Após a vacinação, vamos voltar as ruas para tirar do país o vírus da incompetência e da corrupção

Charge 23/09/2019 | Um Brasil

Charge do Adão (Arquivo Google)

Antonio Fallavena

Reli o que escrevi em 2019 sobre Bolsonaro. Acho que não vence 2021! Mourão fará um governo para preparar o país para o próximo presidente. Os antigos (puxa, antigo sou eu hoje), usavam uma expressão que cabe ainda hoje: “é uma besta quadrada!”

Não mudo uma vírgula no que escrevi. Bolsonaro não pode/não deve ficar mais tempo a frente do país! Ser ignorante, boçal, sem noção, isso estaria nos níveis de Lula/Dilma. Mas ele é pior que os dois juntos, quando se trata de dizer/fazer bobagens. Seu ministério está restrito a poucos de qualidade e muitos de coisa nenhuma!

“DONO DA BOLA” – Bolsonaro é pior do que pensávamos! Sua desonestidade mental está acima de qualquer limite. É o “dono da bola”, mas não joga nada. Se escala primeiro, escolhe o resto do time e, se alguém jogar melhor do que ele – o que não é difícil – é logo substituído!

Por fim e ao cabo, ser chamado a atenção e cobrado pelo governador paulista João Doria é uma vergonha que poucos aceitariam. E ele, o “Minto”, tem de aceitar. Doria, certamente pode ser um quase zero, mas Bolsonaro é zero total!

Agora, precisamos entender como fazer para nos livrar dele. E convenhamos, para quem tirou o do poder o PT e seus quadrilheiros, usando um tosco assim, tenho a crença de que podemos começar a pensar em coisas melhores e usar nossas energias para construir coisas boas.

PRECISAMOS NOS PREPARAR – Os brasileiros de verdade precisam estar unidos e solidários. Após sermos vacinados, vamos voltar às ruas para vacinar o país contra o vírus da corrupção, dos desmandos e das impunidades!

Vamos mostrar aos falsos brasileiros (aqueles que seguem seus “ídolos de barro”) que existem ainda milhões que farão a diferença. Acreditem que o Brasil tem jeito, mas nós temos de lhe dar uma chance de se tornar uma nação!

Nas panelas batem brasileiros. Espero que o pessoal da esquerdalha não entre no panelaço. Se com eles foi golpe, como praticarão golpe contra outro? Assim perderiam a moral que nem possuem mais!

10 thoughts on “Após a vacinação, vamos voltar as ruas para tirar do país o vírus da incompetência e da corrupção

  1. O impeachment tanto do Collor qto da Dilma foram golpes. Nenhum dos dois cometeu crime, apenas não tinham maioria no senado.
    JB é o dono da bola e está sem partido! Pretende fundar um partido da Milícia e ele será o presidente perpétuo.
    Ele já transitou por 9 partidos!

  2. 1) Meu prezado xará Fallavena, para o Brasil começar a andar nos eixos, precisamos nos libertar desses rótulos que vc fala: “esquerdalha”

    2) Vários amigos e vizinhos de oposição, de esquerda etc bateram panelas ontem e onteontem e antesdontem etc…

    3) Ou aceitamos e convivemos democraticamente com as diferenças ou nem tão cedo voltamos ao prumo…

    4) A vida é plural, veja o exemplo da Natureza, do Ecossistema, se existisse só uma cor não existiria Vida.

    50 Abraços plurais !

  3. Parabéns ao Fallavena. É por ai. Basta de bandidos de estimação, à paisana e fardado. Urge reinventarmos a nossa democracia, como diz o HoMeM, para colocarmos nos governos e nos parlamentos as nossas melhores reservais morais e intelectuais. Basta de pilantragem.

  4. Com derrota em vacina, militares do governo veem desgaste e defendem saída de Pazuello
    Para integrantes de alta patente, quadro vinculou ao general imagem de negligência, colocando em risco a aprovação das Forças Armadas
    Por Folhapress

    18/01/2021 12h18 Atualizado há 2 horas

    Nota: no quadro de intendentes da Marinha, não há possibilidade de um intendente receber a quarta estrela. Pazuello já tem tempo de serviço suficiente para solicitar sua remoção para a reserva remunerada com vencimentos integrais.

    Ele não solicita sua transferência para a reserva remunerada, por uma jogada política de Jair Bolsonaro, tendo, com isso, outra consequência nefasta com seus colegas de farda e intendência.

    A jogada política de Bolsonaro, ao exigir a manutenção de Pazuello no serviço ativo do Exército, é a tentativa de atrelar o seu desgoverno com a instituição Exército, o que o próprio oficialato superior do Exército (os generais da ativa principalmente) já estão repelindo. O Exército se recusa a ser caudatário do desgoverno Bolsonaro.

    A consequência nefasta com seus colegas de farda e intendência é a de que, Pazuello está ocupando uma vaga, impedindo que outro general de duas estrelas, general intendente, possa ser promovido a general de três estrelas. Só é possível um general de duas estrelas conseguir a terceira e última estrela – ápice da carreira para intendentes – se houver vaga, que no momento vem sendo ocupada por Pazuello, o que demonstra uma falta de consideração com seus colegas da intendência da Marinha do Brasil.

  5. Talvez para evitar que alguém o rotule antes, com algo pior e mais próximo à realidade, bajuladores de Bolsonaro vão logo se antecipando e defendendo-o: “Sabe o que é, o presidente é uma criatura brincalhona, simples e bem-humorada, por isso que ele fala essas ‘coisinhas'”.
    Porém, para mim que sou um peão rodado, que desde muito cedo começou a se misturar com muitas desgraças; a minha “psicologia veterinária” assinala-me isto: Jair Messias não tem nada de engraçadinho ou mesmo debilmental. Ele é sim: um sujeito com um alto desvio de canalhice sádica e premeditada, que se vale do terror verbal, expelido pela boca (cloaca) carniçal dum PRESIDENTE, para fragilizar as pessoas pelo medo. Notem que ele nem se melindra em fazer sarcasmo e escárnio de situações, mesmo quando estas se traduzem em angústias e sofrimentos individuais ou coletivos.
    PRIMEIRO RETALIAR, DEPOIS REALIZAR: Ao contrário do que muita gente pensa, ele possui consciência plena das suas obrigações. Quando, no ato de cumprir tais deveres; aquilo que parece negligência, é apenas um abortamento ou adiamento, se os resultados produzidos forem ao encontro de reivindicações e/ou usos de “inimigos” seus. Embora isso possa levar atrasos e danos à população e a sua própria administração.
    PS: como bem condiciona o título acima: o deflagrar da grita nas ruas, estar a depender da eficácia da vacina. Nesse sentido, cumpre ressaltar: quem votou no atual presidente talvez tivesse o propósito de se imunizar contra o virus petista. Mas o imunizante não foi suficiente para produzir anticorpos também para uma nova variante do vírus do PT, com a nomenclatura de Bolsonavírus

    • Este homem é um verdadeiro sádico, Sr Paulo!

      É um homem doente e caimos nessa como patinhos.

      Sente prazer em mentir!
      Em sacanear os indefesos e maltratar até seus parentes próximos.
      Tanto é que desprestigiou o bananinha ao vivo e a cores dezendo que ele só teve um voto, que o resto eram dele.
      Veja o grau de maldade e loucura, em vez de prestigiar, como pai um filho, reduziu o bananinha a pó!

      Um homem desse naipe não presta!!

      P.S. Continuo insistindo no caso Marielle, aí está o grande tormento do maluco.

      Um forte abraço,
      JL

  6. Caro Sr. Fallavena,
    Vamos ter um problema gigantesco pela frente.
    Estartou em mim, que o Sátiro não está pra brincadeiras!
    Quando ele gritou: EU SOU A CONSTITUIÇÃO!!!

    Veja o grau de loucura.
    Ele já fala e mente como um ditador, quem não percebe isso, não percebe nada.

    Há um jogo de cartas marcadas nos três poderes.

    O maluco vira um pedaço de bosta ditador, mas em compensação ninguém vai em cana!!

    O maduro mandou oxigênio pra Manaus e a primeira coisa que o coiso fez, foi falar mal do maduro.
    O Sr. não acha isso muito estranho?
    Ou sou eu que estou alinhavando muito fino?

    Esse filme de falar mal e fingir que o outro(s) é inimigo já estamos vendo há trinta anos. Só que agora o filme é com uma co-produção Venezuelana.

    Minha sugestão é a seguinte: Ir pras ruas com vacina ou sem vacina, protegidos, de máscaras e álcool.
    Temos que organizar de imediato um enorme movimento, a pandemia não pode nos parar, porque pelo andar da carruagem será muito pior daqui pra frente. O que ele falou hoje e de assustador!
    Tá preparando o terreno e vai querer se reeleger no grito pra se perpetuar.

    P.S. Continuo insistindo no caso Marielle, aí está o grande tormento do maluco.

    Um forte abraço,
    JL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *