Atenção, presidenciáveis: Joaquim Barbosa parece mesmo já estar fazendo campanha eleitoral.

Carlos Newton

O presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Joaquim Barbosa, parece estar mesmo em campanha eleitoral. Quando não está fazendo palestras que nada têm a ver com assuntos jurídicos, todo dia ele dá entrevistas sobre os mais diversos assuntos.

O economista Marcio Henrique Monteiro de Castro, ex-diretor do BNDES, muito inteligente e preparado,  me contou que em programa que exibido recentemente (“Espelho”, TV Brasil), apresentado pelo ator Lázaro Ramos, Joaquim Barbosa falou claramente sobre política e disse estar à disposição do país, caso seja necessário. Traduzindo: também é candidato à Presidência, resta saber por qual partido. Márcio Henrique não tem a menor dúvida e diz que Barbosa tem boas chances. Imediatamente pedi que escrevesse um artigo a respeito, estou aguardando.

MARCANDO PRESENÇA

Na sexta-feira, por exemplo, Joaquim Barbosa marcou forte presença na mídia nacional, embora estivesse bem longe do Brasil, participando de um congresso da Unesco sobre liberdade de imprensa, em São José, capital da Costa Rica. E suas declarações repercutiram durante o fim de semana inteiro.

Além de criticar a falta de pluralidade ideológica da imprensa brasileira, o presidente do Supremo posicionou-se contra o excesso de recursos judiciais ao qual condenados têm acesso no Brasil.

Barbosa atacou também o tratamento privilegiado que a Justiça dá aos políticos e as chances desiguais que poderosos têm em um processo judicial, em comparação a pobres e negros. Segundo o ministro, o problema é que o Judiciário condena muito os desvalidos, mas deixa impunes os mais abastados.

“Brasil, como a maior parte da América Latina, tem problemas culturais para resolver que impactam no Judiciário. Por exemplo, a concepção equivocada de igualdade. As pessoas são tratadas de forma diferente de acordo com seu status, sua cor de pele e o dinheiro que têm. Tudo isso tem um papel enorme no sistema judicial e, especialmente, na impunidade”, declarou Barbosa.

Então, diga lá: ele está ou não está em campanha eleitoral?

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

15 thoughts on “Atenção, presidenciáveis: Joaquim Barbosa parece mesmo já estar fazendo campanha eleitoral.

  1. Estamos tão acostumados com os comportamentos funcionalistas/idealistas do vestustos juízes, com suas falsas sisudez positivistas, fingindo não ter visão valorativa, que, quando um mostra-se inteiro, o temos como pretenso candidato.

    AGORA, TRATA-SE UMA EXCELENTE IDÉIA, POIS O COMBATE À CORRUPÇÃO NÃO VIRÁ DOS POLÍTICOS, DE QUAL COLORAÇÃO FOR.

    Embora o Joaquim patrocinado pelos atuais esquemas de financiamento, seria o mesmo no governo?

  2. Acho que o Newton está equivocadíssimo. JB presa mais um grande serviço ao país ao expor, com toda a autoridade que tem, as mazelas do Brasil.

  3. Dia 08 de maio de 2013 está marcado no Plenário do STF o Julgamento da Defasagem Tarifária devida para a Varig . Nas mãos dos Exmos. Ministros do Supremo Tribunal Federal encontra-se a solução para o dificil caso dos ex.trabalhadores da VARIG que há mais de 7 anos passam por sérias dificuldades financeiras. Que os Exmos. Ministros do STF dêem ganho de causa para a Varig e para seus ex.trabalhadores. Fazer Justiça para este enorme grupo de trabalhadores brasileiros é o que todos nós esperamos. Confiemos na decisão dos Exmos. Ministros. Que eles reparem esta enorme injustiça praticada contra todos nós. O Exmo. Ministro Joaquim Barbosa a frente do STF tenho certeza que fará Justiça para todos os ex.trabalhadores da VARIG e para a própria VARIG.

  4. O MINISTRO JOAQUIM BARBOSA É UM HOMEM SÉRIO, HONESTO, CORAJOSO E “MACHO” (COISA CADA VEZ MAIS RARA NESTE DESGRAÇADO PAÍS). EU VOTAREI NELE MIL VEZES SE FOR PRECISO. SEI, DE ANTEMÃO, QUE, MESMO QUE ELE GANHE DE LAMBADA, DIFICILMENTE PODERÁ FAZER ALGO RODEADO POR TODA ESTA LAMA QUE CONHECEMOS POR CONGRESSO NACIONAL. NOSSOS PODERES ESTÃO PODRES DEMAIS E O CHEIRO JÁ SE FAZ INSUPORTÁVEL. ESSE PAÍS ESTÁ UM LIXO !!!

  5. Falando sério, o ministro Joaquim Barbosa não tem chance nenhuma contra o Lulão caipirinha. Agora se a imprensa direitista apoiá-lo, o que eu duvido, pois o ministro aparentemente é muito independente para ser manipulado, aí a coisa muda de figura.

  6. Concordo com o ministro Joaquim Barbosa e não sei porque do espanto com as colocações, pois é publico e notório que nossas penitenciárias estão abarrotadas de coitadinhos, de bagrinhos, em quanto isso os tubarões encastelados em manssões luxuosas usufruindo de seus mal-feitos.

  7. O Sul maravilha não vota em negro ou nordestino, principalmente afro-brasileiro. Do contrário é querer demais para eles. Muitos desses bobos que defedem ele, são contra cotas raciais, contra o pro-uni, bolsa familia etc.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *