Assustada com a gravidade de nossas denúncias, a CVM tenta esconder o Blog da Tribuna

Carlos Newton

É uma estratégia antiga, que funciona mais ou menos como tirar o sofá da sala ou esconder a cabeça num buraco, deixando o rabo de fora, como faz a avestruz. Pode parecer brincadeira, mas esse é justamente o comportamento da atual diretoria da Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Diante da gravidade das denúncias recentemente veiculadas pela Tribuna (primeiro sobre as relações mais do que próximas entre a CVM e a Bovespa/BMF, e depois sobre as graves irregularidades no caso Aracruz), a resposta da autarquia é tentar impedir a leitura do nosso Blog a seus funcionários, retirando do clipping as matérias que publicamos, sempre com absoluta exclusividade.

A CVM se comporta assim porque não há argumentos contra fatos. E o que fizemos aqui no Blog foi apenas registrar a ocorrência de alguns importantes fatos, que não podem ser desmentidos. Por exemplo, na semana passada denunciamos a proposital paralisação (por mais de dois anos) da apuração do caso Aracruz, para sepultar o direito de indenização dos acionistas e possibilitar  o  fechamento de “acordo” para deixar impune um prejuízo de R$ 2,3 bilhões. E esse “acordo” ocorre exatamente às vésperas  da posse da nova diretoria da CVM, fazendo com que isso deixe de ser assunto das editorias econômicas e passe a ser caso de polícia, não há dúvida.

O assunto é apaixonante e vamos voltar a ele. Talvez ainda hoje, se der tempo, em meio a essa correria da volta ao trabalho após o feriadão.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *