Armas químicas usadas pela al-Qaeda na Síria foram fabricadas por Kadafi na Líbia

Resultado de imagem para armas quimicas na siria

Qual o interesse da Síria em usar armas químicas?

Pepe Escobar
SputnikNews

“Esses atos odiosos do regime Assad não podem ser tolerados.” Assim falou o presidente dos EUA. Tradução instantânea: Donald Trump – e/ou toda a sopa de letras das agências de inteligência dos EUA, sem qualquer investigação detalhada –, estão convencidos de que o Ministério de Defesa da Rússia está simplesmente mentindo.

É acusação gravíssima. O porta-voz do Ministério da Defesa da Rússia, major-general Igor Konashenkov, reforçando que se tratava de informação “absolutamente objetiva e verificada”,  identificou um ataque da Força Aérea Síria lançado contra um depósito “rebelde moderado” a leste da cidade de Khan Sheikhoun usado pelos rebeldes para produzir e estocar ogivas carregadas com gás tóxico.

Konashenkov acrescentou que os mesmos produtos químicos foram usados pelos “rebeldes” em Aleppo no final do ano passado, conforme amostras recolhidas por especialistas militares russos.

TELEGRAFANDO – Pois mesmo assim Trump sentiu-se compelido a telegrafar a linha que, hoje, virou sua pessoal linha vermelha na Síria: “Militarmente, não gosto de dizer quando e o que faço. Não estou dizendo que não farei coisa alguma de um modo ou de outro, e com certeza não diria a vocês [à mídia].”

Por seu lado no gramado da Casa Branca, o patético reizinho de Playstation da Jordânia elogiava a “abordagem realista [de Trump] para os desafios na região.” Poderia passar por esquete de Monty Python. Desgraçadamente é de verdade.

Histeria à solta – mais uma vez –, a opinião pública ocidental esquece convenientemente que as armas químicas que Damasco declaradamente possuía foram destruídas faz tempo, em 2014, a bordo de um navio dos EUA, sob supervisão da ONU.

ESQUECIMENTO – E a opinião pública ocidental convenientemente esqueceu que antes que Barack Obama transpassasse teoricamente a linha vermelha das armas químicas, um relatório secreto da inteligência dos EUA já deixara bem claro que Jabhat [Frente] al-Nusra, codinome: al-Qaeda na Síria, já dominava todo o ciclo de produção e emprego do gás sarín e era capaz de produzi-lo em quantidade.

Para nem dizer que o governo Obama e seus aliados Turquia, Arábia Saudita e Qatar firmaram um pacto secreto em 2012 para lançar um ataque com gás sarín e culpar Damasco, criando o cenário indispensável para um replay da operação “Choque e Pavor”. O dinheiro necessário para o projeto veio da conexão OTAN-CCG combinada a uma conexão CIA-MI6 também conhecida como linha de rato, para transferir todos os tipos de armas, da Líbia para jihadistas-salafistas na Síria.

ARMAS TÓXICAS SUMIDAS – Assim sendo,, aquelas armas tóxicas que “desapareceram” – em massa – dos arsenais de Kadafi em 2011 terminaram por ser ‘um upgrade’ para a al-Qaeda na Síria (não para o Estado Islâmico/Daech), rebatizado como Jabhat [Frente] Fatah al-Sham e amplamente descrita em toda a Av. Beltway do Departamento de Estado dos EUA, como “rebelde moderada”.

Encurralados na província Idlib, esses “rebeldes” são hoje o principal alvo do Exército Árabe Sírio (EAS) e da Força Aérea Russa. Damasco e Moscou, diferentes de Washington, estão empenhadas em esmagar toda a galáxia jihadi-salafista, não exclusivamente o Daech. Se o Exército Árabe Sírio continua a avançar, e se esses “rebeldes” perdem Idlib, é fim de jogo.

Assim sendo, a ofensiva de Damasco tinha de ser impedida, custasse o que custasse, e bem à vista de toda a opinião pública global.

SEM MOTIVO – Mesmo assim, absolutamente não faz sentido que apenas dois dias antes de nova conferência internacional sobre a Síria, e imediatamente depois de a Casa Branca ter sido forçada a admitir que “cabe ao povo sírio escolher o próprio destino” e que ninguém mais falaria de “Assad tem de sair”, Damasco lançaria um ataque com gás tóxico que absolutamente contraria todos os seus próprios interesses e antagonizaria todo do universo OTAN.

A coisa aí anda – e fala – mais como o velho tsunami de mentiras que anunciou o início da operação Choque e Pavor em 2003, e com certeza anda e fala como alguma mesma velha campanha da “al-CIAda” returbinada. A [Frente] Jabhat al-Nusra nunca deixou de ser a garotinha da CIA, no cenário preferencial de mudança de regime sírio.

As crianças de vocês não são suficientemente tóxicas

OBSESSÃO DO OCIDENTE – A embaixadora de Trump à ONU, quadro da Heritage Foundation, Nikki Haley, girou como neomíssil embriagado, como se poderia prever, monopolizando todo o ciclo ocidental de noticiosos de TV. Apagado, também previsivelmente, foi o vice-embaixador da Rússia à ONU Vladimir Safronkov, que reduziu a pó de traque a “obsessão do ocidente com mudar o regime” na Síria, que é o que sempre emperra esse Conselho de Segurança”.

Safronkov repetiu que o chamado ‘ataque químico em Idlib estava baseado em “relatórios falsificados dos Capacetes Brancos” – organização “há muito tempo desacreditada”. Pura verdade. Mas agora os Capacetes Brancos até já ganharam um Óscar, e essa medalha de honra da cultura pop os torna inacusáveis – para nem dizer que os imuniza contra os efeitos do gás sarín.

Inventem Trump e o Pentágono o que quiserem, analista independente da inteligência dos EUA, avesso a pensar corporativamente é bem claro: “Ataque aéreo contra a Síria, só se for coordenado com a Rússia, e a Rússia não permitirá ataques aéreos contra Assad. A Rússia tem os mísseis de defesa bem ali e pode bloquear o ataque. Terão de negociar. Não haverá ataque, porque qualquer ataque pode precipitar uma guerra nuclear.”

CRIANÇAS MORTAS – As “crianças sírias” mortas são agora peões de jogo muito maior, muito mais perverso. O governo dos EUA pode ter assassinado um milhão de homens, mulheres e crianças no Iraque – sem qualquer ‘indignação’ manifesta entre as “elites” em todo o espectro OTAN. Há uma criminosa de guerra ainda à solta, que admite diante das câmeras que o assassinato direta e indiretamente de 500 mil crianças iraquianas foi “justificado”.

Por seu lado, Barack [Nobel da Paz] Obama instrumentalizou a Casa de Saud para que pagasse – e armasse – coisa como 40 grupamentos “selecionados” pela CIA na Síria. Vários desses grupamentos já estavam fundidos, ou haviam já sido absorvidos pela Jabhat [Frente] al-Nusra, atualmente Jabhat [Frente] Fatah al-Sham. E todos eles dedicados aos seus próprios massacres de civis.

Enquanto isso, o Reino Unido segue alegremente armando a Casa de Saud, em sua empenhada luta para reduzir o Iêmen a uma vasta terra devorada pela fome, semeada de “danos colaterais” em seus túmulos. Ninguém no espectro da OTAN chora por aquelas crianças iemenitas mortas. São crianças mortas pouco tóxicas.

42 thoughts on “Armas químicas usadas pela al-Qaeda na Síria foram fabricadas por Kadafi na Líbia

  1. Os EUA, usou no Vietnam napalm (agente laranja ) bombardeavam até escolas. eram e são impiedosos.
    Na América Latina, para destituir um governo, através da CIA usavam a propaganda na mídia dominada por eles, que estão combatendo o comunismo. Esse era o chavão.
    No Oriente Médio o chavão é combater o uso de armas químicas. Foi assim, que com a propaganda enganosa, invadiram o Iraque. levando centenas de milhares a morte e deixando até os dias de hoje a guerra civil no país.:
    Pelo histórico dos EUA de imiscuidor e fomentador de guerras nos países alheios, acredito no artigo acima.
    Na ânsia de tirar o Bachar al Assad do poder, os EUA sabendo que a vitória da Síria e Rússia contra os rebeldes e o Estado Islâmico estava chegando ao fim. A pretexto de que o governo Sírio usou armas químicas (Já vi esse filme) invadiu a Síria bombardeou as instalações importantes favorecendo os rebeldes e os terroristas do Estado Islâmico.
    O Trump, durante a campanha eleitoral dá a entender que estava do lado da Rússia e Síria no combate ao terrorismo, mas agora mudou de ideia. Isso indica que os presidentes americanos podem muito, mas não podem tudo, o que dá a suspeita, que existe uma força superior ao presidente dos EUA..

  2. Se os EUA não entrasse na Segunda Guerra Mundial, com sua garra e tecnologia, o mundo hoje seria escravizado, por Nazistas e associados.

    A verdade é dolorida, eu sei!

    • Entrou quando as nações envolvidas já estavam aos trancos e barrancos. A Alemanha já estava derrotada pelo General Inverno e tiveram medo de tentar enquadrar a URSS junto com a Alemanha, senão teriam feito.
      Quais eram os associados da Alemanha àquela época ? E quais são os da NATO agora ?

      Sinceramente, tenho mais simpatia pela Alemanha que, depois de duas cacetadas, voltou a ser grande de novo sem precisar de contratos em petrodollars ou rodar a maquininha para obter dinheiro fácil. Disciplina é tudo, embora ser disciplinado nos EUA é lindo e na Alemanha é nazismo.

      Finalmente: fora nossos governantes, de quem mais somos escravos, por mais que insistemos que somos um “povo livre” , isso é verdade ? Não vale a opinião dos jornalões.

    • Foi Hitler quem declarou guerra aos Estados Unidos, não o contrário. Aliás, foi a única declaração de guerra que ele assinou. Sem isso, Roosevelt teria enfrentado forte resistência política para entrar na guerra. O ataque de Pearl Harbor justificaria a guerra contra o Japão, mas não contra a Alemanha e a Itália.

      • Sim. Também veio até aqui a costa com um submarino, bombardeou um navio nosso e depois mostrou a bandeirinha alemã para dizer quem havia feito.

        Da mesma forma, Jesus trouxe à vida um sujeito depois de um mês morto. Está nos compêndios, não está ?

      • Prezado Meira,

        Precisamos refazer algumas afirmações tuas sobre a Segunda Guerra Mundial:

        Hitler não declarou guerra a país nenhum!

        Anexou a Áustria, em março de 1.938, e depois a Checoslováquia, quando o Partido Alemão dos Sudetos exigia liberdade e autonomia para professar o Nazismo.

        Em 1.939, invadiu a Polônia, cujo objetivo era dividir com a Rússia o território polonês!

        Dois dias depois, em 3 de setembro de 39, Reino Unido e França, aliadas da Polônia, declaram guerra à Alemanha, e davam início à Segunda Guerra Mundial.

        Os americanos entraram na guerra contra o Eixo (o Japão era aliado da Alemanha e Itália) em 7 de dezembro de 41, depois de atacados pelos japoneses em Pearl Harbour, um domingo.

        E, os Estados Unidos, somente botaram seus pés na Europa em 43, começando pela Itália, após terem impostos ao Japão pesadas derrotas no Pacífico, lembrando que Hitler era inimigo americano pela sua aliança com os nipônicos, pois o Eixo também tinha como objetivo a sua expansão territorial, principalmente o Japão, que iniciou a sua campanha neste sentido invadindo a China, a Manchúria, em 1.931, antes mesmo de Hitler ser Chanceler da Alemanha, fato consumado em janeiro de 1.933.

        Em 1.934, precisamente em 19 de agosto, houve um plebiscito que uniu a chancelaria com a presidência e, Hitler, também presidente, comandava o Exército alemão, obtendo desta forma a condição de ditador, conforme seus intentos e propósitos!

        Portanto, quando Roosevelt decide ingressar na guerra após o ataque que sofrera do Japão, a declaração do presidente americano foi também contra o Nazismo!

        Um abraço.

  3. Porque, os ditadores amigos dos EUA, não são molestados, ao contrário têm até sua proteção.
    Porque os EUA, não atacam a ditadura da Coreia do Norte ou a China, mas atacam ditaduras, que são frágeis belicamente…

  4. Na segunda guerra mundial foi importante a entrada dos EUA , Inglaterra e outros países, mas foi a batalha de Leningrado, que deu o passo mais importante para vitória dos aliados. Quem mais perdeu soldados na segunda guerra mundial foram os russos..

  5. O que escreve Escobar tem fundamento. A obsessão dos EEUU, Inglaterra, França, Alemanha Israel, Arábia Saudita, Catar e disfarçadamente Turquia é ver Assad morto ou deposto. Acho difícil.

    • Aquino, eu trabalhei no Iraque, graças a Jackson Pinheiro e Mendes Junior. Recebíamos lá resumos dos jornais de cá. O que era publicado aqui era, para os que lá estavam, uma obra de ficção. Não batia nada.

      Aqui, quando você não presta continência para o que os EUA fazem, tacham-lhe de comunista. Uma velha tática judáica de tachar de antissemita qualquer um que se opuser a uma manobra ilícita de Israel.

  6. Se não fosse os americanos, como o mundo viveria sem suas invenções fantásticas?

    Viveríamos nas trevas, sem luz, sistema elétrico, medicina, aviação, sem computadores, internet, e etc…

    E pelo visto aqui, muitos estariam desesperados, sem o tal do “azulzinho”.

    • Estude um pouco mais. Quem inventou a TV foi um russo. Quem descobriu os raios X foi um alemão. Quem descobriu o rádio foi o casal Curie (Polonia e França). E por aí vai.

    • E quem inventou o avião não foi Santos Dumont? E Charles Babbage não projetou o ancestral do computador, a máquina analítica, na Inglaterra? E se os americanos deixarem de fazer alguma coisa, isso significa que nenhuma outra pessoa no mundo será capaz de fazer? Ou por causa de Edson, somos obrigados a apoiar toda estupidez que os americanos fazem no mundo?

    • faltou filmar um massacre estudantil!
      não era o dia certo…. fica a dever….

      No Brasil não tem melhor porque paga-se muito imposto, e depois, paga-se o mico, sacou?!

  7. Senhores,

    Não se discute aqui a SUPREMACIA ABSOLUTA DOS ESTADOS UNIDOS no mundo, resultado de centenas de anos de esforços dos próprios americanos. Nem se eles são capazes de fazer qualquer coisa para manter essa supremacia, pois sabemos que são! Estarão errados?

    -ESTÃO CERTOS! Pelo menos no ponto de vista deles, que levam ao pé da letra que O MAIS FORTE DEVE SOBREPUJAR O MAIS FRACO e o mais inteligente deve mandar no mais burro (quando lhes faltam cérebros, eles importam e bancam as pesquisas, o que não deixa de ser uma prova de inteligência, certo?). Pura seleção (ou seria direito?) natural. Sem a menor ética, mas, obviamente, eficiente (mas isso será outro assunto). A família do Gadaffi também acharia que o mais importante seria sobreviver…
    -ERRADOS estão os governantes brasileiros, mercenários que resolveram transformar os habitantes desta terra em servidores de um grande puteiro, leiloando homens, mulheres e crianças como “escravos”, todos com as unhas aparadas (para evitar qualquer reação) e sem direito a um simples veterinário; todos cedidos como mão de obra posta a venda para quaisquer ONGs, empresa ou governos internacionais que paguem mais!
    -Errados estão os administradores deste país, que resolveram oferecer a população como BOI DE PIRANHA, convencê-los que era bom e ECOLOGICAMENTE CORRETO usar candeeiro, fogão de lenha, carro 1.0, sabugo de milho e estrada de terra – para que os países, atualmente desenvolvidos, atravessassem em segurança o “Rio do Desenvolvimento”.
    -Errados estão os NOSSOS GOVERNANTES LADRÕES, que nada fizeram nos últimos cem anos para desenvolver o país e tirar os habitantes da beira da “estrada da vida” e do politicamente correto…

    UM LEÃO ENTRE HIENAS E CHACAIS
    Agora, isso não muda o fato de que as armas químicas atingidas pelo bombardeio sírio estavam, OBVIAMENTE, estocadas com os aliados americanos e europeus. Seria negar a lógica dos fatos! E não seria a primeira vez que os “educados” apoiam terroristas.
    Logo os europeus, que se julgam tão civilizados, seriam os responsáveis direitos pela morte de dezenas de crianças, sufocadas, e por milhões de outras, estorricadas e esmagadas, nos bombardeios aliados acontecidos nos diversos países do mundo sob o pretexto de instalar a liberdade.
    Como hienas e chacais, bajulam e incentivam as guerras do leão somente pela certeza de que ele, ao fazer uma nova presa, sempre acabará deixando algum resto de carniça para eles e para as suas empresas…
    “-Danem-se as crianças! Eu quero é que haja aquecimento na minha casa e que os oleodutos passem pela Síria… Eu quero é ouro, dólar e diamantes, mesmo que tenham vindo dos mais sanguinários ditadores do planeta! Eu quero é ter qualidade de vida!!!”

    “Apesar das acusações do Ocidente, culpa por mortes em Idlib não foi plenamente esclarecida. Regime de ASSAD NÃO TERIA MOTIVOS PARA EMPREGO GÁS TÓXICO quando governo está em vantagem no conflito, diz especialista.”
    Artigo do jornal alemão:
    http://www.dw.com/pt-br/origem-da-trag%C3%A9dia-qu%C3%ADmica-na-s%C3%ADria-ainda-%C3%A9-mist%C3%A9rio/a-38338608

    (PS: Não espere que o DONALD TRUMP faça algo pelos brasileiros. Quem tem que fazer algo pelo Brasil é o nosso presidente MICHEL TEMER.)

    Abraços.

  8. Caro Guilherme,

    Creio que o teu texto tenha sido escrito na época em que essa região empoeirada, suja, faminta e inóspita do planeta era considerada O CENTRO DO UNIVERSO…

    Abraços.

  9. Eis que o Altissimo vem cavalgando numa nuvem ligeira e entrará no Egito; e os ídolos do Egito estremecerão diante dele, e o coração dos egípcios se derreterá no meio deles. Porque farei com que os egípcios se levantem contra os egípcios, e cada um pelejará contra o seu irmão, e cada um contra o seu próximo, cidade contra cidade, reino contra reino. E o espírito do Egito se esvaecerá no seu interior, e destruirei o seu conselho; e eles consultarão aos seus ídolos, e encantadores, e aqueles que têm espíritos familiares e feiticeiros.”

    Desculpe-me, mas quem usa a tática de dividir (“farei com que os egípcios se levantem contra os egípcios, e cada um pelejará contra o seu irmão”) para conquistar não é bem o “Altíssimo”, não. São os cães (USA) com ordens de sues donos econômicos (FED).

    E, quando estiverem bem protegidos em seus bankers, farão tudo para que o cenário de uma batalha final coincidam com o de seus livros, para que os idiotas acreditem nas “Escrituras”.

    • Começou. Quem lhe assegura que o que os homens escreveram é verdadeiro ? Inteligência é discutir, ponderar, avaliar. Agora, se o chapéu lhe coube, insisto: são idiotas e desprovidos de qualquer argumento de
      contestação.

      Se dissesse apenas “é uma questão de fé”, eu pararia.

  10. Tranquilo, Guilherme. Gosto dos teus textos e vejo alguns dos teus links (não todos, admito!).

    Mas “de vez em quando” acho eles muitos “determinísticos”, preconcebidos, como se toda a história do universo já estivesse escrita antes mesmo do Big Bang…

    -Fome;
    -Batalha;
    -Desgraças;
    -Sofrimento;
    -Dor;
    -Peleja;
    -Guerra;
    -Estremecimento;
    -Ataque cardíaco;
    -Choro;
    -Ranger de dentes;
    -Fratricídio…

    É como se algum DIRETOR SÁDICO, mesmo sabendo antecipadamente do desfecho e do sofrimento dos personagens durante a realização de uma PEÇA TEATRAL, resolvesse “rebobinar a fita” e repetir a peça à exaustão, só para apreciar o sofrimento dos atores!!!

  11. Quanto ataque de pelancas dos dinossáuricos antiamericanistas.

    Repetem sem parar, as tolices e sandices, do manual vermelho, mas são doidos para pegar a classe econômica, e partir para o abraço no Pateta e Mickey, sem falar na compra do primeiro iPhone, entre outras muambas que sonham encontrar em Miami.

    No consulado americano, viram anjos, para conseguir, ajoelhados seus vistos.

    Não abrem mão do azulzinho também, já que o vermelhinho, para variar, não funciona na hora H!

        • Abissal como a sua garganta. Deep throat, do país que lhe fascina.

          Quer jogar em que praia ? Direito ? Química ? Física ? Cálculo ? Álgebra Linear ? Eletrônica ? Informática ? Nada, só tem obsessão pelos afrodisíacos. Talvez morra sem precisar deles.

          • Acho que o azulzinho mexeu com você, pois a carapuça lhe serviu.

            Certamente não faz mais efeito no seu vermelhinho.

            Tente o russo, cuidado que pode explodir, ou fazer efeito contrário, e atuar no lugar errado ….

    • Cumpadre compre-me um coco, cumpadre coco no compro. Yo como poco coco, como como poco coco poco coco compro….

      E vire a direita depois a esquerda e logo ali voce verá…………….. um maquidonalds…

      Nos nao somos como os outros sãos…..

      Fala pra mãe, Cridê!

      ♪♫ﺶשּׁ☺♪♫ That’s all folks. ♪♫ﺶשּׁ☺♪♫

      • “A imparcialidade e o senso de justiça que são inerentes à prática da retidão advirão naturalmente na mesma medida em que em todos teus raciocínios e sentimentos outorgares direito ao bem-estar a todas as pessoas, nunca te convencendo de que teus interesses devam estar acima dos de ninguém.

        Sobre este princípio foram fundadas as nações e sobre este princípio sobrevivem, apesar de a maioria não alinhar seu comportamento cotidiano e ficar sonhando com grandeza enquanto toma atitudes mesquinhas a maior parte do tempo.

        Nações são fundadas e sobrevivem pelo trabalho dos que protegem o princípio da retidão e por esse são protegidos.

        Se tu queres ser grande pratica a retidão nas mínimas questões cotidianas.
        Se tu queres ser pequeno, pensa em ti e somente em ti.”

        -Quiroga

  12. São muitas informações, Guilherme!

    Nunca foi tão facil se informar sobre qualquer coisa. Se a pessoa tentar ler e ouvir tudo o que existe disponível, ficará louca!!!
    -Não comerá.
    -Não dormirá.
    -Não trabalhará…
    Só de livros “de papel” aqui em casa esperando para serem lidos eu tenho pelo menos “uns 4”. Até prometi para mim mesmo só comprar algum outro depois de ler os que já comprei (algumas vezes acabo esquecendo a promessa!!!).

    Antigamente você procurava informações e não achava e, quando achava, já era filtrada pelos “historiadores”, “intelectuais” e governantes.
    Estroma… aulacógeno… pós-combustor… manguito rotador… ângulo de permanência de biela… Tidalito… Pleura… Trinômio quadrado perfeito…
    Imagina o tempo que você gastaria para pesquisar isso em uma BIBLIOTECA PÚBLICA!!!

    Com a internet tudo agora está ao nosso alcance; mas daí surgiu um novo problema: o nosso cérebro não consegue acumular tantas informações e a nossa vida é muito curta.

    Hoje se eu for ouvir só as músicas que disponho, terei que ouvi-las por uns quatro anos ininterruptos.

    Abraços.

  13. Guilherme, a USP/UNESP/UNICAMP filmaram e disponibilizaram as AULAS DAS UNIVERSIDADES no youtube no canal UNIVESP TV para qualquer um que busque o conhecimento.
    Eu acho uma coisa incrível você poder se sentar em casa e assistir a mesma aula que os alunos assistiram, coisa impensável décadas atrás.
    Bom para os alunos, porque o professor é obrigado a não enrolar e a dar aula, já que está sendo filmado, e porque poderão rever a matéria (até mesmo os faltosos); e bom para o professor, já que os alunos se comportam melhor – pelo mesmo motivo.

    -Olhe só a quantidade de aulas, de assuntos e cursos disponíveis para qualquer um que busque o conhecimento!!!

    https://www.youtube.com/user/univesptv

    Abraços.

Deixe um comentário para Pedro Meira Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *