaves de FAB praticamente em seu domicílio. Foram 760 voos até 18 de fevereiro, data da mais recente viagem de Maia registrada na FAB. Nos primeiros seis meses no cargo, em 2016, ele voou 79 vezes. Rodrigo Maia pediu jatinho da FAB para ir ao Rio, seu Estado, já no primeiro dia como presidente da Câmara, em 14 de julho de 2016.
    No ano passado, Maia bateu todos os recordes: voou 250 vezes, mais que a soma dos três ministros que mais viajaram em serviço pela FAB.
    Rodrigo Maia reduziu passeios na FAB em 2018, para fazer campanha eleitoral. Ainda assim, viajou 198 vezes. Obteve modestos 74 mil votos.

    O aluguel de um avião executivo para o trecho de São Paulo ao Rio custa entre R$20 mil e R$ 50 mil. A FAB não revela seus custos.

    50 mil X 760 = R$38 milhões extorquidos do Contribuinte

    https://diariodopoder.com.br/maia-ja-fez-760-viagens-em-jatos-da-fab-desde-que-virou-presidente-da-camara/

  2. *Fora do tópico: *

    Caro Newton,

    Conforme reportagem abaixo, após as últimas chuvas torrenciais (que causaram estragos nos estados de Minas Gerais, Espírito Santo, Rio de Janeiro e São Paulo), algumas barragens da Vale estão em “alerta máximo” em relação ao risco de rompimento.
    (https://www.otempo.com.br/cidades/apos-chuvas-anm-ve-risco-iminente-de-rompimento-de-quatro-barragens-da-vale-1.2300342)

    No entanto, “já é carnaval” e, como nos lembra o nobre editor: “quem se interessa?”…

    Grato e Abs!

  3. Ontem recebi um post no Facebook trazendo o Bolsonaro com pastores evangélicos, abraçado com Crivella dançando e cantado: o glória, nós samos glória.
    Bolsonaro precisa contar com os votos de cabresto dos evangélicos, que somados aos votos dos fanáticos, para tentar ser reeleito. Nomear evangélicos em vários cargos do governo tem tudo haver com a ideologia e pretensões do presidente.

  4. ” A segunda indicada é a produtora Verônica Brendler, diretora do Festival Internacional de Cinema Cristão. A descrição do evento diz que ele “promove filmes que fomentam os valores da família, responsabilidade social, cidadania, acessibilidade, inclusão social e digital, sustentabilidade”.

    Entre seus trabalhos no cinema, está o roteiro do curta-metragem “O reencontro do amor”. O enredo é sobre um casal em crise, que vê o amor renascer através da “busca em Deus”, segundo a sinopse.”

    O que comentar II?

  5. “Nesses tempos em que a tradição cristã, já tão complexa em si mesma, está sendo apropriada por falsas igrejas que nada mais são do que máfias em busca de se apoderar do Estado, é de fundamental importância defender Jesus de seus exploradores. ”
    Pedro Cardoso

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *