Assuntos de família

Sebastião Nery

Eleito governador da Paraíba em 65, pela UDN (derrotou Ruy Carneiro, do PSD, por 3 mil votos), João Agripino começou a sofrer pressão de irmãos e primos, disputando posições, pedindo empregos. A pressão foi crescendo, João Agripino convocou uma reunião da imensa família Maia, em Catolé do Rocha:

– Vocês precisam se lembrar de que a família costuma acabar com os homens públicos. Vejam Epitácio Pessoa, Getúlio Vargas, José Linhares…

Lá do fundo da sala, Fábio Maia, irmão mais novo, interrompeu:

– Só que agora, aqui na Paraíba, está acontecendo exatamente o contrário. E a primeira vez que o homem público está acabando com a família.

###
ARY BARROSO

No doce bar “Sereia do Leme”, onde se tornava o melhor chope do Rio, Ary Barroso conversava com amigos, fim de tarde. Estava irritado:

– Não vou deixar que a Mariucha se case com ele. Ele bebe muito.

Edu da Gaita, magrinho, miúdo, silencioso, com sua sonora alma infinita, punha panos quentes:

– Mas, Ary, ele é um bom rapaz. Beber bebemos todos, bebe você.

– Bebo, sim. Mas eu não quero casar com a Mariucha.

Mariucha era a filha de Ary Barroso. Casou com o bom rapaz que bebia. A pressão da família era menor do que a pressão do chope.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *