Até que enfim! Justiça decreta prisão preventiva de manifestante detido com coquetéis molotov em passeata no Rio

Carlos Newton

Reportagem de Douglas Corrêa, repórter da Agência Brasil, mostra que enfim alguma providência é tomada contra os atos de vandalismo nos protestos de rua.  A Justiça fluminense (por medida de segurança, no Rio não se divulga mais os nomes de juízes de varas criminais do estado) converteu em prisão preventiva a prisão em flagrante de Rafael Braga Vieira, detido na manifestação da última quinta-feira (20), no centro do Rio, com dois artefatos incendiários semelhantes a coquetéis molotov.

A conversão atendeu a um pedido do Ministério Público. Em sua decisão, o juízo da 32ª Vara Criminal do Fórum Central, declarou que “o fato ocorreu enquanto centenas de milhares de pessoas se reuniam, pacificamente, para reivindicar a melhoria dos serviços públicos. Naquele mesmo episódio verificou-se a presença de uma minoria, quase inexpressiva – se comparada com o restante de manifestantes – imbuída única e exclusivamente na realização de atos de vandalismo, tendentes a desacreditar e desmerecer um debate democrático”.

A folha de antecedentes criminais de Rafael mostrou a existência de dois crimes de roubo, ambos com condenação e transitada em julgado. Além disso, seu histórico penal indica que ele chegou a fugir do sistema prisional, tendo sido recapturado.

Outros vândalos também já foram identificados, serão presos e responderão a processos. O caminho é esse. Manifestação pacífica não pode ser reprimida, desde que ocupe meia pista e deixa o trânsito fluir. Vandalismo em protesto popular é crime e tem de ser punido com  o máximo rigor. Ou seja, ao invés de atacar manifestantes que nenhum crime cometem, a PM precisa se dedicar a prender  os vândalos e agitadores que se infiltram nos protestos, desde sempre. Mas o que esperar desse tipo de polícia???

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

10 thoughts on “Até que enfim! Justiça decreta prisão preventiva de manifestante detido com coquetéis molotov em passeata no Rio

  1. Esta é a nossa Justiça.

    Prende o Vândalo do Patrimônio Publico e deixa solto os Vândalos do Cofre Publico.

    Enquanto isso os MEGAS Vândalos do Mensalão livres, soltos e serelepes.

  2. FOTO GANHOU A PRIMEIRA PAGINA DO NEW YORK TIMES 19-06-2013 E OUTROS JORNAIS DO MUNDO

    Descubra quem é a manifestante da foto “Durante as manifestações no Brasil, a imagem de uma manifestante do Rio de Janeiro sendo agredida com spray de pimenta da Tropa de Choque se transformou em símbolo do abuso policial”

    http://br.noticias.yahoo.com/v%C3%ADdeo/hist%C3%B3ria-foto/?vp=1

    ” No dia 13 de dezembro de 1968, quando vários ministros assinaram o AI-5, uma única voz se levantou contra a atrocidade institucional cometida … Foi a de seu vice, Pedro Aleixo. “Presidente, o problema de uma lei assim não é o senhor, nem os que com o senhor governam o País; o problema é o guarda da esquina”,

    http://www.istoe.com.br/colunas-e-blogs/coluna/9880_OS+GUARDAS+DA+ESQUINA

  3. Curiosamente nenhum prédio do Poder Judiciário foi atingido pelos vândalos.

    Já os prédios do Poder Executivo (Federal e Estadual) e do Poder Legislativo (Federal e Estadual) foram alvos dos vândalos.

    Outra curiosidade foi a depredação do Palácio Itamaraty. Seria um recado à República Federativa do Brasil?

  4. ” Se eu tenho uma loja…e lá estando eu ..com meu porte de arma devidamente na lei…e
    alguns destes ” bandidos manifestantes” tentarem invadir e depredar meu patrimônio
    com certeza ..alguns destes vão fazer compahia ao diabo…na mesma hora ”

    Fogo com fogo..ferro com ferro…amor com amor..mansidão com mansidão paz com paz.

    Fora destes lemas …não há caminho.

    Toda mudança pressupõe mudança, não se bebe agua doce de uma fonte amarga e nem vice/versa.

    YAWHE SEJA LOUVADO..E ADORADO EM YESHUA NOSSO SALVADOR ….

    Carlos de Jesus -Salvador -Bahia

  5. Por que a “nossa” Justiça é tão célere em prender bandidos miúdos enquanto os graúdos (os do mensalão) ficam a tripudiar da Instituição e do povo brasileiro. As manifestações foram poucas para o tamanho da urgência de moralidade dos ditos representantes que ganham absurdamente mais que bem para legislarem e executarem em causa própria. As ruas precisam falar mais alto e de forma mais gravosa. Ainda não tivemos nossa revolução a la francesa, será que será preciso ter? São surdos e cegos e vão deixar isso acontecer para encarar com seriedade o poder que lhes são concedidos a décadas às mesmas pessoas que não fizeram o que é possível e necessário? Agora quebraram a Petrobrás! Os mesmos que falaram das privatizações! O que vão quebrar ainda antes do “povo” lhes “quebrarem a cara”?

  6. Senhor Calos Newton. Se não fosse o radicalismo de alguns na 2ª feira ( e não na 5ª feira), as passagens NÃO teriam diminuído. Mas as pessoas têm vergonha de admitirem este fato. Eu não.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *