Após sequência de crises, Abraham Weintraub confirma saída de Ministério da Educação

Recompensado, Weintraub assumirá um cargo no Banco Mundial

André de Souza, Daniel Gullino e Paula Ferreira
O Globo

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, anunciou nesta quinta-feira, dia 18, que está deixando o cargo. O anúncio, que já era esperado há alguns dias devido ao desgaste do ministro com o Supremo Tribunal Federal (STF), foi feito em um vídeo publicado em redes sociais, em que Weintraub aparece ao lado do presidente Jair Bolsonaro.

O ministro afirmou que não irá comentar as causas da saída e disse que irá assumir um cargo no Banco Mundial. É a 12ª troca no ministério de Bolsonaro. “Sim, dessa vez é verdade. Eu estou saindo do MEC. Vou começar a transição agora. Nos próximos dias passo o bastão ao ministro que vai ficar no meu lugar, interino ou definitivo. Neste momento, eu não quero discutir os motivos da minha saída. Não cabe. O importante é dizer que eu recebi o convite para ser o diretor de um banco. Eu já fui diretor de um banco no passado. Volto ao mesmo cargo, porém no Banco Mundial”,disse Weintraub.

“LUTA PELA LIBERDADE” – O ministro afirmou que foi uma “honra” participar do governo e que irá “continuar lutando pela liberdade”: “Agradeço a honra que foi participar do seu governo, e desejo toda a sorte e sucesso nesse desafio gigante que é salvar o Brasil. Vou continuar lutando pela liberdade, só que vou continuar de outra forma”, afirmou. No vídeo, gravado no Palácio do Planalto, Bolsonaro afirma que seus “compromissos de campanha continuam em pé”. Diversos apoiadores vinham pressionando o presidente a manter Weintraub no cargo.

“É um momento difícil. Todos os meus compromissos de campanha continuam em pé. E busco implementar da melhor maneira possível. A confiança você não compra, você adquire. Todos que estão nos ouvindo agora são maiores de idade e sabem o que o Brasil está passando. E o momento é de confiança. Jamais deixaremos de lutar pela liberdade. Eu faço o que povo quiser”,  disse.


POLÊMICA –  Auxiliares presidenciais já vinham defendendo a saída de Weintraub desde a divulgação do vídeo da reunião ministerial de 22 de abril, em que ele defendeu a prisão de ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) e os chamou de vagabundos.

A situação ficou insustentável no último domingo, quando Weintraub se encontrou com manifestantes favoráveis ao governo na Esplanada dos Ministérios, que estava fechada por determinação do governo do Distrito Federal. Na ocasião, sem máscara, afirmou que já havia dito anteriormente “o que faria com esses vagabundos”, ao responder a um ativista que reclamou que pagava impostos para os “corruptos roubarem”.

No dia seguinte, após se reunir com Weintraub, Bolsonaro afirmou que não ele não foi “prudente” ao ir ao protesto e disse que estava tentando “solucionar” o caso. Weintraub assumiu o cargo em abril de 2019, depois da demissão de Ricardo Vélez Rodriguez. Antes de ser nomeado ministro, ele ocupava o posto de secretário-executivo da Casa Civil, ministério que à época era comandado por Onyx Lorenzoni.

19 thoughts on “Após sequência de crises, Abraham Weintraub confirma saída de Ministério da Educação

  1. WOOOOOOOOOOOOW!!!!!!!!!!!!!!!!!

    E lá se foi o Ministro da Educassão da pocilga bolsonarista !!!

    Que coisa hein, borxonetes?

    Um lixo como Abraham Weintraub como Ministro da Educação é a síntese da miséria moral, política e intelectual do país, que a cada dia se transforma numa gigantesca e fétida cloaca.

    Incompetente e inepto até para organizar o Enem, dono de uma carreira acadêmica abaixo de medíocre, é um semianalfabeto que comete erros grotescos de grafia (“imprecionante”), chegou a confundir “kafta” com “Kafka”.

    Além disso, como a maioria do gado bolsonarista, é um excremento moral que chegou a fazer piada com a morte de uma equatoriana por covid-19, o que retrata bem o norte moral da pocilga bolsonarista, que desdenha de mortes e são incapazes de qualquer empatia com a dor e o sofrimento de semelhantes.

    Weintraub, assim como a vagabundinha Sara Winter e outras porcarias bolsonaristas, tinha uma função no governo: abastecer o gado bolsonarista com bastabte capim ideológico e manter felizes e beligerantes os jumentos bolsonaristas. E só. Seu público cativo era a Tchurminha da Cangalha e dos Antolhos Ideológicos, esses jumentinhos histéricos que fizeram uma clivagem do mundo que os faz enxergarem a realidade apenas como um imenso jogo maniqueísta de oposições do tipo “direita vs esquerda”, “capitalismo vs comunismo”, “nós vs eles” e outras babaquices em que chafurdam prazerosamente os bolsonaristas. O resultado? Uma compreensão porca e limitadíssima da realidade, própria de histéricas charcotianas de livro…..kkkkkkkkkkkk xD

    – Esse Weintraub era mesmo “Imprecionante”!
    – O negócio agora é saborear uma boa kafta (E não “Kafka”, talquei, jumentinhos?)
    – O negócio agora é ler um bom livro de Kafka (E não “kafta”, talquei, jumentinhos?)

    “Flood the zone with shit”, ensinou Steve Bannon. Weintraub era o sujeito perfeito para “inundar a zona com merda”. Quase tudo que fazia ou dizia tinha padrão excrementício….
    E o Gadinho adorava…..

    Mas as macaquinhas de auditório do Weintraub não precisam ficar aflitas. Quem o suceder, provavelmente será igual ou pior… Na pocilga bolsonarista, que foi capaz de normalizar o desdém aos mortos, sempre se pode afundar mais……

    • kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk (Pausa pra respirar!) kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk (Outra pausa!) kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk (engasgando de tanto rir!) kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk (Ufa!) kkkkkkkkkkkkkkkkk xD

      • “Ainnnnnnnnnnnnnnn, si criticô o Imbroxável só pódi sê cumunixtaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!”

        (ESCRITO EM MODO JUMENTINHO HISTÉRICO BINÁRIO PREOCUPADO COM A HEMORRÓIDA PRESIDENCIAL)

    • Gostei de seu comentário, Roberto Marques.
      Sobre o “Vaitraub”, pode haver uma salvação jurídica.
      Como o STF decidiu manter o Vaitraub no inquérito das fake news, talvez seu “paçaporte poça çer” retido.
      É bom que os causídicos “poçam” falar “çobre iço”.

      • Pelo que nada fez no Ministério da Educação, ganhou um prêmio milionário.
        No Banco Mundial seu salário ultrapassará um milhão por ano: R$ 1.300.000,00.

  2. Um absurdo a saída dele do Ministério da Educação para o Banco Mundial (?)
    Como explicar isso (?) é na verdade um fuga (!) sua ida para o exterior e quanto responde a inquérito.

  3. O Brasil não agradece pela saída do Ministro da Educação tão quanto,
    O Governo não agradece pela saída do Ministro da Educação tão quanto,
    O Ministério da Educação não agradece pela saída do Ministro da Educação tão quanto,
    Bolsonaro não agradece pela saída do Ministro da Educação tão quanto,
    O povo brasileiro que luta e torce por uma boa Educação neste país não agradece pela saída do Ministro da Educação tão quanto,
    Pelo bem da verdade, ninguém agradece tão quanto a Esquerda pela saída do Ministro da Educação, só a ela interessava a queda do Ministro.
    Essa Vitória da Esquerda nefasta foi mais importante para ela do que para os Ministros do Supremo.

  4. Segundo a jornalista Ana Flor, da Globonews, o Weintraub vai ser diretor de banco com salário de R$ 1,3 milhão ao ano.

    De burro ele não tem nada.

  5. Ao contrario do governo da Esquerda, ministro de Bolsonaro cai, MAS sempre por intriga da Esquerda, da Imprensa, do Supremo etc.
    Nenhum caiu por corrupção.
    Em um único ano (2011), primeiro ano da comunista Dilma, 6 dos seus ministros caíram por atos de Corrupção.

  6. Cai promovido com um possível salário de 111 mil reais por mês no cargo pelo Brasil de Diretor Executivo no Banco Mundial.
    Por isso aquele abraço de satisfação.
    Vamos aguardar e torcer para que rejeitem a indicação ou que o STF e a PF indicie ele no inquérito e mande recolher o passaporte.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *