Aprovao do teto de gastos possibilitar que o Banco Central reduza os juros

Resultado de imagem para juros CHARGES

Charge do Humberto (Arquivo Google)

Antonio Temteo
Correio Braziliense

A aprovao da Proposta de Emenda Constituio (PEC) n 241 de 2016, que entra em votao na noite desta segunda-feira no plenrio da Cmara, a boa notcia que o Banco Central (BC) espera para reduzir a taxa bsica de juros (Selic), hoje em 14,25% ao ano. O Comit de Poltica Monetria (Copom) se reunir em 18 e 19 de outubro e deve baixar a Selic.

O lder do governo na Cmara dos Deputados, Andr Moura (PSC-SE), avaliou que o texto do teto dos gastos pblicos, principal elemento do programa de ajuste fiscal, j aprovado na comisso especial que discutiu a proposta na prxima quinta-feira passada, ser confirmado agora pelo plenrio da Casa.

Com a aprovao da PEC, que no ter problemas para passar no Senado, as avaliaes subjetivas dos membros do Comit de Poltica Monetria sero reforadas por meio de evidncias slidas sobre os fatores relevantes para que o ciclo de queda de juros seja iniciado.

E A CRISE CONTINUA – A crise econmica trar mais problemas para as empresas e para os trabalhadores at o fim do ano. A queda no faturamento levou muitas companhias a reduzir o nvel de provises para custear o 13 salrio dos funcionrios, segundo o economista Fbio Astrauskas, presidente da consultoria Siegen.

Especializado em recuperao judicial, renegociao de dvidas e restruturaes, ele detalha que isso levar as empresas a parcelar o 13 ou, em casos mais extremos, atrasar os pagamentos. Astrauskas relembra que as companhias costumam recorrer aos bancos para tomar emprstimos e deixar a folha em dia. Entretanto, com as instituies financeiras mais cautelosas, a oferta de crdito continuar restrita.

DVIDAS EM ATRASO – O economista destaca que o dcimo terceiro salrio geralmente usado pelos trabalhadores para pagar dvidas em atraso.

Se no receberem em dia teremos aumento da inadimplncia no pas. Para piorar, quem est desempregado e recebendo o seguro-desemprego ficar sem renda no fim do ano, destacou.

###
NOTA DA REDAO DO BLOGA aprovao do teto dos gastos realmente ajuda a baixar os juros, mas o motivo principal j foi alcanado, porque a inflao enfim comeou a ceder. Tudo indica que na prxima semana a Selic caia para 14% ou 13,75%. (C.N.)

10 thoughts on “Aprovao do teto de gastos possibilitar que o Banco Central reduza os juros

    • Fato j ocorrido mundialmente vrias vezes. Na quebra do mercado imobilirio americano vendiam casas enormes por U$ 1,00 para se livrar dos impostos …

  1. A inflao atual da economia brasileira no tem nada a ver com a taxa de juros, pois no de demanda, a qual est completamente contrada devido recesso e ao desemprego. Uma eventual queda dos juros em nvel irrisrio no afetar a inflao, uma vez que a mesma ainda resqucio do represamento dos preos administrados ocorrido em 2014 e da desvalorizao cambial acontecida no ano passado. Alm disso, o prazo para que uma inflexo da poltica monetria influencie efetiva e concretamente a inflao e o nvel de atividade econmica (seu mecanismo de transmisso) de cerca de seis a nove meses, no uma coisa automtica. Alteraes na poltica monetria demoram alguns meses para fazer efeito na economia real.

    https://jornalggn.com.br/noticia/politica-monetaria-e-seus-efeitos

  2. Em Brazuca a histria sempre como farsa..

    Vocs j perceberam como o FMI feminista ? Basta um Ministro comear a bancar o macho que o FMI manda uma mulherzinha deles aqui para olhar as contas .

    ( Millor JB 27/08/1986 ).

  3. Se a reduo dos juros incindir tambm em contratos antigos, ser bem vinda, mas isto normalmente no acontece, os juros para quem pegou emprstimos seja qual for, vai continuar pagando com os juros antigos.

Deixe um comentário para virgilio Tamberlini Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.