Ao lado de Reguffe (PDT) e Rollemberg (PSB), Marina promete ampliar programas sociais do PT

Rollemberg, Marina, Reguffe e Beto Albuquerque em Ceilândia

José Carlos Werneck 

A candidata do PSB à Presidência da República, Marina Silva participou domingo de comício em Ceilândia, cidade satélite de Brasília, ao lado do candidato socialista ao governo do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg, e do deputado Antonio Reguffe, do PDT, que que concorre ao Senado.

Na ocasião, ela se comprometeu, se eleita, a ampliar o Programa Bolsa Família e o Programa Minha Casa, Minha vida. Marina enfatizou que vai investir 10% do Produto Interno Bruto em educação e que, nos seus quatro anos de governo, implantará o ensino em tempo integral em todo o País.

A candidata tocou,mais uma vez, na polêmica defesa da autonomia do Banco Central dizendo que pretende manter a meta da inflação em 4,5%, diminuir juros e estimular o investimento para “que o país volte a crescer”. Ela disse que pretende dar continuide à política de responsabilidade fiscal, de controle de inflação com a meta de inflação estabelecida e fazer um grande esforço para evitar que a inflação volte, para que o País possa investir em saúde, educação, segurança publica, no passe livre, na proteção do meio ambiente.

Quanto as diferenças religiosas, a candidata, que é evangélica, declarou que o Brasil é laico e que seu governo lutará para que os brasileiros possam  “viver de forma respeitosa na diferença, criando uma cultura de paz e não de ódio”.

 

5 thoughts on “Ao lado de Reguffe (PDT) e Rollemberg (PSB), Marina promete ampliar programas sociais do PT

  1. Um dos navegantes que pertence a Tropa de Choque Efeagaciana uma vez disse aqui que ‘jo” recebia bolsa familia…..
    Agora com Dona Itaú-rina no PHODER vou ter mais “beneficios” do que Dona Dilm-eca……
    eh!eh!eh
    Avante Esmolas……

  2. Tem algum candidato prometendo o fim do voto obrigatório, apenas um imposto indireto decente, (ganhar quase nada e pagar 50% de indireto é pior do que ser assaltado por quem é do ramo).
    Criar mais e melhores empregos para que o cidadão não precise de: bolsas, casa do governo, filas nos sus, da droga da educação pública.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *