Atenção, Bolsonaro! O BNDES e o Brasil não podem ser geridos por principiantes!

Resultado de imagem para bndes

O BNDES é o principal instrumento de política econômica do país

Carlos Newton

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) pode ser comparado ao próprio Brasil, porque não é para principiantes, como dizia o húngaro Peter Kellemen, que em 1959 lançou pela Civilização Brasileira um livro delicioso sobre golpes e vigarices que eram aplicadas no país, cujo título era “Brasil para Principiantes”. Kellemen estava há apenas seis anos no Brasil, mas conseguiu sacar como o país funcionava e seu o livro foi um grande best-seller.

Kellemen era um tremendo pilantra que se dizia médico ou diplomata, dependendo do freguês. Depois de lançar o livro, o espertalhão criou o “Carnê Fartura”, com boletos pagos mensalmente e que concorriam a sorteios milionários. Quando se encheu de dinheiro, Kellemen fugiu para a Paraguai e nunca mais foi visto por aqui, porque ele não era principiante. E Silvio Santos roubou a ideia dele e criou a TeleSena, uma máquina de fazer dinheiro.

BANCO DE FOMENTO – Assim como o Brasil, o BNDES também não é para principiantes. Até recentemente era o maior bancos de fomento do mundo e tem um corpo técnico de fazer inveja, pelo grau de especialização. Imagine qualquer setor da economia e tenha certeza de que lá no BNDES existem especialistas no assunto, com celulose, veículo leve sobre trilhos, qualquer tipo de mineração, agroindústria, energia, comunicações, fármacos, o que você imaginar é estudado em profundidade pelos especialistas do banco.

Com o melhor corpo técnico do Brasil, o BNDES é hoje o principal instrumento de que dispõe o governo para buscar a retomada dos investimentos e a recuperação da economia.

Mas parece que o governo Bolsonaro, ao invés de usar a expertise do BNDES para enfrentar a recessão, faz exatamente o contrário e se mostra disposto a acabar com o banco de fomento, e para tanto já conta com a ajuda do Congresso.

MALUQUICE – O relator da reforma da Previdência, Samuel Moreira (PSDB-SP), fez a maior maluquice do ano, ao propor que sejam extintos os repasses ao BNDES de 40% da arrecadação do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT). Isso significa cortar, de uma só cutelada, quase 50% da receita do banco de fomento. Essa fatia do FAT antes representava 35,3% da arrecadação do BNDES, mas o percentual está crescendo devido à devolução de recursos ao Tesouro.

O presidente Jair Bolsonaro está deixando as águas rolarem na Câmara, mas alguém tem de evitar essa insanidade. A quem interessa enfraquecer o BNDES, principal instrumento de política econômica?  

O pior é que Bolsonaro está nomeando um executivo de 38 anos para presidir o BNDES, cuja única indicação no currículo é ter sido amigo de infância dos três filhos mais velhos do presidente. Era só o que faltava!, diria o Barão de Itararé.

###
P.S. 1 – O ministro Guedes não dá importância ao BNDES, porque é um irresponsável e parte do princípio de que o livre mercado resolve tudo. Quanto a Bolsonaro, se não consegue entender o papel decisivo do BNDES na economia, é recomendável perguntar aos generais do Planalto, que saberão lhe explicar, pois estudaram economia nos Cursos de Estado Maior e na Escola Superior de Guerra. 

P.S. 2Aliás, os generais precisam lembrar ao capitão que ele foi eleito para salvar o Brasil, e não para destruí-lo de vez. (C.N.)

15 thoughts on “Atenção, Bolsonaro! O BNDES e o Brasil não podem ser geridos por principiantes!

  1. No interior de SP, o meio político, que sabe tudo, certifica-se de que o Prefeito é ladrão, ou foi eleito para roubar, quando os assessores econômico-financeiros que ele nomeia são manjados na praça como pilantra$, manobristas financeiros, pedaladeiros, embora aos olhos do povão bobão, a mulher traída, sempre a última a saber, as criaturas sejam vendidas como “salvadoras da pátria”. Pátria delle$, é claro.

  2. E o tal do Programa do Primeiro Emprego não vale mais? Já elegemos um analfabeto? Depois uma terrorista? Antes um sociólogo de merda? Um playboy marajá? Deixem o rapaz mostrar trabalho, queimou? Muda!

  3. Não entendi ainda apreocupação com a pouca idade do Gustavo Montezano, atual presidente do BNDES.

    Só lembro que:
    1- Roger Agnelli foi o melhor administrador da Vale e assumiu a sua presidencia com 42 anos.
    2- JF Kennedy assumiu a presidencia da maior potência do globo com 41 anos.
    3- Jack Welch assumiu o cargo de C&O da GE com 45 anos.

    Com este pensamento o que seria da Microsoft, Bill Gates, Apple, Steve Jobs, e do Facebook, Mark Zuckerberg.

    Meu ponto de vista é que Gustavo Montezano tem que saber escolher bons assessores.

  4. Impossível destruir o BNDES, por mais incompetente que o novo presidente seja. Lula e Dilma já fizeram tudo o que tinha que ser feito. Dinheiro para ditaduras, Foro de São Paulo, Campeões nacionais, Corinthians, etc. Lula e Dilma cometeram crimes de lesa-patria em série. São corruptos!

  5. Acredito experiência seja importante sim.
    Porém, alguém poderia relacionar os presidentes do Banco nos últimos 25 anos com a respectiva idade?
    Fizeram um grande trabalho. Para outros países.
    A politica velha, hospedada em Curitiba e em Bangu, me parece ter bastante “experiência”.
    Vamos acordar vermelhinhos.
    Vamos acordar…

  6. O corpo técnico do BNDES é excelente e tem condições de realizar ótimos trabalhos, inclusive, de abrir e expor com detalhes analíticos a famosa “caixa preta” dos governos petralhas. É o que o cidadão decente espera que ocorra.

    • A caixa-preta já foi aberta, amigo Celso, a Polícia Federal investigou o BNDES por dois anos. O resultado e que Guido Mantega, Luciano Coutinho (ex-presidente) e outros são réus de uma ação penal devastadora.
      Não há mais caixa-preta a abrir.

      Abs.

      CN

  7. E qual seria a idade de Luciano Coutinho, Mantega, Diogo, etc??
    Teriam menos de 50 anos?
    A lama “vermelha” não tem fim.
    A caixinha preta ( ou seria vermelhinha) ainda tem muitas surpresas.
    Dois anos de investigação é pouco para 25 anos de leviandade.
    8 de FFHHCC
    8 de LulaDrão
    5 e 1/2 de Dilmanta
    2 e 1/2 de Temerário

    Tremei Fabianos…tremei Fabianos e Che do Leblon/Lapa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *