Asteroide passará próximo à Terra, mostrando como a Humanidade está sob ameaça

Da Agência Brasil

Um asteroide com 2,7 quilômetros de comprimento vai sobrevoar a Terra no dia 31 de maio, informou a agência espacial norte-americana Nasa. O corpo celeste, denominado 1998 QE2, não representa uma ameaça para o planeta e passará a uma distância de 5,8 milhões de quilômetros da Terra, cerca de 15 vezes a distância entre a Terra e a Lua. Será a menor distância que o 1998 QE2 ficará da Terra pelo menos nos últimos dois séculos.

Segundo a Nasa, o 1998 QE2 não desperta muito interesse para astrônomos e cientistas que pesquisam asteroides considerados perigosos, mas para os que trabalham com astronomia de radar e têm um telescópio de pelo menos 70 metros à disposição. A aproximação do asteroide à Terra será examinada por dois grandes telescópios – o Observatório Goldstone, na Califórnia, e o radiotelescópio de Arecibo, em Porto Rico.

O astrônomo Lance Benner, do Observatório Goldstone, explicou que os telescópios de Goldstone e de Arecibo esperam obter imagens de alta resolusão que possam revelar a riqueza característica da superfície do asteroide. “Sempre que um asteróide se aproxima, ele fornece uma importante oportunidade científica para estudá-lo em detalhe para compreender o seu tamanho, forma, rotação, características da superfície, e o que eles podem nos dizer sobre sua origem. Também vamos utilizar as novas medidas de radar de distância e velocidade do asteróide para melhorar o nosso cálculo de sua órbita e calcular o seu movimento”, disse.

O asteroide 1998 QE2 foi descoberto em agosto de 1998 por astrônomos do projeto Lincoln Near-Earth Asteroid Research (Linear), do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT). O nome do asteroide vem da organização Centro de Planetas Menores, em Cambridge, que o nomeia de acordo com um sistema alfanumérico que demonstra a data em que o corpo celeste foi descoberto.

NOTA DA REDAÇÃO DO BLOGA reportagem não aborda o principal: a permanente ameaça que a Humanidade enfrenta, em relação aos asteroides. Se colidisse contra a Terra, o 1998QE2 simplesmente acabaria com a vida no planeta. Ele tem quase 3 km de largura (diâmetro), e calcula-se que, para acabar com a vida na Terra, precisaria ter apenas 500 m  de largura.

Detalhe impressionante, que mostra a ignorância de nossos astrônomos – este asteroide, de tal porte, só foi detectado em 1998, há apenas 15 anos. Imaginem quantos estão circulando por nossa órbita, nos ameaçando. Que Deus nos proteja. (C.N.)

 

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

2 thoughts on “Asteroide passará próximo à Terra, mostrando como a Humanidade está sob ameaça

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *