Após aprovação, Doria diz que “vacina é uma lição” para os autoritários que desprezam a vida

Doria criticou declarações de Bolsonaro e de Pazuello

Deu no O Tempo

“Hoje é o dia V. É o dia da vacina, é o dia da verdade, é o dia da vitória, é o dia da vida.” Com essa frase o governador de São Paulo, João Doria, iniciou entrevista coletiva neste domingo, dia 17, sobre a aprovação do uso emergencial de vacinas no Brasil, entre elas a Coronavac, produzida pelo Instituto Butantã com a chinesa Sinovac.

“É o triunfo da vida contra os negacionistas, contra aqueles que preferem o cheiro da morte, ao invés do valor e da alegria da vida”, disse Doria, ao lado da enfermeira Mônica Calazans, do Hospital Emílio Ribas, a primeira pessoa no Brasil a receber uma dose da Coronavac. O governador chamou a vacinação de uma vitória da democracia e dedicou o avanço às mais de 209 mil vítimas do coronavírus no Brasil e aos mais de 8,4 milhões de pessoas que se infectaram com a doença.

CENAS TRÁGICAS –  “A vacina vai ajudar a evitar cenas dramáticas e trágicas como o Brasil e o mundo viram em Manaus. Cenas que chocaram a opinião pública mundial”, disse o governador.

Doria aproveitou o momento para criticar o presidente Jair Bolsonaro, seu adversário político, com quem vem travando discordâncias desde o início da pandemia. “`E daí?´, disse um brasileiro. `Pressa para quê?´, disse outro brasileiro. `Toma cloroquina que passa´, disse um líder do País. A vacina é uma lição para vocês, autoritários que desprezam a vida, que não têm compaixão, que desprezam a atenção, a dedicação e a necessidade de proteger brasileiros. Vocês não fizeram isso”, disse mencionando falas de Bolsonaro e do ministro da Saúde, Eduardo Pazuello.

ELOGIO – Doria elogiou o corpo técnico da Anvisa , dizendo que eles cumpriram seus deveres e obrigações e mostraram a autonomia de um órgão regulador. “Resistiram às pressões. A ciência falou mais alto do que o autoritarismo.”

“Hoje é um dia de esperança, de renascimento, de buscar mais forças para prosseguirmos. A chegada da vacina não nos livra do uso da máscara, da necessidade do isolamento social e da necessidade de não aglomerar”, continuou.

Ele autorizou a imediata distribuição da vacina do Butantã ao Ministério da Saúde e disse esperar que o órgão aja de “forma diligente, objetiva, com planejamento para que chegue de forma mais rápida possível aos braços dos brasileiros”.

“TRATAMENTO PRECOCE” – O governador também criticou o chamado “tratamento precoce” defendido por Bolsonaro e por Pazuello, que não tem nenhuma eficácia, de acordo com a ciência, contra a covid-19. “Espero que o comportamento do ministério da saúde seja pela vida e que parem de recomendar e distribuir a cloroquina”, disse.

De acordo com Doria, profissionais de saúde de São Paulo já estão sendo vacinados no Hospital das Clínicas da USP e que já nesta segunda, 18, começa o plano logístico das vacinas que cabem ao Estado. “A vacinação deve começar imediatamente. Cada dia conta, cada vida também”, afirmou o governador. Segundo ele, na sequência, profissionais de saúde de Ribeirão Preto e Campinas também receberão a Coronavac.

“DIA DE LUZ” –  Após a manifestação de Doria, o diretor do Instituto Butantã, Dimas Covas, disse que este domingo é um dia de luz e se queixou do que chamou de “torcida contra” a vacina e defesa de “tratamentos obscuros que não tem nenhuma efetividade, em vez de defender a vacina”, em uma nova crítica a Bolsonaro.

“Hoje temos a melhor vacina, porque a melhor vacina é a que chega ao braço das pessoas. A única vacina que está sendo produzida e distribuída no Brasil. A vacina que foi combatida pelas mais altas autoridades da República, relegada ao discurso chulo muitas vezes”, afirmou Covas.

11 thoughts on “Após aprovação, Doria diz que “vacina é uma lição” para os autoritários que desprezam a vida

  1. Chupa, Sveiters..!!!!

    “”A vingança é um prato que se come frio”,

    “Os Deuses da Bola não perdoam””..

    Vão pagar tudo é mais um pouco….

    eh!eh!eh!eh

  2. Realmente Dória está muito bem assessorado. Tem um publicitário de alto nível. Faturou legal.
    Tenho que reconhecer que ele usou a mídia aí máximo. Sobe se promover.

    • Cuidado com o Comunista Rosinha.
      È mais falso que uma nota de 3 contas.
      Oportunista do momento, só foi eleito, (aliás, bateu na trave, pois perdeu feio na Capital Tucanópolis, ), porque surfou na onda dos Bolsocridês.

      • Medir reputação com Bolsonaro representa um pairo mole, é o adversário que todos os desafiantes gostariam de tê-lo. O segredo consiste em não se deslocar um milímetro à esquerda, ou para baixo no gráfico cartesiano. Aliás, se quiser, o desafiante pode até transgredir também: fazendo uma merda a menos, já é o suficiente para superar o presidente que equivale a uma fossa!

  3. Lembranças do tempo d Luladrão e sua Quadrilha de Malfeitos Corruptos..
    Hoje falta dinheiro para a Sáude..

    09/03/2014 — As obras custaram R$ 669,5 milhões aos cofres públicos, R$ 170 mil a mais do valor inicial, … A construção da Arena da Amazônia está orçada em R$ 669,5 milhões (sem … No entanto, o Tribunal de Contas da União (TCU) apontou sobrepreço.

    http://g1.globo.com/am/amazonas/noticia/2014/03/apos-mortes-e-r-6695-mi-arena-da-amazonia-sera-aberta-neste-domingo.html

    • “Hoje falta dinheiro para a Saúde”?
      Mas não foi repassada para o Governo Federal a importância de 20 bilhões de reais para uso na pandemia?
      Ainda acha pouco?

  4. Essa publicação já foi mais séria, hoje é um antro de esquerdopatas que não se conformam que perderam a eleição e perderão de novo em 2022.
    Eu sempre estiva ativo na política e sempre atuando no Centro através do MDB, porém, me desiludi com esse centro e centro esquerda, por isso hoje estou mais a direita do espectro político.
    Por isso os aconselho a aceitarem que dói menos.
    A abstinência ataca o cerébro e o bolso desses bandidos que estão roubando o país desde a nova constituição.

  5. Droga sem comprovação é cloroquina do Bolsonaro.
    Quem mandou o povo burlar isolamento foi o teu patrãozinho, marmitinha de milícia. Saquinho, por favor. 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *