Arrancada de Guilherme Boulos em São Paulo mostra que Lula perde liderança nas esquerdas

Lula declara apoio a Guilherme Boulos contra Covas em São Paulo | Poder360

Lula só decidiu apoiar Boulos agora, às vésperas da eleição

Pedro do Coutto

Com base nas pesquisas do Datafolha e do Ibope, enquanto está mais que consolidada a vitória de Eduardo Paes contra Crivella no Rio de Janeiro, a luta pela prefeitura de São Paulo  projeta um desfecho final apertado entre Bruno Covas e Guilherme Boulos. Nesta quarta-feira, o Datafolha revelou que na última semana Bruno Covas mantém uma liderança estável de 48 sobre 40% de Boulos. Faltam três dias para as urnas.

A pesquisa anterior mantém o percentual de Covas. Mas acrescenta um crescimento de 5  pontos para o candidato do PSol. O favoritismo do prefeito de São Paulo permanece, mas a diferença sobre Boulos reduziu. A ascensão de Boulos está sendo muito forte.

MARGEM APERTADA – Talvez a atropelada do candidato do PSOL não seja suficiente para que ele derrote Covas. Porém indica que a margem será apertada, difícil portanto traçar um prognóstico absoluto nesta altura da campanha.

A chegada de Boulos possui outro aspecto, este com reflexo no plano nacional: Lula não é mais o líder absoluto das esquerdas e nem possui mais a mesma liderança que o fez presidente da República e depois garantiu a eleição e também a reeleição de Dilma Rousseff. A capital paulista é um exemplo do recuo. Com apoio de Lula o candidato do PT Ilmar Tato sequer decolou no primeiro turno.

No segundo turno Lula somente ontem formalizou seu apoio ao candidato do PSOL. Isso porque passou a temer uma vitória de Boulos nos metros finais da reta de chegada mesmo com seu silêncio. Assim entrou no  cordão só na quarta-feira de cinzas, tentando se associar ao êxito eventual do candidato do PSOL.

ESQUERDA REFORMISTA – Aliás, digo eu, Luiz Inácio da Silva não lidera mais as correntes de esquerda, tampouco as de centro esquerda. Da extrema esquerda nem vale apenas falar pois esta já se perdeu na névoa do tempo.

As esquerdas hoje reúnem os reformistas, não os revolucionários. Ser reformista é defender salários para que não percam a corrida contra a inflação do IBGE. É defender o emprego, lutar pela redistribuição de renda. Todas esta faces dentro da democracia e portanto contra o autoritarismo. Ia esquecendo. Também contra a corrupção, pois nada mais concentrador de renda do que o conluio entre corruptos e corruptores.

Nada mais conservador do que foi a corrupção na Petrobrás ampliada pela ação do ex-presidente Lula. Finalizando: para mim, no fundo da questão, Lula é um conservador disfarçado.

23 thoughts on “Arrancada de Guilherme Boulos em São Paulo mostra que Lula perde liderança nas esquerdas

  1. “Lula só decidiu apoiar Boulos agora, às vésperas da eleição”
    Por outro lado, Bolsonaro, depois do marasmo no primeiro turno, agora, ele se nega a apoiar quem quer que seja: talvez para não ter a sua rejeição multiplicada por dois!

  2. É assim que Pedro do Coutto encerra sua coluna:
    “Finalizando: para mim, no fundo da questão, Lula é um conservador disfarçado”.

    A ‘era Lula’ era, mas não é mais.
    Boa matéria … para reflexão.

  3. Os paulistas já cometeram insanidades por décadas nas eleições.

    E tiveram um legado totalmente desastroso.
    E a vaidade do defeito não para.

    Covas de esquerda.Boulos da extrema-esquerda.

    É o anúncio do “apocalipse” para a capital paulista.

    PS-A conclusão para essa dupla de esquerdistas
    estarem no segundo turno,ou tem manipulação
    nas pesquisas (a conferir) ou a grande massa
    de imbecis coletivos do eleitorado paulista,não tem a mínima noção do que é delegar aos esquerdistas a maior cidade do país,equivalente
    em número de habitantes a países europeus.

    PS2-Esse pilantra Boulos então…

    • Estamos num mato sem cachorro
      É desanimador
      Dois comunistas, um rosa e o outro vermelho disputando a prefeitura da maior cidade do país.
      Vai ser a destruição total.

      • Os eleitores paulistanos são os que têm menos culpa nesse imbróglio.
        Quando olham para direita e extrema direita brasileiras, em todos os níveis políticos do país, quem eles veem?
        A visão é assustadora.
        Esses comunistas da pauliceia estão “perdoados”.

        Aliás, esses paulistanos sempre conviveram com os extremos em sua vida política.
        Tanto com a “Marcha da Família com Deus” e tudo que veio junto no mesmo pacote, quanto com a criação do Partido dos Trabalhadores e suas manifestações populares.

        Daqui do Rio estarei torcendo por São Paulo, cidade que admiro por sua pujança e pelo seu povo guerreiro.

  4. ELEIÇÃO PARA PREFEITO DE S.PAULO

    Não é uma insanidade (em eventual vitória) entregar a maior cidade brasileira a um ATIVISTA ESQUERDISTA-COMUNISTA COMO BOULOS,
    sem experiência alguma em gestão ou no legislativo,jamais foi um servidor público e que jamais administrou um pequeno negócio ?

    Qual a chance de dar certo? NENHUMA.

    PS-Para quem não é um “homem-massa” (como eu),só o fato desse farsante Boulos estar no segundo turno da eleição paulista,já demonstra a gravidade moral e cultural do eleitorado paulista.

  5. Um jornalista disse – perdão porque esqueci o seu nome – que Boulos é um Lula de botox.

    Concordo plenamente. Um lobo em pele de ovelha.
    Um predador dissimulado. Um vadio, pois desconheço onde o pessolista trabalhou nos últimos tempos.

    Admito que é estarrecedor como o povo se deixa iludir, enganar, ser manipulado.
    Que não perceba as mentiras, os exageros, as promessas que jamais serão cumpridas.

    Boulos age sorrateiramente, à espreita, esperando o momento para dar o bote.
    Se os paulistanos não se cuidarem ou não deixarem de votar nesse indivíduo, pobre capital paulista!

    O pessolista vai atrasar o desenvolvimento da cidade de tal forma que, das duas uma:
    ou será impedido ou os paulistanos se mudarão para o ABCD!!

    Que cabeça de porongo quem votar em Boulos!

  6. Prezado Germani,

    Tenho minhas posições políticas, sim.
    Uma delas é ser contra radicalismos, extremismos, demagogia, ainda mais tão evidente quanto de Boulos e Manuela, no RS.

    Amos representam uma esquerda retrógrada, movimento comunista utópico, vingança contra quem tem algo na vida, inimigos do empresariado, contrários ao país e povo!

    E mentem muito, credo!
    E mentem com semblante sério, cenho franzido, ar de tragédia.
    Ambos são atores, então se especializaram em pantomimas, teatros, que se preocupam com o povo, que está tudo errado.

    Até pode estar tudo errado mesmo, porém não vai ser o PSOL e o PCdoB que solucionarão nossos problemas, pelo contrário, irão se agravar e aumentar!

    Abraço.

  7. Acabei de ver na Band Boulos prometendo entregar à população da capital “casas solidárias”.

    Apesar de este blog negar a existência de esquerda e direita, a promessa me fez lembrar de algo semelhante na antiga URSS e suas casas onde viviam mais que uma família, ao passo que os dirigentes da União tinham direito às dachas (Datchas) para seus maravilhosos finais de semana.

    O aparelhamento ensinou isso ou preferiu omitir ? Se ensinou, a população é burra mesmo. Não há nenhuma diferença entre esta e aquela mais ao sul, onde se pretende dar o voto a uma representante “porque é bonitinha”.

      • Aqui no Rio votei no DEM para vereador e, também, para prefeito.

        Há quatro anos atrás o carioca elegeu Crivella (pastor, Republicanos) para não deixar o Freixo (PSOL) ganhar a eleição.

        Agora Crivella está levando uma surra nas prévias e quem lidera é o Eduardo Paes (DEM).

        Na verdade, é pouco separar os políticos em direita e esquerda.
        Eu voto no vereador do meu bairro, que se envolve com a população.

        Já o prefeito, é quem pode ser o melhor para a cidade, seja da esquerda ou da direita.
        Simples assim.

  8. Bem, pelo menos Porto Alegre tem um motivo para votar em Manuela:
    “ela é bonitinha”.

    São Paulo não tem nada.
    Nada explica e justifica Boulos estar no segundo turno, a menos que seja um veemente protesto contra a miséria e a pobreza.

    Não acredito que qualquer um deles vença, e obtenha a prefeitura.
    A maioria do povo não vai permitir essa excrescência, esse fenômeno que será destrutivo a ambas capitais de estado.

    Em todo o caso, as minhas longas barbas brancas estão de molho.

    • Covas não perde essa, mas o crescimento do Boulos precisa ser estudado.
      São Paulo já conviveu com esquerdas e direitas no poder.
      Para mim, isso é mais do que normal.
      Às vezes, escolher pelo rótulo pode ser um mau negócio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *