Atenção, Síria: a Líbia entregou suas armas químicas em 2003…

Valter Xéu (Pátria Latina)

Nada como a infinita memória da Internet! A matéria abaixo foi publicada no The Independent, Londres, dia 20/12/2003. As 23 ocorrências da palavra “Líbia” podem ser substituídas pela palavra “Síria”. As três ocorrências da palavra “Bush” podem ser substituídas pela palavra “Obama”. E “Mr. Blair” é “Cameron”.

Não é necessário traduzir. Se estivesse escrito em curdo, também se leria facilmente: tudo que diziam sobre a Líbia, há dez anos, os mesmos ‘jornalistas’ e ‘especialistas’ e ‘analistas’ e William Waacks Magnolis & canalha adjunta estão dizendo hoje, igualzinho, sobre a Síria.

O que há de diferente entre as imbecilidades jornalísticas de então e as imbecilidades jornalísticas de hoje é efeito da luta incansável da resistência síria e da luta dos pobres do mundo contra a guerra. Mas são, ainda, só diferenças de estilo: nesses dez anos, os jornais e jornalistas também foram forçados a ter de mentir menos confortavelmente (mas só um pouco menos).

A luta continua. Só a luta ensina.

20/12/2003, Nigel Morris e Andrew Buncombe, The Independent
http://www.commondreams.org/headlines03/1220-08.htm

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

3 thoughts on “Atenção, Síria: a Líbia entregou suas armas químicas em 2003…

  1. Caro Valter,

    As armas químicas são as armas nucleares dos países pobres.
    Se a Síria se desarmar destas será, evidentemente, desmembrada.

    Esse tipo de arma não impõe uma derrota ao inimigo. Apenas aumenta o preço que ele terá que pagar pela vitória.

    Abraços.

  2. E vi descer do céu um anjo, que tinha a chave do abismo, e uma grande cadeia na sua mão.
    Ele prendeu o dragão, a antiga serpente, que é o Diabo e Satanás, e amarrou-o por mil anos.
    E lançou-o no abismo, e ali o encerrou, e pôs selo sobre ele, para que não mais engane as nações, até que os mil anos se acabem. E depois importa que seja solto por um pouco de tempo.
    E vi tronos; e assentaram-se sobre eles, e foi-lhes dado o poder de julgar; e vi as almas daqueles que foram degolados pelo testemunho de Jesus, e pela palavra de Deus, e que não adoraram a besta, nem a sua imagem, e não receberam o sinal em suas testas nem em suas mãos; e viveram, e reinaram com Cristo durante mil anos.
    Mas os outros mortos não reviveram, até que os mil anos se acabaram. Esta é a primeira ressurreição.
    Bem-aventurado e santo aquele que tem parte na primeira ressurreição; sobre estes não tem poder a segunda morte; mas serão sacerdotes de Deus e de Cristo, e reinarão com ele mil anos.

    E, acabando-se os mil anos, Satanás será solto da sua prisão,
    E sairá a enganar as nações que estão sobre os quatro cantos da terra, Gogue e Magogue, cujo número é como a areia do mar, para as ajuntar em batalha.
    E subiram sobre a largura da terra, e cercaram o arraial dos santos e a cidade amada; e de Deus desceu fogo, do céu, e os devorou.
    E o diabo, que os enganava, foi lançado no lago de fogo e enxofre, onde estão a besta e o falso profeta; e de dia e de noite serão atormentados para todo o sempre.

    E vi um grande trono branco, e o que estava assentado sobre ele, de cuja presença fugiu a terra e o céu; e não se achou lugar para eles.
    E vi os mortos, grandes e pequenos, que estavam diante de Deus, e abriram-se os livros; e abriu-se outro livro, que é o da vida. E os mortos foram julgados pelas coisas que estavam escritas nos livros, segundo as suas obras.
    E deu o mar os mortos que nele havia; e a morte e o inferno deram os mortos que neles havia; e foram julgados cada um segundo as suas obras.
    E a morte e o inferno foram lançados no lago de fogo. Esta é a segunda morte.
    E aquele que não foi achado escrito no livro da vida foi lançado no lago de fogo.

    Apocalipse 20:1-15

  3. “ISTO EU PERGUNTO A TI, DIGA-ME VERDADEIRAMENTE, SENHOR: Quem, no início, na criação, foi o Pai da Ordem (Asha)? Quem estabeleceu o curso do sol e das estrelas? Graças a quem a lua cresce e depois diminui? Isto e ainda mais, ó Ahura Mazda, eu quero saber.

    Isto eu pergunto a Ti, diga-me verdadeiramente, Senhor. Quem sustentou a terra de baixo para cima e impediu que os céus caíssem? Quem [sustentou] as águas e as plantas? Quem atrelou velozes cavalos aos ventos e às nuvens? Quem, ó Ahura Mazda, é o Criador do Bom Propósito?

    ISTO EU PERGUNTO A TI, DIGA-ME VERDADEIRAMENTE, SENHOR: Qual artesão criou a luz e a escuridão? Qual artesão criou tanto o sono como a vigília? Graças a quem existem a aurora, o meio-dia e a véspera, que lembram ao devoto seu dever?
    Através dessas (questões), ó Mazda, eu ajudo (aos homens) a discernir a Ti como o Criador de todas as coisas pelo Santo Espírito.”

    YASNA; GATHAS.
    .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *