Atacado pelos jornalistas, Bolsonaro surpreendeu e se saiu bem no “RodaViva”

Resultado de imagem para bolsonaro no roda viva

Jair Bolsonaro conseguiu escapar das armadilhas

Deu em O Globo

Pré-candidato à Presidência pelo PSL, o deputado federal Jair Bolsonaro afirmou que não tem um “plano B” caso haja uma impossibilidade do economista Paulo Guedes seguir em um eventual governo dele. Em entrevista ao programa “Roda Viva”, da TV Cultura, na noite de segunda-feira, o político, que já admitiu não dominar o tema, também voltou a se referir ao seu consultor como o “Posto Ipiranga”, a quem tem delegado a função de responder questões sobre o mercado. O presidenciável descartou que possa haver um desentendimento entre os dois no futuro que ponha em risco a estabilidade do país.

— Eu duvido que possa ter uma briga entre mim e Paulo Guedes — respondeu o presidenciável, que garantiu ainda que os dois se manterão saudáveis durante os quatro anos de mandato — Para a tristeza da esquerda e dos estatizantes, nós não morreremos.

Durante a entrevista, Bolsonaro reafirmou ser contra a cota pra negros, justificando que o Brasil não tem responsabilidade sobre os anos de escravidão. “Eu nunca escravizei ninguém. Os próprios negros entregavam os negros. Que dívida é essa, meu Deus do céu?” — questionou.

SUSPEIÇÃO – Bolsonaro afirmou que as eleições deste ano estão “sob suspeição de fraude” pela ausência do voto impresso. O pré-candidato à Presidência disse que a procuradora-geral da República, Raquel Dodge prestou “um desserviço à democracia” ao propor uma ação contra a impressão do voto. No início de junho, o Supremo Tribunal Federal, por oito votos a dois, concordou que a medida para a conferência do resultado da disputa colocaria o sigilo do voto em risco.

“Vamos continuar sob suspeição da fraude. O voto é uma coisa sagrada para a democracia” — disse o presidenciável, autor da proposta de emenda constitucional para a impressão do voto aprovada na Câmara. “Todos nós desconfiamos. Você não tem como comprovar que houve fraude, nem nós que não houve. Temos a dúvida. E nós sabemos que o poder joga pesado”.

MAIS DO QUE LULA – Questionado se vai respeitar o resultado das urnas, o presidenciável não respondeu, mas pontuou que, em suas viagens, tem sido recebido com mais apelo do que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em suas caravanas.

“O sentimento que eu tenho das ruas é que eu tenho muito mais voto que o Lula” — disse.

Pressionado pela bancada de jornalistas sobre o regime militar, Bolsonaro afirmou que “em grande parte as torturas não aconteceram” e sugeriu que elas teriam sido inventadas para comover a população e buscar indenização do estado. O presidenciável afirmou ainda que só se conhece um lado da história, mas adiantou que não vai abrir os documentos para apurar a ação dos militares.

NO PASSADO – “São feridas que não devem ser mais lembradas” — disse o político. “Isso é história. Vamos fazer de tudo para que ela não volte a se repetir” — completou.

O pré-candidato falou ainda sobre o assalto que sofreu em 1995. Embora armado, dois bandidos levaram sua moto e arma. Os bens, segundo contou, foram recuperados dois dias depois.

“Um tempo depois o cara apareceu morto” — disse o capitão da reserva do Exército, que afirmou não ter sido ele o responsável pela morte do assaltante.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG
A matéria de O Globo não aborda o clima da entrevista. Desde o início, Bolsonaro foi atacado e imprensado pelos jornalistas, que fizeram o possível e o impossível para que ele perdesse a cabeça, mas isso não aconteceu. Houve vários bate-bocas entre entrevistado e entrevistadores, mas o candidato conseguiu escapar das armadilhas e se saiu muito bem, mostrando que não será presa fácil nos debates eleitorais. Na minha opinião, as melhores entrevistas de presidenciáveis no Roda Viva foram as de Ciro Gomes, Afif Domingos (que nem é mais candidato) e Jair Bolsonaro, que me surpreendeu nesta segunda-feira. (C.N.)

139 thoughts on “Atacado pelos jornalistas, Bolsonaro surpreendeu e se saiu bem no “RodaViva”

  1. Existem jornalistas e jornalistas.

    Carlos Newton foge à regra, acostumando-nos com seriedade, honestidade intelectual, verdade e autenticidade.

    Agora, aquele grupelho de jornalistas que entrevistou Bolsonaro ontem à noite, na TV, foi a nata do incompetente, do profissional alheio aos problemas do país, simplesmente uma gentalha de esquerda que apenas quis conduzir a entrevista para a ditadura!!!

    Depois do que vi e ouvi, com Bolsonaro sendo ele mesmo, sem cinismo e hipocrisia, mas autêntico, verdadeiro, BOLSONARO NO PRIMEIRO TURNO!!!

    Nenhum jornalista quis se aprofundar na Saúde, Educação, Segurança … nada.

    A preocupação era pegá-lo em contradições, em frases agressivas que tenha pronunciado, em querer matar bandido, um espetáculo deprimente, de jornalistas que deixaram muito a desejar!

    O palhaço que representava O Globo era o pior, pois indagava o candidato com raiva, como se não estivesse confortável onde estava!

    Um bando de moleques!!!

    E, conforme disse o Mediador, Bolsonaro surpreendeu positivamente!

    Seguro, firme nas respostas, sem a preocupação de se sair politicamente correto, o deputado não fugiu de pergunta alguma, e foi claro nas suas respostas.

    Se quisermos um mínimo de reformas para esta nação, Bolsonaro deve vencer!

      • Minha querida Carmen Lins,

        Um fiasco o papel dos jornalistas ontem à noite, que tentaram humilhar Bolsonaro!

        Escolheram os piores profissionais que eu já vi, pois sequer sabiam perguntar!

        Abraços, minha cara amiga.

        • Caro Bendl, quem conhece os jornalistas “escolhidos” para a entrevista, pois não era um debate, já sabia o que iria acontecer. Tentaram sabotar e fazer uma carnificina com o Bolsonaro. Este é o jornalismo sujo, marrom e de esquerda brasileiro. Aconteceu o mesmo com o Trump nos EUA e deu no que deu.

          • Paulo2,

            Concordo plenamente contigo!

            Não temos somente inimigos nos Três Podres, perdão, Poderes, mas entre a mídia também!

            O pessoal que foi para entrevistar Bolsonaro estava com más intenções, pois não era para perguntar sobre os problemas nacionais, mas humilhá-lo, colocá-lo em ridículo!

            Pois o tiro saiu pela culatra!!!

            Abraços.

          • Paulo2, prezado,
            com certeza você já terá lido a insistência de minhas referências a PROSTITUTOS que pululam em muitos setores da vida brasileira.
            Não duvidemos de que esses tais ”’jornalistas”’ “escolhidos” são de fato e de direito verdadeiros
            P.R.O.S.T.I.T.U.T.O.S.
            Não sei quais foram eles pois não tive oportunidade de ver o programa, mas, por análises divulgadas, vê-se que são mesmo
            P.R.O.S.T.I.T.U.T.O.S !!!

            quem não sabe, LEIA nos dicionários Houaiss, Michaelis e Aulete, acepções 4, 2 e 2, respectivamente, e em outros talvez, o significado de
            P.R.O.S.T.I.T.U.T.O !!! !!! !!!

    • Iria fazer um modesto comentário, mas você, como sempre, esgota o assunto com um gol de placa desse ,meu amigo.
      Sou seu fã. Não para de escrever. Vou replicar teu texto. Abraços.

      • Ricardo Lima, meu amigo,

        Por favor, não me deixes envergonhado!

        Mas, este é o momento de sermos todos verdadeiros.

        O que queremos de fato para o país?

        A mesmice de sempre?

        O permanente sistema que nos rouba e explora?

        Bolsonaro nos trás um pouco de esperança para o futuro com algumas reformas e enfrentamentos pontuais, entre eles a violência!

        Ora, o meu voto é dele, até para mudar a tendência política que nos tem comandado ultimamente com terríveis resultados para o povo e Brasil!

        Um forte abraço, meu caro Lima.

      • Prezado Hipólito Borges,

        BOM DIA!

        Uma turma de medíocres profissionais!

        Só queriam falar da ditadura, e jamais abordar o futuro do país!

        Bolsonaro foi a estrela e os jornalistas os satélites, sendo que alguns despencaram!

        Abraços.

      • Alex – RJ, meu caro,

        Acredito que o programa tenha tido uma audiência muito boa.

        Bolsonaro precisava ser ouvido. Tinha de responder às questões que o levaram a ser candidato ao Planalto.

        Não deu porque a turma de jornalistas escolheu outro caminho, que não interessava ao público.

        As críticas que esses profissionais estão recebendo pelo Brasil afora são praticamente unânimes, em face da estupidez e idiotice com relação à participação na TV!

        Foram tão abestados que deram mais razão a Bolsonaro, que hoje teve de presente mais eleitores pelo que tentaram fazer com o deputado!

        Abraços.

    • Caro Bendl,
      Concordo e acrescento o seguinte: foi o dia mais vergonhoso da história da imprensa brasileira.
      E mais: durante a tentativa de “massacre”, foi revelado que os jornalistas recebem como Pessoas Jurídicas para pagar menos imposto. Será que é só pra isso? Afinal só o fanatismo ideológico não justifica tamanha virulência contra Jair Bolsonaro.
      Abraço.

      • Vicente, meu caro,

        Em termos jornalísticos concordo plenamente contigo.

        A pseudo entrevista se revelou não só uma decepção, mas comprovou a pobreza da mídia neste particular!

        Pô, o cara estudar tanto tempo para não saber fazer uma pergunta decente que fosse?

        Pior era o visível acordo feito entre os entrevistadores para malhar o Bolsonaro, humilhá-lo, repito, pois este representa uma tendência política que na ótica desses medíocres profissionais é inimiga do povo!

        Inegavelmente a imprensa ontem foi vexatória, insignificante, demonstrando o quanto tem sido mal intencionada com esta nação e seu povo!

        Abraço.

  2. Prezado Newton:

    Essa foi das PIORES coisas que já assisti na TV.
    Elogios à tortura, à violência e, principalmente, essas pérolas: o candidato NÃO vai atacar privilégios dos parlamentares e nem os privilégios dos BANQUEIROS!

    ” Atacar BANQUEIROS? Eu não! Nunca ataquei nem vou atacar. Quem depende de bancos é porque quer “.

    Newton: isso é uma boa entrevista?

  3. Roda Viva com Bolsonaro foi um vexame. O entrevistadores estavam a fim de ferrar Bolsonaro. Parecia um julgamento e não uma entrevista; um tal de disse-me disse. Ele se saiu muito bem diante de tantos ataques. Foi bem na entrevista que tratou mais do passado e não do futuro do Brasil. Jornalistas recalcados.Muita pergunta besta
    Em seguida passei para a Globo News onde uma equipe estava entrevistando Álvaro Dias. Outro nível. Pessoas preparadas, com conhecimento do assunto. Não ouvi nenhuma pergunta idiota.

  4. Desde o início Bolsonaro foi claro em afirmar que deseja o Brasil com uma economia liberal!

    Seus opositores queriam o quê?!

    Que dissesse que iria fechar os bancos?

    E falou uma verdade:
    Quem precisa dos bancos eles estão à disposição, pois não há obrigação de ninguém usar o dinheiro bancário.

    Ora, deixar o mercado nessa questão absolutamente livre, ele mesmo se corrige.
    Basta o povo se dar conta que o dinheiro está caro e deixar de solicitar empréstimos e financiamentos, que os juros diminuem, compondo a máxima da lei da procura e oferta!

    Os aluguéis de imóveis caíram de preço em todo o país!
    Há mais oferta do que procura, a ponto de as imobiliárias estarem ABOLINDO O FIADOR!!!

    Quem tem quatro vezes o seu salário como limite no cartão de crédito, está aprovada a ficha do inquilino.

  5. Numa empresa de comunicação, como a TV Cultura, estatal pertencente ao governo paulista, que a anos é dominada pelos tucanos, não podia ser diferente.
    O tucanato, outra coisa não é que o petismo de terno e gravata, com os mesmos propósitos, a eternização no poder.
    Ao Bolsonaro e ao povo que deseja a mudança política no Brasil, devem ficar de olhos bem abertos com esta tal urna eletrônica e apuração dos votos, porque a segunda eleição da Dilma, até hoje gera desconfianças.
    Como na época era o Tóffoli presidente do TSE, que agora sofre acusações sérias e mandou soltar o Zé Dirceu, apesar de toda a legislação em contrário, se vê que o resultado pode ser realmente manipulado.
    Quanto ao Bolsonaro, tem que vencer já no primeiro turno, porque o segundo turno, sera como masturbação masculina, todos contra um.
    Quanto a Globo, o medo é da tesoura na propaganda oficial, tão generosa com a organização dos Marinho.

  6. CN,
    Visão realista e sinceridade intelectual sua mostrando a verdade.
    O candidato se saiu bem, mas a entrevista foi pobre, muito pobre, os jornalistas estavam de olho no retrovisor, não fizeram as perguntas certas.
    A vontade a vaidade de darem um toco no candidato os cegaram para o real motivo de estarem lá, esclarecimento ao grande publico.
    Em minha visão foi até ruim para o candidato que não teve a beneficio dos outros de mostrar as linhas do plano de governo.

  7. Nenhum dos jornalistas presentes fizeram perguntas que girassem além do passado do candidato. As perguntas foram, com raras exceções, seguindo um modelito como se os fornecedores de material informativo ficasse ali atrás do balcão. Todos, sem exceção era esquerdistas com direito a repetir o receituário de sempre.

    Resultado?
    Bolsonaro bateu feio em todos eles e mostrou que será páreo duro. A audiência, como eu, que assisti ao programa, percebeu que ele tem uma linguagem e uma abordagem, ainda que simplista em muitos aspectos, que atende perfeitamente bem o eleitor.

    Eu já possui armas. Gostaria de voltar a ter posse e uso. Bolsonaro aqui me deu ânimo.

    Vizinho meu sacou recentemente da arma (não tinha) posse e atirou no bandido e matou-o quando este arrancava a roupa de sua esposa.

    Está respondendo processo.

    Ainda que meu candidato não seja o Bolsonaro, e jamais votaria no Lula, Ciro Gomes e outros, na questão da posse de armas e contra o MST, certamente ele angariou centenas de milhares de votos.

    • Este é um exemplo que demonstra a incapacidade absoluta de o Estado suprir o básico para o cidadão. Estamos sendo derrotados pelos bandidos. Vide acontecimentos de ontem: ônibus queimados no Ceará, população sem sair de casa no Rio de Janeiro em virtude do eterno tiroteio nas “Comunidades”! O Governo achou que se mudassem o nome de Favelas para “Comunidades” estaria resolvido problema. Prefiro morrer levando alguns comigo do que que formar fila que nem as ovelhas indo para o matadouro! País de governantes medíocres, acovardados, fascínoras, bandidos! Bolsonaro, ainda que com seus defeitos, demonstra coragem. Pelo simples fato de ser contra a milícia do MST, tratar ladrão como ladrão e me possibilitar uma chance de defesa, é o meu voto!

      • Amado irmão,

        Excelente comentário!

        Morrer sem ter a chance de se defender somente em regimes totalitários, que ainda não é o nosso caso!

        E, gostei, quando uma jornalista bobinha perguntou se uma pessoa armada não seria pior do que sem arma, quando descoberta pelos assaltantes.
        Resposta:
        – Não tenha arma!

        Abraços.

  8. E por que a Globo News fez uma entrevista com o Álvaro Dias, praticamente, no mesmo horário da do Bolsonaro? Certamente não foi para fazer concorrência mas para esfriar o entrevistado do Roda Viva. E, a Globo mais uma vez levou uma lavada no Ibope.

  9. Bolsonaro será eleito no 1º turno.

    Os jornalistas comunistas só se preocuparam em falar do regime militar, como forma de atacar bolsonaro, e esqueceram de fazer perguntas que interessam as pessoas.

    • Moura,

      Foi um vexame!

      Os tais profissionais da imprensa quiseram voltar no tempo, como se fosse importante para nos catapultar para o futuro!

      Omitiram-se covardemente em deixar de abordar os 33 anos que dura esta falsa democracia, para se fixarem nos 21 da ditadura!

      E queriam culpar Bolsonaro!!!

      Abraço.

      • Como eu estava sorvendo um jack daniels com água mineral (acompanha castanha de caju) assistindo o bolsonaro, no início fiquei preocupado com os jornalistas. Depois que minhas suspeitas se confirmaram, comecei a alternar com a globo news. Ora, o alvaro dias não foi bombardeado mas deu seu recado.
        Já o bolsonaro, bombardeado por todos os lados, de forma honesta deu um baile nos “jornalistas”. Gostei dele. Tanto que tomei 3 doses e fui dormir feliz.
        B é um cavalo de raça correndo por fora. Suspeito pule de dez.

  10. A madrugada foi curta para as “reuniões dos filhos da pauta” que recebem orientações e comandos da “bandalha da orcrim lulopetralha”, passaram a noite sem dormir. Aliás, as “verdadeiras pesquisas” já apontam Bolsonaro com mais de 20% do segundo colocado que não é o “presidiário”, sim, o “presidiário” tem uma rejeição de mais de 78% do povo brasileiro, como vemos, vão começar o jejum para não verem a acachapante derrota do “falso mito ladrão do povo brasileiro” e a prisão de centenas de “militontos midiáticos e intelectualoides” que terão de devolver o dinheiro do povo brasileiro roubados nesses 13 anos de desmandos lulopetralhas !!!

      • Em outras palavras:
        Para ser brasileiro a condição é ser pobre!

        Então, o governo que concede os valores do mínimo para o povo, na verdade está ajudando essa gente a ser mais brasileira do que o resto, que ganha mais do que o salário demarcado!!!

        E mesmo quem nasça no Brasil, mas é rico, também não é brasileiro, pois não sabe o que é sacrifício e dificuldades na vida?!

        Com a devida vênia, Loriaga, mas discordo dos teus critérios sobre quem é e quem não é brasileiro!

  11. Loriaga,
    Devido a minha ignorância cultural intelectual e no seu assunto, seus conteúdos me parecem confusos e sem sentido, peço que me perdoe e esclareça de forma mais simplista para meu entendimento.

  12. Loriaga,

    Respeitosamente, mas confundes veemência com fanatismo.

    Os comentários favoráveis a Bolsonaro estão sendo contundentes em apoiá-lo, e não li qualquer alusão quanto à cor verde-oliva, com exceção dos jornalistas que quiseram voltar no tempo, à época da ditadura.

    Abraço.

    • Francisco, tem uma galera traumatizada com os militares e vê milico em tudo, sendo responsável por tudo que aconteceu no período militar, ainda que não tenha participado diretamente.

      • Moura,

        A maioria repete o que houve ou lê como papagaio!

        Não sabe o que está dizendo e por quê!

        Na razão direta que a imprensa foi tomada de um pensamento contrário aos militares em geral, e não apenas aqueles que foram acusados de torturadores, mas a instituição das FFAA, milhares de pessoas saiam dizendo besteiras.

        Assim, até hoje, mesmo tendo se passado 33 anos que a ditadura terminou, este pessoal acha que se deve voltar ao tema, pulando justamente essas três últimas décadas como as piores da nossa história!!!

        Pois, a meu ver, claro, este retrocesso ou esta mania de se acusar os militares até o presente momento como culpados dos males que nos afligem, devem estancar, deve ser enfrentados e combatidos com argumentos que temos aos borbotões!

        Ora, bolas, como foi o “governo” de Sarney?

        E o confiscador Collor?

        E FHC com suas privatizações e a volta da reeleição, a causa de nossos infortúnios atualmente?

        E Lula, ladrão e genocida?

        E Dilma, permissiva com os roubos nas estatais e quebra da Petrobrás?!

        E Temer, ladrão, que somente se preocupou com seus cúmplices quando assumiu?!

        “Ah, mas a ditadura foi muito ruim”.

        Vão cachimbar formiga!!!

        Outro abraço.

  13. Desculpe, mas o fato de não ter perdido a cabeça diante de jornalistas que mais pareciam inquisidores de capas vermelha e estrelinha da vergonha na testa, não significa que Bolsinaro tenha ido bem.
    Ao revés, foi muito mal, exibindo nu diante de grande público toda a sua fragilidade de postulante à presidência, seja lá qual fosse seu perfil e ideário.
    Estamos fritos!

    • (Ligando o modo IRONIA)

      Cumunistaaaa !!

      Petralhaaaa !!

      Petistaaa !!

      Esquerdopataa !!

      Mortadelaaa !!

      Bolivarianoo !!

      Tem medo de perder a boquinhaaa !!!

      (Desligando o modo IRONIA)

    • perguntas , mudamos ou continuamos?
      Se está ruim, porque dar continuidade?
      já ouviu a verdade de algum politicuuu?
      o fato de revelada a nudez do candidato não é bom?
      melhor sermos enganados?
      não estamos sendo fritado a muito tempo?

  14. Marcos,

    Se falar bem é pressuposto inegociável para ser presidente do Brasil, Bolsonaro e mais alguns estão fora da disputa.

    Lembro que Collor era um bom orador, com suas caras e bocas e semblante sério.

    Foi devastador quando presidente!

    Se Bolsonaro apareceu com a sua fragilidade como postulante ao Planalto, ótimo!

    Tá na hora de elegermos alguém reconhecidamente humano, e não os super homens que prometem céus e terras, e depois nos colocam embaixo da terra porque fomos vitimados pela violência ou falta de saúde pública!

    Abraço.

    • Francisco, reconheço virtudes em Bolsonaro e minha crítica não se detém na dificuldade que tem para se expressar. Desgraçadamente para todos nós, honestidade tornou-se virtude num postulante a cargo eletivo quando deveria um mero atributo. As dificuldades de Bolsonaro, na minha singela opinião é a da da falta de compreensão universal de uma país que não tem mais como arriscar, apostar numa pretensa solução. O nosso quadro para as próximas eleições é realmente sofrível. Mas creio que temos melhores opções.
      Respeitosamente, com o meu abraço!

      • Marcos,

        Concordo contigo, no entanto, o quadro que temos é este, e dele temos de extrair o menos ruim.

        Quando escreves que existem outras opções e melhores, pergunto:
        aonde?

        Não são candidatos, lamentavelmente, logo, mais uma vez temos de saber escolher aquele que menos problemas, em tese, irá nos ocasionar.

        Outro abraço, meu amigo.

  15. Revi o encerramento da entrevista e percebi no mediador um sorriso sem graça, um semblante triste de derrota, ao contrario de outras que assisto.
    Da mesma forma do semblante raivoso irado de outro entrevistador de cabelo curto certinho estilo militar.
    E de uma jornalista que na incerteza de suas informações já de saída pedia desculpas se suas anotações não fossem verdadeiras.
    Chamaram os piores jornalistas para entrevista?
    Até a turma do Pingo nos is que parece simpática ao candidato confrontariam com mais consistência, deveriam ter chamado o R A apesar de eu contrario a seus posicionamentos o mesmo é muito bom.

  16. Fizeram de propósito, al.

    Não havia interesse nas palavras de Bolsonaro como candidato à presidência, pois a intenção era ridicularizá-lo, humilhá-lo.

    Os péssimos profissionais escolhidos a dedo para aquela função jamais se importaram com o país e povo, pois queriam se satisfazer embretando um candidato que detestam, que não é de esquerda.

    Pois deram com os burros n’água, e Bolsonaro foi verdadeiro, respondendo como entende a situação do Brasil e do povo, e o que fará para melhorar este quadro que nos esmaga e nos faz padecer há décadas!

    Abraço.

    • Bendl,

      Se vai piorar ou melhorar não sei e nem quero saber, só sei é que do jeito que tá não pode ficar, e a mudança tem de ser radical, não nos cabe mais ser moderados, tiveram todas as melhores oportunidade de melhorar o pais e o desgraçaram tudo que puseram a mão que arquem com as responsabilidades.
      Vou votar nele e fazer campanha de graça.
      Como tenho dito pra quem teve duas mulas uma besta e meia no desgoverno um cavalo é lucro.

  17. Francisco Bendl, perfeito!!! Imaginem esses jornalistas mau intencionados no poder, em vez do regime militar… Seria o apocalipse. A mediocridade mostrou a sua face ontem… Como se pode hoje confiar na imprensa?

    • Minha cara Daniela,

      Pois ontem à noite tivemos mesmo a real visão do país atualmente:
      Não há mais a preocupação com o bem comum, apenas e tão somente a defesa de interesses, conveniências, e balizadas pela ideologia comunista e/ou socialista!

      Bolsonaro não foi entrevistado como candidato ao Planalto, mas como inimigo dos jornalistas que estavam presentes naquele fiasco!

      E fizeram o possível e impossível para tirá-lo do sério, tanto no uso sistemático do desrespeito, quanto na caçada de contradições, de modo a deixá-lo acuado.

      Não deu certo.

      Logo, como escrevi acima, além dos poderes constituídos serem nossos declarados inimigos, a imprensa ou uma boa parte dela, da mesma forma não quer o nosso bem, mas a continuidade desta falsa democracia e sistema que nos rouba e explora, haja vista que ela agindo dessa maneira (a mídia), recebe as polpudas verbas de publicidade oficial!

      Abraços.

  18. Fico estarrecido como os jornalistas não estão de fato buscando a verdade e sim manipulando a mentira.

    A verdade absoluta os seguidores lunáticos da pauta vermelha, dormiram frustados com a programação do roda viva. podem uivar, mas o deputado colocou todo mundo no bolso.

  19. Newton, é um exagero dizer que Bolsonaro foi atacado. Não houve um ataque houve perguntas sobre assuntos já conhecidos e ele respondeu o que qualquer um poderia responder. As perguntas não foram incisivas e ele “deitou na sopa”. Alguém perguntou sobre os 14 imóveis que possui no Rio de Janeiro incluindo uma casa de praia em Angra dos Reis? Todos comprados pela metade do preço? Perguntaram sobre a funcionária da Câmara que toma conta da casa de praia? Alguem perguntou sobre as 70 eu digo setenta casas comerciais e duas fazendas no “Vale da Ribeira onde tem família?. Perguntaram quantos “laranjas” tem nas empresas? Um morador que o conhece desde jovem abriu o bico dizendo: Eu acho que esse dinheiro´todo é da política. Isso tudo saiu na mídia. Ele responde que viveu no meio da corrupção mas não levou dinheiro.Falou que Joaquim Barbosa disse que ele foi o único que não levou dinheiro. Mas Claúdio Jenú preso substituto de Janene presidente do PP lhe dizia que todos da banda do PP levavam dinheiro. Era um duro sem grana. Quis até jogar bomba no quartel do Exército porque ganhava pouco. Em vinte anos constroi uma fortuna que se fizerem o levantamento chega a uns quarto/cinco milhões de reais. Que milagre é esse. Cunha seu amigo irmão camarada lhe dava alguma mesada? Uns cinquentinha por mês? A entrevista foi água com açucar.

    • (Ligando o modo IRONIA)

      Cumunistaaaa !!

      Petralhaaaa !!

      Petistaaa !!

      Esquerdopataa !!

      Mortadelaaa !!

      Bolivarianoo !!

      Tem medo de perder a boquinhaaa !!!

      (Desligando o modo IRONIA)

    • Antonio Santos Aquino,
      Concordo com c, tem de continuar a combater o Bolsonaro desse jeito, com mentiras falacias e todo tipo de jogo sujo des de agora pois quando chegar a reta final todo mundo já vai tá vacinado e não vai adiantar nada inventar estorias cabeludas que não vão surtir efeitos, estratégia tiro no pé.

  20. Esses jornalistas com viés esquerdistas induvidosamente tentaram DESCONSTRUIR o candidato Jair Messias Bolsonaro.
    Perderam uma ótima oportunidade de desconstruí-lo, pois era só pautar as perguntas sobre o seu projeto de governo no que concerne à economia, saúde, educação, segurança pública, saneamento básico, entre outras questões de interesse da nação.
    No entanto, são uns INCOMPETENTES, não é à toa que esse pobre país está nesta ENCRUZILHADA, nesta ESCULHAMBAÇÃO INSTITUCIONAL.
    Parece-me que as pessoas de bem desse pobre país não aguentam mais os ESQUERDISTAS, não os toleram mais, sofrem de arrepios só em pensar na incompetência generalizada dessa gente que se apoderou do Estado brasileiro.
    Enfim, parece-me que as pessoas de bem do Brasil não suportam mais as ESQUERDAS.

  21. Prezados, especialmente Francisco:

    O que voces dissseram acima e o comentario do CN ressumem claramente o que foi o Roda Viva.

    Noa sou eleitor identificado com Bolsonaro, esperava um poco mais estofo de alguém que tem a missaõ de nos salvar desta agonia.

    Mas quando vejo que ninguem da classe politica quer se aliara a ele, os partidos fazem o possível para inviabilizar sua candidatura e seu tempo de tv, a esquerda e todos seus simpatizantes robotizados lama todos os mais imbecis argumentos e fakes todo dia, a imprensa esquerdóide e comunistóide desesperada querendo retrata-lo como um assassino, estuprador, homofóbico, racista etc….penso

    “ele mete medo nesta gente, então não deve ser tão ruim”

    Acho que é isto que o povo sente por isso a adesão crescente.

    Aquela do jornalista da Suiça foi de lascar…

    Quem tinha duvidas, depois de ontem para mim ficou claro:

    Tem limitações, é espontâneo, sem o rapapé da classe dominante e realmente tema pretensão de fazer mudanças básicas para permitir o cidadão comum viver e voltar a sonhar com um futuro.
    Se vai conseguir, talvez não mas todo o resto da corja, já sabemos como funciona.

    Quanto aos jornalistas, patético, deprimente, constrangedor e comprovador:

    A imprensa no Brasil de modo geral deve ser não ignorada, mas combatida, infelizmente.

    Agora entendo alguns artigos deste Bernardo do Globo: ele parecia que ir explodir de ódio.

    A do valor econômico, debochando com um riso de mofo. Com que autoridade? afinal ali talvez estivesse o futuro presidente e ela era superior?

    o do estadão, mal educado, burro, repetitivo, obtuso, comunista convicto, creio que Bolsonaro deveria ter exigido a apresentação do video sobre a greve da policia, para desmoralizar de vez a manobra

    A da folha cuada pela tentativas anteriores de encurralar Bolsonaro, pareia uma colegial

    A da Veja, repetindo afirmações fracas e ideológicas

    E o apesentador??? a saída do Augusto Nunes quem diria, poderia piorar o ancora…
    Patético
    Aquela de ser expulso do exercito pareceu uma pergunta de jardim da infância….e nem se retrata,,,

    Com eventos como este percebemos como e porque chegamos aonde chegamos neste Brasil.
    Pobres de nós
    Esta e a classe que nos mostrou os caminhos nestes últimos 50 anos….. Quanta manipulação, quanta matéria barata,quantas verdades gelatinosas…..

    É dificil esperar um futuro para nós

  22. Meu prezado Duarte,

    Escreveste o comentário que eu gostaria de tê-lo feito!

    A turma de jornalistas que “entrevistou” Bolsonaro não foi à TV com esta intenção, mas para tirá-lo da competição!

    O intuito era acabar com Bolsonaro, liquidá-lo, e não conseguiram.

    Enfim, verificamos, lamentavelmente, que o interesse não é o país, e tampouco o povo, mas a manutenção do que aí está, em face das facilidades de se obter dividendos ilícitos, antiéticos e imorais!

    E, a imprensa nacional na sua grande parte está envolvida até a medula com os processados na Lava Jato, os ladrões do erário e da população, os traidores, os corruptos.

    Ontem vimos claramente que a luta vai ser maior do que pensamos para mudar este quadro caótico e dantesco, que nos oprime e esmaga!

    Abraços.

  23. Bolsonaro sai ainda maior desta cilada que preparam. Suas convicções, que por vezes não coaduno, mostram que ele está focado em olhar para frente e melhorar a condição de vida do cidadão de bem. Acho um grande absurdo se querer requentar o assunto da ditadura no Brasil a todo momento, somos um país atualmente dominado por gangues de políticos que se servem dos nossos impostos impondo-nos dias sombrios e jornalistas totalmente descolados do sentimento do cidadão médio brasileiro, como se o Estado brasileiro, com suas diversas castas, ainda tivesse salvação. É preciso refundar a República.

  24. Não assisti todo o programa. Mas, o pouco que assisti tive uma boa impressão. Por outro lado nunca vi um grupo de jornalistas que venderam a alma ao diabo, para desmoralizar o entrevistado. Onde tem jornalista do globo, folha, Estadão e assemelhados não podemos esperar algo de bom. Tentarei ver esta entrevista.

  25. Me desculpem os erros de “datilografia”….

    mas é difícil compatibilizar o fascínio de discutir com vocês neste espaço único, com o trabalho…..
    mas vamos tentando…

    Obrigado pela possivel compreensão….

  26. 11h14min – 84 comentários na T.L. e banho no IBOPE da Globo e congêneres… O pessoal do contra ainda não se convence e fica ruminando ladaínhas como se fosse chiclete! Ô lôco, sô!

  27. “Texto de Claudia Wild

    O dia em que ex-guerrilheiro, militantes e desarmamentistas tentaram “fuzilar” Bolsonaro
    Não, não foi uma sabatina. E, definitivamente, não foi uma entrevista! Foi um convescote entre marxistas engajados na causa e um homem odiado que não poderia entrar no ‘Clube dos Iluminados’.

    Ali estava a estupidez ideológica sobrepondo ao dever profissional do jornalismo, que é informar a verdade dos fatos para que o cidadão forme sua opinião.

    O que se viu no Roda Viva, ontem, foi um clássico exemplo do jornalismo militante brasileiro. O jornalismo que perdeu completamente a vergonha de mostrar a que veio, para quem trabalha e o que pretende manter.

    A começar pela escolha da bancada: todos militantes, defensores declarados da causa socialista. De ex-guerrilheiro do MR-8 até órfão choroso de Fidel Castro.

    Não fizeram perguntas, apresentaram libelos acusatórios sem direito ao contraditório: “racista, fascista, homofóbico, defensor da tortura”, ou era “ista”, ou era o “óbico”. Abusaram de afirmações rasteiras já devidamente esclarecidas pelo entrevistado em outras oportunidades. Não fizeram uma única pergunta relevante, inteligente. Sabem por quê?

    __Porque o Brasil não interessa O que importa é a manutenção da ideologia que defendem. Foi o ‘conversê’ politicamente correto dos aduladores de Fidel Castro, que se dizem preocupados com a democracia nacional; com as minorias ( massa de manobra ); com a superação da “terrível” ditadura militar; com a dívida histórica e outros temas tão amados pelos engajados militantes do jornalismo.

    Não houve preocupação com os planos de governo, suas estratégias para enfrentar os enormes problemas da nação. Ninguém se mostrou indignado com os 14 milhões de desempregados, com os mais de 65 mil homicídios anuais, com a péssima educação nacional, com a sofrível saúde pública, com a farta bandidagem armada; com o nefasto aparelhamento estatal; com a falta de saneamento básico para quase metade da população do país, com o peso dos impostos escorchantes, com o tamanho do Estado, com a dívida interna etc. O importante foi acusar, inventar e repetir mantras & mentiras para que eles se tornassem, talvez, verdades e, assim, consigam “abater” o candidato em pleno voo.

    O que se viu foi um show de imaturidade, mediocridade e parvoíce. Apresentaram um nível subginasiano de interpretação de palavras, de um inacreditável pré-analfabetismo. Transbordaram sangue nos olhos e uma soberba descomunal! Uma arrogância que tentava desmerecer, humilhar o acusado, digo entrevistado. O candidato saiu-se muitíssimo bem diante da situação bizarra onde entrevistadores se transformaram em inquisidores.

    O convescote mostrou ainda que a mídia não está em sintomia com os anseios de uma maioria exausta de tudo que deu errado no país. Ele deixou claro que, a mídia mainstream não percebe o quanto é arrogante em não respeitar um homem patriota, que deu voz a milhões de brasileiros. Fosse ela inteligente e olhasse além de seu próprio e dilacerado umbigo, tentaria compreender o que se passa no Brasil da atualidade. Mas, não! Ela prefere continuar em sua empáfia para iludir-se na continuidade da manipulação das massas, tal qual o bêbado que crê na sua sobriedade.

    Ademais, o jogo que se propuseram a jogar apenas encurtará o caminho de Jair Bolsonaro até seu objetivo. Escolheram a mentira para enfrentar os fatos. Escolheram o ataque baixo, achando que a defesa não será utilizada, pois acostumaram-se com as dóceis ovelhas nas mãos de seus algozes. Mal sabem eles que os tempos mudaram. Que não são mais os donos da informação e da formação da opinião.

    Assim, a lamentável hostilidade só teve um vencedor: o Capitão. Provavelmente, nenhum outro candidato sobreviveria politicamente ao que Bolsonaro sobreviveu. A situação fez dele um candidato mais forte, e, para o desespero de militantes, ex-guerrilheiros e defensores da democracia cubana… Em uma disputa limpa, ele será praticamente imbatível. Tentaram um fuzilamento com balas de festim.”

    https://m.facebook.com/story.php?story_fbid=429192510918474&id=100014831869386

  28. Hiláriante esse chororô dos eleitores de Bolsonaro com os jornalistas do Roda Viva.

    Os comunistinhas da Manuela D’Ávila choraram de maneira idêntica. Uns e outros são mais parecidos do que imaginam. Por isso o discurso da Janaína doeu tanto neles.

  29. O despreparo dos supostos jornalistas ficou evidente. Mostraram desconhecimento da lei, dos temas tratados, viés esquerdofrênico, ignorância do que seja fonte primária de informação, erros históricos, além da má fé, Um desastre com a cara da imprensa marrom.

  30. Se medirmos a temperatura da eleição por aqui não haverá 2º turno e vai ser de lavada.
    Mas o mundo real é lá fora então devemos todos fazermos indução a reflexão aos indecisos, não digo convencimento, indução a reflexão apenas, se continuamos na merda ou tentemos desesperadamente sair dela.

  31. Não sou militar. Simplesmente qdo jovem passava todos os dias em frente ao quartel na praça Prestes Maia em SP. Minha silueta era Rasputin ou Fidel Castro. Nunca em tempo e lugar algum os militares com suas armas e tanques de guerra, aproximaram-se de mim. Portanto nunca fui reprimido.
    Estou hoje em Costa Caparica, Portugal.
    O oceano é contido para não invadir a freguesia(cidade) com barragens, espetaculares, no tamanho, forma e qualidade intacta até hoje, sem nenhuma trinca, repito cerceando o oceano à à invadir e fazer desaparecer a freguesia.
    Espelho no exemplo de Costa de Caparica para:
    1 – Militares em Portugal
    Perguntei ao morador da cidade, quem
    construíra essa maravilhosa barragem.
    Os militares, qdo da ditadura de Salazar.
    depois disso nem manutenção, pois alguns
    arrimos a mare esta conseguindo desfazer.
    2 – Militares no Brasil.
    1 – EMBRAPA
    2 – PRO ALCOOL
    3 – BANCO CENTRAL
    4 – SNI
    5 – EMBRAER
    6 – 4 PORTOS
    8 – EMBRATEL,TELEBRAS
    9 – FGTS, PIS, PASEP
    10 – SESC, SESI SENAI
    11 – POLICIA FEDERAL
    12 – POLICIA RODOVIARIA FEDERAL
    13 – MOBRAL
    14 – ELETROBRAS
    15 – ENGESA
    16 – TINHAMOS A MAIOR PRODUÇÃO
    NAVAL DO MUNDO

    17 – 15 HIDROELETRICAS
    18 – ITAIPU
    19 -TUCURUI
    20 -TINHAMOS SEGURANÇA
    21 – TINHAMOS JUSTIÇA

    Queridos da TI, ilustrem aos nossos leitores o que os civis brasileiros fizeram ao nosso pais depois da ditadura.

    agradeço a todos

      • E a dívida externa? Qual foi o saldo deixado para fazer tudo isto? Sem contar a roubalheira. Geisel disse que tinha que fazer a abertura porque não aguentava mais a corrupção nas forças armadas. E o Golbery e seu filho, nas negociatas? O sogro do filho do figueiredo nas negociatas. O filho do Médici nas negociatas. E muito mais poderíamos dizer; tudo quanto era militar numa diretoria de empresas nacionais e multis. Golbery foi presidente da Dow Chemical. Andreazaa foi diretor da Atlântica Boa Vista, seguradora do Bradesco na época; todas empresas que patrocinaram o golpe.

  32. Jairzinho Paz & Amor deu olé nos jornalistas. Se a intenção era desqualificá-lo, o resultado foi exatamente oposto. Lucido, ponderado, eloquente, firme! Só uma monumental fraude eletrônica pode impedir a vitória do candidato deputado no pleito que se aproxima. Voto 17 com certeza!

  33. Não aconteceu uma ENTREVISTA a um candidato a presidente. Aconteceu foi um agrupamento de esquerdistas querendo TIRAR SARRO da cara de um presidenciável fazendo apenas perguntas idiotas e infantis que nada tinham a ver com o cargo de presidente. Perguntas fúteis e de nenhum valor.

    Quando os argumentos ficam escassos, começam as ofensas.
    – Tal qual aquele caso do cabrito e do lobo.

  34. OS DO UNIFORME, CHAMADO DE FARDA (SEMELHANTE AO UNIFORME, FARDA, DO MECÂNICO., DO MÉDICO, DO GARÇON, ETC.)TAMBÉM GOSTAM DO BEM BOM:
    Exército faz licitação para comprar 2 toneladas de camarão, caviar e bebidas alcoólicas (13.06.2018).
    SUSPEITA NOS QUARTÉIS
    MP Militar denuncia 11 por desvio de R$ 150 milhões de obras do Exército
    5 de dezembro de 2017
    O Ministério Público Militar no Rio de Janeiro denunciou 11 pessoas —seis integrantes do Exército e cinco civis — sob acusação de desvios de R$ 150 milhões em contratos de obras, entre setembro de 2005 e dezembro de 2010.
    Conforme o MPM, os crimes ocorreram em um esquema de fraudes em licitações e em contratos firmados entre o Departamento de Engenharia e Construção (DEC), do próprio Exército, e a iniciativa privada.
    COMO ELES MESMO INVESTIGAM, NÃO É MUITO DIVULGADO, E AS PESSOAS ACHAM QUE OS DA FARDA SÃO HONESTÍSSIMOS. SÃO PUNIDOS MESMO, OU VÃO PARA A RESERVA REMUNERADA?

  35. Denúncia publicada em A dupla Face da Corrupção, livro de José Carlos de Assis, ENTRE OUTRAS, ALÉM DE OUTROS LIVROS DO MESMO AUTOR: em relação ao Escândalo da Corretora Laureano, em 1976: “Seu dono, precavidamente, havia lastreado suas ousadas operações num ativo intangível de valor incalculável nas circunstâncias: a amizade com o Ministro-chefe da Casa Civil, o condestável do governo Geisel, General Golbery do Couto e Silva. A relação estava selada, além disso, por um contrato de trabalho do filho de Golbery como diretor da Corretora (sic). E o General não tinha maiores constrangimentos éticos (sic) em encaminhar seu amigo às boas graças de algum colega de Ministério, em especial o que detinha as chaves dos cofres públicos, o Ministro da Fazenda Mário Henrique Simonsen”. Na página 85, outra denúncia grave: a compra pela Coroa-Brastel (uma empresa que também fazia parte do escândalo financeiro) da Metalúrgica Castor: “A Metalúrgica era propriedade do banqueiro de bicho Castor de Andrade, em sociedade com Osório Pais Lopes da Costa, sogro do Johnny Figueiredo, filho mais velho do Presidente da República (na época em que o livro foi publicado, 1984, o General João Figueiredo era o Presidente).

      • obrigado sr. Francisco Vieira.
        Não acredito que os fardados, até entregar aos civis, em vinte anos, a divida em termos proporcionais é claro,
        fora maior que hoje.
        Cade a Embratel, Petrobras, pro alcool,
        se existem estão com o mesmo saldo em caixa?

    • Não tem jeito, mesmo.

      Vira e mexe, e lá vem a discussão sobre a ditadura.

      Não importa o futuro e a situação atual. o IMPORTANTE E FUNDAMENTAL para o país é continuar batendo na mesma tecla, no mesmo assunto, como se fôssemos uma foca adestrada!

      Pelo menos, no governo militar, os roubos podem ser enumerados, já os praticados pelos democráticos civis, apenas suposições em bilhões de reais!

      Em outras palavras:
      Somente pode se eleger ou ser eleito atualmente como presidente desta republiqueta o ladrão civil, pois se trata de uma concessão exclusiva aos que somente roubam e exploram o cidadão e país!

        • Ótimo, mas estás apenas acusando os militares de crimes cometidos décadas atrás, enquanto os civis estão nos roubando agora!!!

          Se és criterioso neste particular, muito bem, apresenta os dois lados, a menos que as três décadas de “democracia” que temos, os governantes são exemplos de honestidade e probidade!

          Mais a mais, o assunto é sobre os candidatos à presidência da República, logo, o que a ditadura tem a ver com isso?!

          • Sr. Sergio.

            Não pesquisarei porque não preciso discutir com quem tem pensamento formado, dizes que não defende ladrão, ora pois, , não o vi acusar os civis apenas militares.
            Nunca esqueça que na epoca deles os militares, o Brasileiro tinha carater, brio na cara , fio de bigode, direito de propriedade.
            Tens capacidade demonstrando profundo saber só de um lado, pergunto-lhe como dialogar com poste.

      • Bendl,

        Se esquecem os tais ante militares que, apesar de os militares estarem no poder quem mais fez asneiras foram os civis em seus vários cargos públicos, quem corrompeu os militares foram civis donos de empresas, nada muito diferente do que ocorre hoje.

        • Prezado al,

          Não tivemos ditadura, este rótulo que colocaram no regime militar.

          O Brasil jamais deixou a sua normalidade de lado, inclusive as eleições e, nos ministérios, civis!

          Daí o apelido de “ditabranda”.

          Roubos, corrupção, não existe governo que não os registram.

          Na China, que se sabe haver a pena de morte, mesmo assim existem funcionários que roubam, que aceitam propina!

          Curiosamente, os militares quando no poder não são analisados dentro do contexto que deveriam, mas extrai-se um texto que será usado como pretexto às críticas infundadas.

          O militar não é melhor do que o civil, claro que não!
          Agora, inegavelmente que possui um senso maior de organização, disciplina, hierarquia, o sentido de se cumprir com o dever que lhe foi atribuído.

          Houve falhas à época, evidente, mas crescemos como nação, nos desenvolvemos como nunca antes registrado, havia segurança, uma perspectiva de futuro.

          E hoje?!

          Abraço.

  36. A imprensa hoje, da forma como está atuando, é o maior cabo eleitoral de Bolsonaro. As perguntas feitas eram bandeiras do candidato, desfraldadas pelas casas dos brasileiros que asistiram a “entrevista”. Me arrisco a dizer que esses “jornalistas” colocaram em jogo suas carreiras. Contudo, não me admira, pois quando Lula numa entrevista afirmou ser a alma mais honesta do Brasil, não houve um dos fantoches presentes, (eram todos jornalistas) para contestá-lo. Enguliram a seco tamanha asneira simplesmente para não contrariar o seu deus. Comem pela mão de uma ideologia sinistra e rejeitada. Os de ontem, se sairam pior. De forma proposital, preferiram torturar uma candidatura, ou o candidato, com perguntas rasas e sem nexo ao invés de propor, pelo argumento relevante, o que interessa ao eleitor para decidir seu voto. Foi um despedício. Se municiaram de uma arma branca, sem fio e sem cabo, para amendrontar a quem está fazendo medo a eles simplesmente por ser o que é, nada mais. Usar a Wikipedia como fonte, bocejar que Jesus era um refugiado e outras tantas tolices que nem vale a pena repetir, faz da imprensa brasileira um retrato sujo, falso, mal acabado e desgastado pelo tempo.

  37. Os,”jornalistas”, Sakamoto e Reinaldo, disseram que ele só falou barbaridades.
    Esses panacas, ou são cegos de um olho, ou são uns tremendos pilantras.

    Não acredito em quem só acha um lado da vida como certo!

  38. Totalmente equivocado o comentário da Tribuna. Foi uma piada as perguntas dos jornalistas, e o Bolsonaro não ficou pressionado em momento algum. Todas foram perguntas fáceis. Parece que foi de propósito, para ajudar o candidato.

    • Pô, Chico,

      Se os jornalistas de ontem foram ruins em suas perguntas, se foram medíocres, se não souberam aproveitar o momento para questionar o candidato sobre assuntos mais importantes, e é a Tribuna da Internet a culpada??!!

      Respeitosamente, mas a tua reclamação deve ser dirigida ao veículo de comunicação que apresentou o programa.

      Abraço.

  39. Caro Werneck,

    Se tu estás afirmando aquilo que a maioria dos comentaristas acima diz o mesmo, eu, inclusive, então a tua impressão revela que estamos escrevendo verdades, pois sei que o Bolsonaro não é o teu candidato!

    No entanto, a tua honestidade intelectual e de propósito, a tua capacidade de observação, não poderiam ser afastadas da realidade, que aponta os jornalistas que “entrevistaram” Bolsonaro conforme disseste como sofríveis.

    Abraços.

    • Vc está coberto de razão, ele não se saiu bem não, ele foi tolhido de dizer suas linhas de governo.
      Mas quem se saiu mal foram os “””jornalistas e o programa roda viva”””
      Eu achava que era impressão minha, mas a estrema reverberação da incompetência e imbecilidade dos profissionais ali ajuntados foi muito maior do que o próprio candidato.
      Os imbecis roubaram a cena.

  40. Xará,

    Que feio!

    Uma pena que, no teu entendimento, voto válido somente em ladrão, corrupto, incompetente, inútil, perdulário e irresponsável.

    Se os eleitores de Bolsonaro tu os rotulas de cegos, ignorantes e analfabetos políticos, certamente o teu sufrágio tem sido tão qualificado, excelente, que a situação do país e do povo está assim, maravilhosa, estupenda.

    Que tu detestes Bolsonaro, mas ofender as pessoas que votarão nele por quê?!

    • Claudia Wild

      ‪Um quer o “fim da ilusão moralista católica”.

      O outro quer chegar na “terra prometida” conduzido pelo Centrão.

      A outra quer um “novo socialismo com a cara do Brasil”.

      O invasor de propriedade privada quer “mais impostos e distribuição de renda”.

      A da floresta quer “meta de inflação consistente”.

      Já o ‘radical, reacionário e perigoso’ quer princípios morais, disciplina e leis firmes. Que horror! ‬

    • Licença Sr Jornalista,
      Candidato Bozonaldo: um vigarista, malaca, marqueteiro, mal intencionado…
      Décadas de inutilidade política.
      Incompetente, herança da desqualificada classe política inútil.

  41. Esta falta de ética no Brasil é a coisa mais revoltante, vergonhosa mesmo.
    Bozónaldo, Meirelles, nunca teriam destaque numa sociedade que preza a ética.

    Imagine um canastrão que não respeita o próximo liderando 200 milhões de próximos…

    Ego que nao acaba mais….
    Mixordia social brasileira…

    2 projetos aprovados em 28anos?
    Em quatro nao faz nem 1…

  42. Franklin Ferreira
    “JESUS ERA UM REFUGIADO” E A MISÉRIA DO JORNALISMO BRASILEIRO
    O Roda Viva de ontem foi o retrato exato da falência do jornalismo brasileiro.
    Corrupção endêmica, desemprego em alta, economia falida, falta de segurança, educação e saúde, e 80% das perguntas feitas pelos militantes disfarçados de jornalistas foram sobre governo militar, homofobia e racismo.
    Entre as muitas pérolas hilárias ouvidas ontem – Wikipedia virou fonte jornalística e Jair Messias Bolsonaro foi acusado de ter defendido “metralhar” os bandidos da Rocinha – também “aprendemos” com o cheerleader da esquerda Bernardo Mello Franco, de O Globo, que Jesus Cristo foi… hã… um refugiado!
    Deixando de lado o óbvio anacronismo, será que o jornalista não sabia que a Judeia e o Egito eram parte do único Império Romano no fim do século I a.C.?
    E o programa de ontem ilustra o abismo que se criou entre a elite esquerdista e o povo comum.
    Paulo Figueiredo, como citado por Rodrigo Constantino, resumiu muito bem: “Vocês viram o Bolsonaro no Roda Viva. Eu vi um brasileiro comum falando verdades a uma classe jornalística estúpida, ideológica, vagabunda, despreparada e soberba.
    Poucas vezes vi algo tão ilustrativo do momento em que vivemos”.
    Hoje tem Youtuber fazendo trabalho mais sério que os jornalistas ligados aos grandes meios de comunicação, como Veja, O Globo, Estado de SP, TV Cultura e Folha de SP.
    Pois, como Constantino afirmou, “nossos jornalistas são filhotes […] das nossas universidades, fábricas de analfabetos funcionais e papagaios de slogans marxistas”.
    O que se viu ontem foi a pá de cal no jornalismo brasileiro.

  43. Acho que em comentários na TI (147) Bolsonaro também bateu record. Voto nulo é votar na esquerda. Na minha visão, voto consciente é Bolsonaro. Uma pena que a bancada dos jornalistas esquerdeopatas não falam nos 14 milhões de desempregados, não perguntaram sobre seus planos referentes à educação, os malditos planos de saúde e outros assuntos de interesse nacional.

  44. Artigo sobre a ESCRAVIDÃO citada por bolsonaro:
    https://www.bbc.com/portuguese/noticias/2016/01/160113_dna_africano_zulu_jf_cc

    “De manhã, fui me encontrar com o rei, um homem alto e forte de 56 anos, casado com 20 mulheres e pai de mais de 40 filhos. Ele se vestia como um muçulmano do deserto, com uma túnica com estamparias e tecidos belíssimos.
    Depois do café da manhã, tive uma audiência com ele numa das salas do palácio. Ele estava emocionado e curioso, pois sabia que muitos do povo Tikar haviam ido para as Américas, mas não para o Brasil.
    Fiz uma pergunta que me angustiava: perguntei por que eles tinham permitido ou participado da venda dos meus ancestrais para o Brasil. O tradutor conferiu duas vezes se eu queria mesmo fazer aquela pergunta e disse que o assunto era muito sensível. Eu insisti.

    Ficou um silêncio total na sala. Então o rei cochichou no ouvido de um conselheiro, que me disse que ele pedia desculpas, mas que o assunto era muito delicado e só poderia me responder no dia seguinte. O tema da escravidão é um tabu no continente africano, porque é evidente que houve um conluio da elite africana com a europeia para que o processo durasse tanto tempo e alcançasse tanta gente.

    No dia seguinte, o rei finalmente me respondeu. Ele pediu desculpas e disse que foi melhor terem nos vendido, caso contrário todos teríamos sido mortos. E disse que, por termos sobrevivido, nós, da diáspora, agora poderíamos ajudá-los. Disse ainda que me adotaria como seu primeiro filho, o que me daria o direito a regalias e o acesso a bens materiais.”

  45. Achei fraca a entrevista, mas como já disse acima os jornalistas roubaram a cena, estão sendo defenestrados em praça publica, jogaram o nome da imprensa na lama, o estrago foi pior do que imaginava, no you tube já se registra mais de 50 videos analisando os entrevistadores e suas imbecilidades, pouco se fala no candidato, dizem que a imprensa já é um cadáver.
    A grande mídia vai ficar calada, mas a internete o bicho tá pegando;
    Vai ser preciso mais um post para tratar do assunto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *