“Antes uma direita debilitada do que qualquer esquerda no poder”, diz Eduardo Bolsonaro

Deputado diz que argentinos agora “comem nas mãos” da esquerda

Deu no O Tempo

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) usou o exemplo da Argentina para criticar a esquerda neste domingo, dia 20. Em uma mensagem, o filho 03 do presidente Jair Bolsonaro afirma que os argentinos foram criticar Mauricio Macri e agora “comem nas mãos” da esquerda. Macri perdeu as últimas eleições presidenciais para Alberto Fernández.

“Nenhum governo é perfeito, mas antes uma direita debilitada do que qualquer esquerda no poder”, escreveu Eduardo Bolsonaro. Em outra mensagem, ele minimiza as críticas aos grupos mais radicais de direita e escreve que o “‘arsenal’ da extremíssima ultra direita, que tinha até máscara de ursinho de papel, apenas comprova a inofensividade da ‘ala mais radical’ da direita.”

“ENGODO” – “Isso de ‘extrema direita’ é outro engodo a servir a narrativa da esquerda”, completa o filho do presidente. Eduardo Bolsonaro postou ainda que o país tem um dia de “manifestação sem incidentes com a PM, com muitas senhoras e família, todos vestindo as cores da bandeira do Brasil”.

“Não é possível que isto seja visto como antidemocrático.” Manifestações contra e a favor do governo ocorrem neste domingo pelo menos em Brasília, Rio de Janeiro e São Paulo e Belo Horizonte.

12 thoughts on ““Antes uma direita debilitada do que qualquer esquerda no poder”, diz Eduardo Bolsonaro

  1. No programa Zorra Total, da execrável Rede Globo, havia um quadro que exibia, de modo caricato, o desencanto do eleitorado brasileiro, a cada marasmo eleitoral.
    -Maurição, o pai, Jorge Dória.
    -Alfredinho, o filho, Lúcio Barbalho (sobrinho em segundo grau do honestíssimo, Jader Barbalho, político paraense).
    O ENREDO: Maurição, o papito, sempre bem vestido, jogando conversa fora com um amigo, também VIP. Enquanto isso, rola um wisky refinado. O monólogo do pai era sempre exaltar a “virilidade” do filho, associada a outros atributos que o tornam em um superman: “O garoto é único, campeão poliesportista, recordista de aprovação em vestibulares. Só uma coisa que me vem preocupando: o machão só pensa em sexo, mulheres fazem fila”. Durante a propaganda do “paitrocinador”, o interlocutor convidado fica atônito, de ouvir tanta epopéia acerca de uma só pessoa.
    De repente surge o filhão: pulando qual uma gazela, cabelos ao vento, voz de trovão e cabrita, dandinando, mãos de jogador de vôlei. O visitante, abismado, pergunta: “Esse que é o pegador? Nossa!” Maurição.
    , o pai, tenta salvar as aparências, mas a frescura saltava aos olhos.
    Decepcionado com o seu herói de pelúcia, o genitor fecha os punhos, olha pro alto, e pergunta: “Meu Deus, onde foi que eu erreeeeeeei?!
    Suspeita-se que o brasileiro faz escolhas erradas toda vez, pra depois perguntar: “Meu Deus, onde foi que eu errei!

    • Não sei se você escolheu esse apelido intuitivamente, ou se foi proposital. Mas, de qualquer modo, Gamo, em grego, tem um significado correlato ao tema. Daí os termos: gamado, gameta etc.

    • ESTA PERGUNTA TEM QUE SER FEITA AO PAI DO BOLSONARO,O EDUARDO E UM DESPREPARADO PARA A CRITICA COMO REGINA FICA COM PONTO OUVINDO OLAVO DE CARVALHO.

  2. Edu passa a ideia de raiva, mando e fazer de qualquer jeito!
    Sabe nada de política, mas só de politicagem. Até parece que domina a coisa.
    ““Nenhum governo é perfeito, mas antes uma direita debilitada do que qualquer esquerda no poder”.
    Uma direita debitada? Quem disse que é a direita que está no poder?
    Bolsonaro sempre foi centrão! Prometeu e não cumpriu: trazendo os ex-colegas do centrão para o governo.
    Governo são destruídos pelos amigos e familiares, quase nunca pela oposição. São os de “dentro” que aprontam contra os governos. Lembram de Collor e o irmão? Quem derrubou a maior quadrilha de assaltantes de recursos públicos DO MUNDO? Integrantes do 1º escalão do roubpo, da corrupção. Não exite um inimigo que tenha ajudado a destruir os petralhas e puxadinhos! Todos saíram deles mesmos!
    Parece que o governo atual está sob a mesma ameaça e os inimigos estão dentro.
    A direita de verdade que se organize. Caberá a ela os destinos do novo Brasil!
    Fallavena

    • Repare Sr. Fallavena, o pt entrou de mala e cuia no governo pela própria mão do pai dele, e este boçal vem com essa ladainha…
      Será que eles pensam(?) que ainda enganam alguém?
      Shhhhhh!!! se não o pt volta.
      Esse idiota e analfabeto, lucraria muito mais se ficasse calado.
      Cordialmente.

  3. Repare Sr. Fallavena, o pt entrou de mala e cuia no governo pela própria mão do pai dele, e este boçal vem com essa ladainha…
    Será que eles pensam(?) que ainda enganam alguém?
    Shhhhhh!!! se não o pt volta.
    Esse idiota e analfabeto, lucraria muito mais se ficasse calado.
    Cordialmente.

  4. A cordialidade de alguns que se dedicam ao arremesso de titica a curta, média e longa distância é de estremecer o coração de um carrasco que executava inimigos durante a Revolução Francesa.
    Desconstruir a imagem do inimigo ideológico é um recurso largamente usado pela esquerda em todo o tempo que ela existiu.
    O arsenal da ativista Sara Winter é de meter inveja até nos jihadistas do Hamas e do Hezbollah e da galera do ISIS.
    O Efeito Orlof da Sara: Já foi ativista da esquerda, daquela que quebrava e queria tocar fogo em tudo. Agora ela faz terrorismo e ativismo de direita metendo máscara de ursinho na cara dos convertidos ao marxismo leninismo.
    Agora ela já não vale mais nada, espero que ela não diga, “como era gostosa minha esquerda”.

    • Zenóbio, dependendo do que cada um entenda por direita!
      Nosso mundo político é muito sub-dividido e muito mal definido!
      E a maioria de nossa sociedade, sequer sabe um pouquinho de política!
      Quer partidos atuais achas que são de direita?
      Abraço.
      Fallavena

  5. Moreno,

    Também a ditadura de direita de Salazar, em Portugal, que durou 41 anos, de 1.933 até 1.974.

    Sob o comando de Salazar foi até 68, substituído por Marcello Caetano.

    O ditador português morreu em 1970, aos 81 anos, e seu regime se manteve até 74, ano que aconteceu a famosa Revolução dos Cravos, onde uma ala insatisfeita do Exército, ocupando os principais pontos de Lisboa, destituiu Caetano.

    O Lema era “Deus, Pátria, Família”.

    Ou seja, quando alguém ascende ao poder e vem com lemas mencionando Pátria, Deus, o nome do País … barbas de molho!

    Abraço.
    Saúde e paz.
    Te cuida, meu!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *